domingo, agosto 20, 2017

Opas premia projetos em todo o país que inovam na proteção à saúde da mulher.

O parto que deveria ser um momento de alegria pela chegada do bebê pode se transformar um episódio marcado pela violência e humilhação. Isso ocorre quando a mulher é vítima da violência obstétrica. Com atividades para conscientizar e prevenir mulheres para que não sejam submetidas a essa situação, o Projeto TransformaDor: parir com amor, sem violência, foi premiado hoje (20) na 2ª Conferência Nacional de Saúde da Mulher.

Outros cinco projetos também receberam o prêmio da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) em parceria com o Conselho Nacional de Saúde (CNS). Todas as experiências foram implementadas em unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). Vinte e dois projetos foram inscritos para a premiação do Laboratório de Inovação sobre Participação Social na Atenção Integral à Saúde das Mulheres, da Opas, em parceira com o CNS. O objetivo é incentivar práticas inovadoras implementadas no SUS que resultem em melhoria do atendimento de saúde à população.

O Projeto Transformador foi desenvolvido pela Faculdade de Educação da Universidade Federal do Pará, sob a coordenação da professora Edna Barreto, e coleciona relatos de mulheres que, no momento do parto, ouviram da equipe de saúde frases como “na hora de fazer você não chorou, agora está chorando”, “não chora, se não, não vou te atender” ou “não chora porque, ano que vem, você está aqui”. Para conscientizar as mulheres sobre o que é a violência obstétrica e, a partir daí, empoderá-las para que não permitam que esse tipo de situação continuem ocorrendo, o TransformaDor criou um grupo de apoio às gravidas na unidade de pública de saúde da Pratinha, bairro na periferia de Belém.

O grupo realizou dez atividade preventivas com palestras e discussões na Pratinha ao longo de 2016. O público-alvo foram as mulheres negras, com participação também dos companheiros das grávidas e profissionais da unidade de saúde.

O projeto trabalho o conceito de violência obstétrica como toda forma de violência praticada pela mulher na gravidez, no parto, no pós-parto e em situação de abortamento. “Essa violência se materializa a partir de xingamentos, de abusos, de maus tratos, de procedimento inadequados. Segundo dados da Fundação Perdeu Abramo, uma em cada quatro mulheres sofre violência obstétrica no Brasil”, disse Edna Barreto.

Temer e presidente do Paraguai vão discutir segurança na fronteira e Mercosul.

Os presidentes do Brasil, Michel Temer, e do Paraguai, Horacio Cartes, reúnem-se amanhã (21), em Brasília, e discutem temas como a relação econômica entre os dois países, segurança na região de fronteira, a crise na Venezuela e a eliminação de barreiras ao comércio no Mercosul.

No encontro, Temer e Cartes vão avaliar os resultados das recentes operações conjuntas de combate ao crime organizado, de acordo com o porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola.

Brasil e Paraguai tem 1.300 quilômetros de fronteira. Outro tema que deve ser tratado pelos presidentes é a usina hidrelétrica de Itaipu, que abastece os dois países.

Delegado mata mulher após deixar filha com vizinho.

Um crime chocou a população de Perdizes, na Zona Oeste de São Paulo. Um delegado assassinou a mulher, que era juíza, e foi encontrado morto no local do crime, que aconteceu na manhã deste domingo (20). A filha do casal estava com um vizinho do prédio após um desentendimento entre o homem e a companheira.

Testemunhas ouviram disparos às 6h, duas horas depois de ter deixado a criança em outro edifício. Segundo informações preliminares da polícia, ele voltou para casa e matou a mulher. De acordo com a Polícia Militar, o delegado estava afastado do trabalho para tratamento. O caso foi registrado no 91º Distrito Policial.

5 motivos para menstruação atrasar; e não é gravidez.

A menstruação atrasada nem sempre é sinal de gravidez, pois outras situações como o excesso de estresse, emoções muito fortes, alterações hormonais ou mesmo o consumo exagerado de cafeína ou de bebidas alcoólicas podem levar ao atraso da menstruação.

Geralmente, este atraso na menstruação pode durar desde 3 dias a 1 ou 2 meses, sendo recomendado consultar o médico se a ausência durar mais de 5 dias, para que a causa possa ser identificada e tratada.

Se a menstruação está atrasada e já realizou pelo menos 2 testes de gravidez no último mês, com 8 a 10 dias de intervalo entre a realização do teste, é muito provável que não esteja grávida e o atraso na menstruação pode estar a ser causado por outras situações como:
  1. Excesso de atividade física como acontece com atletas ou pessoas em preparação para alguma prova ou competição desportiva;
  2. Dietas muito restritivas;
  3. Má alimentação ou distúrbios alimentares como anorexia ou bulimia;
  4. Excesso de Estresse;
  5. Alterações hormonais causadas por síndrome dos ovários policísticos, endometriose, mioma ou mesmo pela pílula do dia seguinte.
Estas situações podem levar à ausência de menstruação por mais de 3 meses, sendo recomendado que consulte o médico caso isso aconteça.

Casamento infantil: Brasil tem 66 mil crianças entre 10 e 14 anos em algum tipo de união estável.

 
Casa, filhos, marido e uma vida conjugal ainda na infância nem sempre é uma mera brincadeira de criança. Trata-se de uma realidade entre meninas brasileiras que mal chegaram à adolescência e já assumem responsabilidades de adultas. No Brasil, o número de jovens que se casam quando deveriam estar na escola ou brincando é impressionante. São aproximadamente 66 mil crianças entre 10 e 14 anos de idade em algum tipo de união estável.
 
O relatório do Branco Central “Fechando a brecha: melhorando as leis de proteção à mulher contra a violência” revela que o casamento infantil não se trata de um fenômeno nacional. No mundo cerca de 15 milhões de meninas abaixo dos 18 anos formalizam uma união com o parceiro. O documento alerta sobre a legislação brasileira que trata do assunto e afirma que, além de repensá-la, é preciso fiscalizar o cumprimento das leis em defesa da mulher.

No Twitter, Temer diz que reunião com Aécio foi para tratar da Cemig.

O presidente Michel Temer disse hoje (20), em sua conta na rede social Twitter, que reuniu-se na última sexta-feira (18) com o senador Aécio Neves (PSDB-MG) para tratar sobre a situação da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Segundo Temer, esse é um assunto político, e o tema é discutido pelo governo, aliados e equipe econômica.

“Senadores tratam dos assuntos de interesse de seu Estado. Nada mais normal. Teorias da conspiração são assunto de quem não tem o que fazer”, disse o presidente.

O governo pretende realizar um leilão de quatro usinas hidrelétricas da Cemig, que estão com concessões vencidas.

Temer também reforçou que não entra em assuntos internos de outras legendas. “Não o fiz, nem o faria em relação ao PSDB”.

Brasil quer reduzir distância para o Top 10 na Universíade de 2017.

A Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU) trabalha com a meta de chegar ao Top 10 nas próximas edições da Universíade e, para isso, busca reduzir essa distância em 2017, alcançando possivelmente a 15ª colocação. Na edição de 2015, na Coreia do Sul, o Brasil ficou em 23º, com oito medalhas.

"Existem diversas variáveis que interferem no resultado e em que não é possível fazer previsão", ponderou o presidente da CBDU, Luciano Cabral, que explica que atletas do mundo todo buscam visibilidade em seus ciclos olímpicos na competição universitária, que também reúne competidores que já são olímpicos.
Para 2017, foram mapeadas ao menos 15 provas em que o país pode subir ao pódio, e as delegações de atletismo e natação foram reforçadas. O presidente da CBDU, Luciano Cabral, defende que o Brasil tem uma das maiores estruturas de esporte universitário do mundo e acredita que o resultado deve se refletir nos próximos anos.

"Na Europa, na América do Norte e na Ásia, a Universidade é vista como a última plataforma, o último patamar. O atleta chega no esporte universitário e posiciona sua carreira: se vai ser um atleta olímpico, de campeonatos mundiais, ou se vai ser um profissional formado no esporte. Quem quer se projetar e tem performance encontra na Universíade esse cenário", argumenta.

Para tentar esvaziar Tasso no PSDB, Temer chama Aécio ao Jaburu.

O presidente Michel Temer chamou na noite desta sexta-feira (18) o senador Aécio Neves (PSDB-MG) para uma conversa, a sós, no Palácio do Jaburu.
 
A conversa, que não constou da agenda oficial, durou cerca de uma hora. Esta é a terceira vez em uma semana que Temer e Aécio se encontram.
 
Segundo o blog apurou, preocupado com as críticas ao governo lideradas por Tasso Jereissati- e avalizadas por Fernando Henrique Cardoso- Temer articula com Aécio uma operação para esvaziar o grupo do presidente interino do partido.
 
A estratégia de Temer é incentivar Aécio Neves a retomar o comando do partido. Assim, ele indicaria um novo interino para a presidência, isolando Tasso.
 
Aécio, assim como Temer, foi delatado e gravado pelo empresário Joesley Batista. O senador é alvo de uma denúncia da Procuradoria Geral da República por ter pedido R$2 milhões ao empresário da JBS.

Policial que matou 4 terroristas na Espanha fazia hora extra para aumentar renda.

O policial que matou quatro terroristas em Cambrils, na Espanha, só estava no local porque fazendo hora extra para aumentar o salário na madrugada de sexta-feira (17), segundo o jornal “El Mundo”.

O agente da Polícia autônoma da Catalunha (Mossos d’Esquadra) vem sendo tratado como herói por ter evitado que o número de vítimas fosse ainda maior. O Estado Islâmico reivindicou o ataque.

De acordo com os serviços de emergência, os atentados a Barcelona e Cambrils deixaram 14 pessoas mortas e 130 pessoas feridas, de 34 nacionalidades.

Menos de 10 horas após o ataque com van nas Ramblas de Barcelona, um Audi A3 ultrapassou já no início da madrugada de sexta um bloqueio policial e atropelou pedestres em Cambrils. As cidades ficam 117 km distantes uma da outra.

O atropelamento deixou sete pessoas feridas – um policial e seis civis. Agentes da Mossos d’Esquadra que estavam em um segundo bloqueio reagiram e mataram os cinco suspeitos que estavam no carro.

“País não nasceu pra ser a merda que é” diz Lula em discurso na Bahia.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) descreveu, na manhã deste sábado (19), na Bahia, um cenário nebuloso para o país.

“Este país tem jeito. Não nasceu para ser a merda que ele é. Este país é grande demais.”

Ao lado do governador do Estado, Rui Costa, e do ex-ministro Jaques Wagner, Lula lamentava a situação financeira dos municípios diante de 60 prefeitos do Estado, além de deputados estaduais e federais.

Após a afirmação, pediu desculpas pelos termos usados. Uma hora depois, para um público formado por militantes do MST (Movimento dos Sem Terra), Lula se comparou a um galo de briga.

Após criticar a imprensa e chamar o empresariado de mal-agradecido, ele disse que seus opositores têm medo de sua eleição porque sabem “o que vai acontecer”. As informações são de Catia Seabra, Folha de São Paulo.

Boston vive dia de manifestações, após violência e morte em Charlottesville.

Milhares de pessoas se manifestaram neste sábado em Boston (Massachusetts, EUA) a favor da liberdade de expressão, após os episódios violentos ocorridos no fim de semana passado em Charlottesville (Virgínia), enquanto que outras tantas organizaram um contraprotesto antirracista. As informações são da Agência EFE.

Ambas as concentrações aconteceram depois que manifestações de simpatizantes neonazistas e grupos defensores dos direitos civis organizaram algo similar no sábado passado em Virgínia, encontros que se tornaram violentos e deixaram como saldo a morte de uma jovem de 32 anos, atropelada por um suposto neonazista.

Hoje em Boston, no entanto, não foram registrados maiores incidentes, ainda que a polícia tenha informado 33 detenções, na sua maioria por desordem pública e agressões contra agentes de segurança.
 
"Hoje está claro que Boston era paz e amor, não o fanatismo e o ódio", disse o prefeito da cidade, Marty Walsh.
Ainda que houvesse o temor de que acontecessem confrontos, finalmente as manifestações acabaram sendo pacíficas.

A Coalizão de Discurso Livre de Boston, grupo que organizou a primeira concentração, tinha planejado incluir oradores com vínculos com o nacionalismo branco, mas após os últimos eventos se distanciaram dessa retórica.

Desde então, se afastaram publicamente dos grupos racistas que incitaram a violência em Virgínia no sábado passado, aconselhando os grupos de ódio que não se juntassem à sua manifestação.

"Enquanto sustentamos que cada indivíduo tenha direito à sua liberdade de expressão e a defender esse direito humano básico, não ofereceremos nossa plataforma ao racismo ou ao fanatismo", disse o grupo, em comunicado publicado no Facebook.

"Denunciamos as políticas de supremacia e violência, denunciamos as ações, atividades e táticas do chamado movimento Antifa (antifascista), denunciamos a normatização da violência política", acrescentaram.

Os organizadores da contramarcha, no entanto, alegam que este tipo de defesa a qualquer preço da liberdade de expressão dá asas aos grupos supremacistas, e por isso saíram às ruas com cartazes contra o grupo Ku Klux Klan e qualquer tipo de discurso racista.

A polícia manteve uma zona de segurança entre os manifestantes, evitando grandes incidentes, à exceção de algum confronto isolado e gritos entre os participantes da contramarcha e dos partidários do presidente Donald Trump.

Trump, duramente criticado após "culpar ambos os lados" da violência ocorrida em Charlottesville, disse neste sábado na sua conta do Twitter que parecia haver "muitos agitadores contra a polícia" em Boston, mas depois elogiou os manifestantes por "falarem contra a intolerância e o ódio".

Brasil registra 10 estupros coletivos por dia.

Dados inéditos do Ministério da Saúde obtidos pela Folha apontam que as notificações de estupro coletivo pularam de 1.570 em 2011 para 3.526, em 2016. São em média dez casos de estupro coletivo por dia no Brasil.

Os números são os primeiros a captar a evolução desse tipo de violência sexual no país. Na polícia, os registros do crime praticado por mais de um agressor não são contabilizados em separado dos demais casos de estupro.

Desde 2011, dados sobre violência sexual se tornaram de notificação obrigatória pelos serviços públicos e privados de saúde e são agrupados em um sistema de informações do ministério, o Sinan.

Acre, Tocantins e Distrito Federal lideram as taxas de estupro coletivo por cem mil habitantes –com 4,41, 4,31 e 4,23, respectivamente. Esse tipo de crime representa hoje 15% dos casos de estupro atendidos pelos hospitais –total de 22.804 em 2016.

Os números da saúde, contudo, representam só uma parcela dos casos. Primeiro porque a violência sexual é historicamente subnotificada e nem todas as vítimas procuram hospitais ou a polícia e, em segundo lugar, porque 30% dos municípios ainda não fornecem dados ao Sinan.

“Infelizmente, é só a ponta do iceberg. A violência sexual contra a mulher é um crime invisível, há muito tabu por trás dessa falta de dados. Muitas mulheres estupradas não prestam queixa. Às vezes, nem falam em casa porque existe a cultura de culpá-las mesmo sendo as vítimas”, diz Daniel Cerqueira, pesquisador do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Estupros coletivos crescem 400% no RN em 5 anos.

Um levantamento inédito do jornal Folha de S.Paulo revela que o Rio Grande do Norte foi o quinto estado onde mais cresceram os estupros coletivos entre 2011 e 2016. O aumento foi de 400%.

Em reportagem publicada neste domingo, o jornal, no entanto, não informou os números brutos por unidade da federação. Os dados foram obtidos junto ao Ministério da Saúde, que captou as estatísticas nacionais em centros de saúde. A Folha projeta significações.
Por dia, no Brasil, há pelo menos cinco estupros coletivos, informa o jornal. No país, a taxa de crescimento foi de 125%. Rondônia, Piauí, Espírito Santo e Ceará são os estados onde as estatísticas evoluíram mais do que no RN.

Cientistas confirmam que dormir pouco pode fazer você engordar.

Em um estudo publicado recentemente na revista PLOS One, cientistas afirmaram que dormir pouco pode resultar em ganho de peso, bem como envelhecimento celular rápido, danos neuronais e reduzida capacidade de memória.

Os pesquisadores descobriram que adultos que dormiam seis horas por noite tiveram um ganho médio de medida de cintura três centímetros maior do que aqueles que dormiam nove horas por noite.

O estudo, feito pela Universidade de Leeds, no Reino Unido, atesta que a falta de problemas de sono junto à química de nosso metabolismo pode afetar a capacidade de nosso organismo de manter um peso saudável.

“Nossas descobertas sustentam a acumulação de evidências que mostram um importante contributo do sono curto para doenças metabólicas como a obesidade“, relataram os pesquisadores.

Foram colhidos dados de 1.615 adultos do Reino Unido, na faixa dos 19 e 65 anos, como parte de uma pesquisa nacional (National Diet and Nutrition Survey Rolling Programme). Os participantes então foram convidados a registrar o ciclo de sono e ingestão de alimentos durante quatro dias, bem como informações como peso, pressão sanguínea e circunferência da cintura.

Além da diferença de cintura, os participantes também tiveram seus índices de massa corporal registrados. Para referência: cada hora extra de sono entre seis e nove horas representou valores baixos de IMC de 0,46 kg/m² nos adultos pesquisados.

Os dados também mostraram uma relação entre tempo de sono mais curto e níveis reduzidos do “bom” colesterol (HDL), responsável por remover o colesterol “ruim” (LDL) da corrente sanguínea e reduzir os riscos de doenças cardíacas. Curiosamente, e contradizendo uma conexão feita no passado, o estudo não mostrou qualquer ligação entre uma dieta menos saudável e menos sono durante a noite.

Os pesquisadores sugerem que a quantidade perfeita de sono está entre sete, oito e nove horas por noite, dependendo da pessoa. Eles consideram ainda que as recentes descobertas poderão fornecer uma nova visão entre a relação do sono e doenças metabólicas, como o diabetes, que atualmente afeta mais de 422 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde. No entanto, a equipe ressalta que o estudo não apresentou um olhar de longo prazo sobre a questão, mas sim instantâneo, de como a duração do sono pode refletir no peso e saúde metabólica. Espera-se que as novas informações nos ajudem a entender mais as causas da obesidade para podermos melhor enfrentá-la, bem como os problemas de saúde relacionados.

Eclipse do Sol é nesta segunda pode ser visto na PB.

O eclipse solar que vai acontecer nesta segunda-feira (21) vai poder ser visto em todo o estado, com observação gratuita em pontos de algumas cidades.

Na Capital, segundo a Associação Paraibana de Astronomia (APA), o eclipse vai começar às 16h26 e atingirá 32% de cobertura pouco antes do pôr do Sol.

Porém, a cidade paraibana com melhor visualização do fenômeno será Mataraca, no Litoral Norte do estado, a 105 quilômetros de João Pessoa, onde a lua deve encobrir 34% do Sol.

Em João Pessoa, a APA e o Núcleo de Ensino e Pesquisa em Astronomia do IFPB (NEPA) vão promover uma observação gratuita aberta ao público a partir das 16h30, no Hotel Globo.
 
Em Taperoá, o projeto Mistérios do Universo promove a observação no açude Manoel Marcionilo a partir das 16h. Ambos os eventos vão contar com telescópios e máscaras apropriadas para a visualização do eclipse.

Mega-Sena não tem vencedores e acumula prêmio para o próximo sorteio.

Não houve vencedores no sorteio da Mega-Sena realizado neste sábado (19) pela Caixa Econômica Federal no município paulista de Presidente Venceslau, relativo ao concurso 1960. Os números sorteados foram 01, 18, 25, 37,  39 e 43, levando a disputa do prêmio para a próxima quarta-feira (23). A estimativa da Caixa é que o próximo concurso distribua R$ 32 milhões.

Na quina, quando cinco números são acertados, houve 116 apostas ganhadoras, com R$ 24.043,13 para cada uma. Na quadra, foram 6.655 apostas ganhadoras, com R$ 598,69 para cada.

A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília), do dia do concurso, nas mais de 13 mil casas lotéricas do país.

Vitória bate Corinthians e tira invencibilidade do líder.

Com casa cheia, o líder Corinthians deixou de ampliar sua vantagem da Tabela do Brasileirão sobre o Grêmio, segundo colocado, e perdeu para o Vitória, por 1 a 0, na tarde deste domingo (19), no Itaquerão. Mesmo com a melhor média de público do Brasileiro, com mais de 37 mil pessoas por jogo, a melhor campanha, a pausa de duas semanas pode ter esfriado a sequência vitoriosa.

O alvinegro deixou escapar a invencibilidade aos 11 minutos do primeiro tempo, quando Tréllez pela direita abriu o placar.

Em 20 jogos na competição, o Corinthians soma 47 pontos, com 14 vitórias, cinco empates, e, agora, a primeira derrota. O Grêmio joga neste domingo, mas ainda com oito pontos atrás do Corinthians, por enquanto, não oferece risco de tomar a liderança.

Na temporada, o Timão tinha 34 partidas seguidas sem derrotas na temporada, ao todo.

sábado, agosto 19, 2017

Temer encaminha ao STF parecer da AGU sobre aumento de impostos nos combustíveis.

O presidente Michel Temer encaminhou na quarta-feira, 16, ao Supremo Tribunal Federal (STF) um parecer da Advocacia-Geral da União (AGU) que defende a legalidade do decreto que reajustou a alíquota de PIS/Cofins sobre combustíveis.

A manifestação da AGU foi feita no âmbito de uma ação ajuizada pelo PT contra decreto de Temer que alterou as alíquotas. A relatora da ação é a ministra Rosa Weber.

O PT alega que o decreto é inconstitucional, sustentando que o aumento de tributos somente pode se dar mediante lei formal – e não por decreto -, exigível somente após decorrido do prazo de noventa dias da sua publicação. O partido pretende suspender os efeitos do decreto de Temer até o julgamento final da ação, com a consequente restauração do valor anteriormente cobrado pelos combustíveis.

Para a AGU, o princípio da legalidade foi respeitado na edição do decreto. Além disso, destaca o órgão, “é certo e incontroverso que, sob o prisma da ordem jurídica, o decreto questionado enquadra-se na categoria de ato normativo dito secundário, situado hierarquicamente em plano inferior às leis que lhe cabe regulamentar, o que inviabiliza o cotejo direto entre ele e a Constituição Federal”.

Segundo a AGU, o decreto nº 9.101/2017, “por se tratar de decreto regulamentar, não se sujeita ao controle concentrado de constitucionalidade”. “Em sendo assim, a presente ação direta de inconstitucionalidade não deve sequer ser conhecida, por manifesto descabimento”, diz o órgão.

Justiça manda MEC cumprir indicador que determina investimento mínimo por aluno.

Uma decisão do juiz federal José Carlos do Vale Madeira, do Maranhão, determinou que o Ministério da Educação (MEC) homologue, em um prazo de 60 dias, o Custo Aluno-Qualidade Inicial (CAQi), que é um indicador que mostra quanto deve ser investido ao ano por aluno de cada etapa e modalidade da educação básica para garantir um padrão mínimo de qualidade do ensino.

Na decisão, o juiz diz que a administração pública não pode esquivar-se da missão de adotar os procedimentos necessários e adequados para que o interesse público seja preservado. “Assim, evidente a mora da União na definição dos parâmetros de composição do CAQi, bem ainda de implementá-lo como parâmetro mínimo para financiamento da educação de todas as etapas e modalidades da educação básica”, afirma o juiz. O autor do processo que resultou na decisão é a Federação dos Municípios do Estado do Maranhão.

A meta 20.6 do Plano Nacional de Educação (PNE) determinou que o CAQi deveria ter sido implantado até 2016. No ano passado, o MEC criou a Comissão Interinstitucional de Acompanhamento da Implementação do CAQi-CAQ.

Para Daniel Cara, coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, entidade que criou o CAQi, a decisão faz uma reparação histórica. “O CAQi é um instrumento imprescindível para a garantia da aprendizagem do alunos e de condições adequadas de trabalho para as educadoras e para os educadores. Além disso, o CAQi corrige distorções federativas”, aponta.

O Ministério da Educação informou que ainda não foi notificado oficialmente. “Quando isso ocorrer, o documento será encaminhado para a Conjur [consultoria jurídica] do Ministério para que adote as medidas jurídicas cabíveis ao caso”, disse o MEC, em nota.

RN tem mais policiais mortos do que estado de São Paulo.

Números
Com mais de 86 mil integrantes, a Polícia Militar de São Paulo teve 22 mortos este ano, a maioria fora do serviço.

São pessoas caçadas como animais silvestres, a maioria vítima em serviço particular de segurança – o chamado “bico”. 

No Rio Grande do Norte, a baixa até aqui chega a 14 homens, com um universo infinitamente menor, mas com as mesmas características dos colegas paulistas.

Em resumo, o RN tem proporcionalmente muito mais policiais mortos do que São Paulo.

A Polícia Militar de São Paulo conta com mais de 86 mil homens e a do Rio Grande do Norte apenas cerca de 8.300.

Déficit
A de São Paulo é a maior tropa do país, mas assim mesmo precisaria saltar para 93.070 e o Rio Grande do Norte para 13.466.

O Rio Grande do Norte está com um déficit de 5.166 homens – 61,6% – e não faz concurso público há cerca de 12 anos.

Polícia reduzidíssima, acuada e também vítima da violência que o Estado não consegue conter.

Mas o campeão em letalidade é o Rio de Janeiro, com 92 policiais mortos só de janeiro a julho de 2017. Sua tropa é de 45.865 homens e mulheres na ativa. 

População de rua ainda luta para romper invisibilidade e garantir direitos.

Aos 12 anos, Fabiana Aparecido saiu de casa sem rumo certo. Os conflitos com a família levaram a jovem a buscar independência nas ruas. Dois anos depois, ainda adolescente, engravidou da primeira filha. Pouco depois, conheceu Heliovan Evangelista de Souza, com quem viria a ter mais seis filhos e três netos. Ao longo de 18 anos, eles dividiram as ruas de Brasília, percorrendo as Asas Norte e Sul ou buscando abrigo em bairros mais distantes do centro, como Taguatinga. “Cada dia era um lugar diferente”, conta Fabiana, que enfrentou diversas situações de violência e problemas com o uso abusivo de drogas.

Desde o último mês, a rotina marcada pela busca quase diária de apoio, comida e roupas no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), passou a ocupar um lugar na memória. A aproximação com organizações sociais e a possibilidade de integrar a equipe da Revista Traços, levou-a a buscar outra experiência de vida, fora das ruas. A Traços é um projeto que tem o objetivo debater a cultura produzida no Distrito Federal e que conta, em sua produção e distribuição, com o trabalho de 50 pessoas que vivem em situação de rua. Fabiana, Heliovan e a filha caçula, Tainá, estão na capa da nova edição da revista, que conta a história da família.

Neste sábado, 19 de agosto, é celebrado o Dia Nacional de Luta da População em Situação de Rua. Fabiana compunha a população de pouco mais de 100 mil pessoas que vivem em situação de rua, em todo o Brasil, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O número é uma estimativa baseada em dados do Censo do Sistema Único de Assistência Social (Censo Suas) de 2015, pois o Brasil não possui dados oficiais sobre esse segmento, o que contribui para ampliar a dificuldade de planejar e implementar políticas públicas para essa população.

Recebendo um auxílio do governo do Distrito Federal destinado a pessoas que se encontram em situação vulnerável, bem como um auxílio-moradia que garante o pagamento de um aluguel, ela pode, aos 35 anos, recomeçar.  “Eu consegui sair da rua e me reconciliar com dois filhos que eu não via há 10 anos. Minha filha caçula está morando comigo, agora minha família está toda junta”, comemora. Sem esquecer os amigos que a acompanharam nessa trajetória, invisível para a maior parte dos moradores da capital federal, ela abriu as portas da casa nova para um casal que também busca sair das ruas. “Eu tenho muito orgulho de poder ajudar agora”, diz, para logo então listar os próximos planos: a conclusão de um curso de corte e costura e o retorno aos estudos.

Muitas vezes, a falta de informações e compreensão sobre as características e as dinâmicas das vidas de pessoas que vivem nas ruas faz com que elas tenham direitos negados, inclusive quando buscam órgãos públicos. Aos poucos, contudo, avanços são conquistados. Recentemente, estudantes do DF que vivem nas ruas ganharam, na Justiça, o direito ao pleno acesso ao passe livre estudantil. A principal dificuldade para acessar o benefício estava na impossibilidade de comprovação de endereço fixo, uma das exigências da legislação local que foi superada pela decisão.

Bolsonaro leva ovada durante evento em São Paulo.

O deputado Jair Bolsonaro (PSC) levou uma ovada de uma manifestante durante uma visita ao comércio local de Ribeirão Preto (SP) na tarde desta quinta-feira, 17. O ato acontece dez dias depois do prefeito de São Paulo, João Doria, ser atingido também por um ovo durante um evento na Câmara Municipal em Salvador.

O político estava com apoiadores em uma cafeteria no cruzamento das ruas São Sebastião e Álvares Cabral, no Centro da cidade, tirando foto com simpatizantes e apoiadores quando uma mulher se aproximou, tocou no ombro dele. Quando Bolsonaro se virou, a mulher apertou um ovo contra o peito do deputado e fez críticas à sua postura política.

A suspeita de dar a ovada foi detida pela Polícia Militar e levada para a delegacia. Bolsonaro seguiu para o mesmo local para registrar a ocorrência.

Funasa publica chamamento público para seleção de pesquisa.

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa), por meio do Departamento de Saúde Ambiental (Desam), comunica que iniciou o processo de seleção de novas pesquisas na área de Saúde Ambiental para este ano.

Dessa forma, o órgão publicou no Diário Oficial da União, 04 de agosto de 2017, na seção 03, pág. 101, o extrato do Edital de Chamamento Público nº 02/2017. Os interessados poderão encontrar o referido edital no site da Funasa: www.funasa.gov.br

Nordeste Open de Jiu-Jitsu distribuirá mais de R$ 40 mil em prêmios.

A 10ª edição do Nordeste Open de Jiu-Jitsu (NEOJJ), confirmada para os dias 8, 9 e 10 de setembro, no ginásio do Sesi, em Natal, distribuirá mais de R$ 40 mil em prêmios, sendo R$ 25 mil desse montante em dinheiro. A expectativa é de que mais de 2 mil atletas de todo o Brasil marquem presença na competição. Por revelar talentos, o evento é considerado o principal do Nordeste e um dos mais importantes no cenário da arte suave no país. As inscrições seguem abertas até 27 de agosto e devem ser feitas exclusivamente pelo site www.neojj.com.br.

A premiação dos competidores acontecerá de diferentes formas, a depender da categoria disputada. As disputas nas categorias Absoluto Adulto, Absoluto Máster e Absoluto Geral Feminino somarão mais de R$ 15 mil em prêmios. Na categoria juvenil, os quatro primeiros colocados receberão medalhas e kimono. Uma das novidades desta edição é a premiação para os atletas segundo colocados nas categorias absoluto, que receberão um kimono, no masculino e feminino.

Para as academias campeãs Kids, Adulto e Máster, a premiação será em troféus. As cinco primeiras academias campeãs geral receberão troféus e valores em dinheiro, distribuídos em R$ 4 mil. A competição ainda premiará a academia campeã geral do evento com uma Moto Honda.

Na disputa anterior do NEOJJ, em abril deste ano, participaram 1.665 atletas e representantes de 50 academias vindos de São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Paraíba e de mais sete estados brasileiros. Ao todo, mais de 6 mil atletas já passaram pelos tatames, desde a edição de estreia, há quatro anos. O acréscimo significante no número de participantes a cada temporada é a razão do aumento de dois para três dias de competição, além da organização e os diferenciais do torneio.

Como nas edições passadas, a arbitragem do evento será chancelada por profissionais da International Brazilian Jiu-JitsuFederation (IBJJF) e Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ). “Para dar segurança ao atleta, seguimos todas as normas técnicas e de segurança, estabelecidas pela Confederação Brasileira da modalidade”, explica um dos organizadores da prova, Nivaldo Pereira.

Nesta edição da NEOJJ, quem for apreciar as competições poderá contribuir doando 1kg de alimento não perecível. Os itens arrecadados serão doados a algumas entidades a serem definidas. “A proposta é despertar na população a solidariedade, de modo que ela não fique apenas nos dias das competições, mas que seja uma constante na vida das pessoas”, frisa Gabriel Negreiros, também organizador do evento.

O Nordeste Open de Jiu-Jitsu (NEOJJ) é uma realização da HC Sports e da Fábrica de Esportes, com o patrocínio máster da Cabo Telecom.

Serviço:
10º Nordeste Open de Jiu-Jitsu – NEOJJ
Data: 08, 09 e 10 de setembro de 2017
Local: Ginásio do Sesi – Natal/RN
Inscrições e informações: www.neojj.com.br

MEC prorroga prazo de inscrições para cursos técnicos do Pronatec.

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou até terça-feira (22) o prazo de candidatura ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) – Oferta Voluntária, que terminaria hoje. São oferecidas mais de 500 mil vagas gratuitas, tanto presenciais, quanto a distância, em cursos de formação inicial e continuada e cursos técnicos. As inscrições devem ser feitas pela internet, na página do Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica.

Podem se candidatar todos os cidadãos brasileiros com mais de 15 anos. Os cursos, com duração mínima de 160 horas, são oferecidos por instituições privadas de educação profissional e tecnológica, de forma voluntária, e englobam as mais diversas áreas.
 
Após efetivar a inscrição online, o candidato deverá validar a matrícula entre os dias 28 de agosto e 22 de setembro, no site da Instituição que ofertará o seu curso. As aulas terão início a partir de 28 de agosto.

Fones de ouvido podem ter mais de 10 mil bactérias e fungos, diz estudo.

Um grande número de pessoas usa fones de ouvido no trabalho, nos transportes públicos, quando vai correr e até na rua para atender o celular sem precisar segurá-lo, mas será que alguém já pensou em limpar estes objetos? Se não pensou, devia. Pelo menos depois de saber a quantidade de bactérias e fungos que os fones podem acumular.

De acordo com um estudo realizado pela faculdade de medicina da Devry Metrocamp, em Campinas, no Brasil, os fones acumulam cerca de 10 mil tipos diferentes de fungos e bactérias. Segundo o site M de Mulher, os pesquisadores chegaram a este número depois de analisar 40 fones diferentes. Em 86% dos aparelhos analisados existiam microorganismos que podiam provocar infecções, seja na pele ou nas vias aéreas.

E nem precisam de ser aqueles fones de colocar dentro da orelha, os chamados ‘headphones’ também acumulam bactérias e fungos, ainda que em menor quantidade, e por isso devem ser limpos. Os cientistas revelaram ao G1 que não se deve dividir os fones com ninguém e eles devem ser totalmente limpos com álcool isopropílico, que não estraga os aparelhos eletrônicos.

Estágio do Ministério da Agricultura tem vaga para o RN.

O Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) está com inscrições abertas em processo seletivo para preenchimento de 784 vagas de estágio, sendo 559 para o ensino superior e 225 para o ensino médio, e formação de cadastro reserva para o programa de estágio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

A seleção contempla 56 cidades do país, inclusive do Rio Grande do Norte.

O candidato deverá ter disponibilidade de estagiar em regime de 4h diárias e 20h semanais ou 6h diárias e 30 semanais, de manhã ou à tarde.

Mais informações no edital, disponível no site www.ciee.org.br, onde devem ser feitas inscrições e prova on-line gratuitas até as 23h59 (horário de Brasília) de 01/09.

Em João Câmara/RN Audiência Pública discute Ensino Aprendizagem.


Nesta sexta-feira (18), ocorreu a “Audiência Pública” sobre o ensino-aprendizagem do município de João Câmara/RN.

O evento teve a participação de vários populares e educadores. Participou como palestrantes a professora e doutora Aparecida Fernandes e o secretário de educação Silvano Carlos.

A Audiência Pública foi uma solicitação do vereador pastor Frank, com aprovação da Casa Legislativa de João Câmara/RN.

Descarrilamento de trem deixa 23 mortos e 40 feridos na Índia.

Pelo menos 23 pessoas morreram e 40 ficaram feridas hoje (19) por causa do descarrilamento de um trem no estado de Uttar Pradesh, no Norte da Índia, onde as equipes de emergência trabalham para resgatar as pessoas presas, informou a polícia em comunicado.

O acidente ocorreu por volta das 17h30 (9h em Brasília) em Muzaffarnagar. Seis vagões de um trem da Kalinga Utkal Express, que vinha da cidade oriental de Puri, saíram da via, segundo uma fonte dos serviços de resgate.

O ministro indiano de Ferrovias, Suresh Prabhu, ordenou às autoridades da cidade que se dirijam ao local do acidente, para onde já foram enviadas várias ambulâncias.

"Estão sendo feitos todos os esforços para garantir a rápida operação de socorro e resgate", afirmou o ministro em sua conta no Twitter. Segundo ele, já foi ordenada uma investigação sobre o acidente e serão tomadas medidas "rígidas" para descobrir algum tipo de "erro".

A Força Nacional de Resposta a Desastres (NDRF, por sua sigla em inglês) também enviou várias equipes ao local para ajudar nos trabalhos de resgate, conforme informou o departamento na mesma rede social.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, e o presidente, Ram Nath Kovind, expressaram pesar pela tragédia em suas respectivas contas no Twitter, por meio das quais manifestaram apoio às famílias das vítimas.

Empregado demitido por abrir “gemidão” reverte justa causa no RN.

Por ter aberto uma “pegadinha” no Whatsapp, motoqueiro da Drogaria Aliança Ltda. terminou por ser demitido por justa causa.
Embora a postagem do serviço de mensagem online aparente ser um vídeo jornalístico, na verdade contém um áudio de uma mulher gritando alto em tom sexual

A 5ª Vara do Trabalho de Natal (RN) acolheu ação trabalhista ajuizada pelo motoqueiro, revertendo sua demissão para dispensa sem justa causa.

Na ação, o ex-empregado alegou que, involuntariamente, caiu em uma pegadinha” em seu horário livre ao abrir uma mensagem que lhe foi enviada.

Ele  afirmou ainda que  “tal pegadinha é costumeira nos grupos de Whatsapp e tem o intuito de constranger a pessoa que recebe o vídeo”.

De acordo com a Drogaria Aliança, no entanto,  o motoqueiro demonstrou “maus hábitos “, utilizando o celular para assistir a vídeos em horário de expediente,  “sobretudo quando comete ofensa ao pudor”, em “total desrespeito aos colegas de trabalho, clientes e a própria empresa”.

A empresa alegou ainda que o áudio, “reproduzido em alto volume”, resultou  em diversas reclamações e prejuízos, pelo fato de que vários “clientes saíram sem efetuar suas compras ao ouvirem os sons que ecoaram por todo estabelecimento”

Para a juíza Isaura Maria Barbalho Simonetti, sendo incontroverso que  o trabalhador encontratava-se utilizando o aplicativo Whatssap durante o expediente e que assistiu a um vídeo pornográfico, restaria apenas decidir se tal ato foi intencional ou não.

De acordo com ela, inexistem nos autos provas cabais da intenção do autor da ação em causar o constrangimento e nem quanto aos prejuízos  alegados pela empregadora.

Ela destaca que a “empresa sequer produziu prova testemunhal” para comprovar suas alegações.

Também não apontou “com exatidão o número de clientes presentes no momento, se houve reclamações formais ou queda nas vendas após o episódio, sequer mencionando, ainda que aproximadamente, uma estimativa de prejuízo financeiro”

No entendimento da juíza Isaura Simonetti, “a punição mais severa”, que é a demissão por justa causa, deve ocorrer quando não restar dúvidas acerca da intenção do empregado em praticar a conduta que pode justificá-la, o que não foi o caso.

Gilmar dá novo habeas corpus a líder da máfia dos ônibus.

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), concedeu nesta sexta-feira (18) novo habeas corpus ao empresário Jacob Barata Filho, que tinha sido preso no início de julho.

Na quinta (17), Gilmar concedeu habeas corpus ao empresário. Pouco depois, o juiz federal Marcelo Bretas determinou nova prisão preventivacontra o empresário.

“A jurisprudência do Supremo Tribunal Federal é no sentido de que, uma vez concedida a ordem de habeas corpus, eventuais decisões ulteriores que, por via oblíqua, buscam burlar seu cumprimento, são direta e prontamente controláveis pela corte”, escreveu Gilmar na decisão.

Para ele, as medidas cautelares impostas em lugar da prisão já são suficientes para impedir que Barata cometa novos delitos.

“A prisão foi decretada para assegurar a aplicação da lei penal, visto que o paciente estava viajando para o exterior com quantia em dinheiro, portando documento que indicava ciência da existência da investigação em seu desfavor; e para a garantia da ordem pública, visto que, ao praticar a suposta tentativa de evasão de divisas, o paciente estaria reiterando em práticas criminosas”, escreveu Gilmar.

“Ainda assim, tenho que as medidas cautelares anteriormente fixadas são suficientes para afastar a necessidade da prisão preventiva. Especialmente relevante para tal finalidade é a proibição de se ausentar do país, com obrigação de entrega de passaportes. Essa medida é suficiente para reduzir o alegado risco de fuga.”

Ele criticou o fato de não ter sido informado sobre o novo pedido de prisão que havia contra o empresário.

“Ao impetrar esta ação de habeas corpus, os impetrantes sabiam, ou ao menos deveriam saber, da existência do segundo decreto de prisão, mas não dividiram a informação com este Juízo. Esse dado poderia inclusive ser relevante para a avaliação da necessidade da prisão preventiva por este Supremo Tribunal”, afirmou.

Gilmar foi padrinho de casamento da filha do empresário.

Termina segunda-feira prazo para quem recebe auxílio-doença agendar nova perícia.

Termina nesta segunda-feira (21) o prazo para que beneficiários do auxílio-doença convocados pelo Diário Oficial da União (DOU) procurem o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para agendar nova perícia médica.

Os beneficiários convocados no dia 1º de agosto são aqueles com os quais o INSSs não conseguiu entrar em contato por meio de cartas, que, devido às informações insuficientes ou erradas, foram devolvidas pelo Correios.

Inicialmente, o prazo de cinco dias a partir da publicação da convocação terminaria no dia 5 de agosto. No entanto, horas antes do fim do prazo, o Ministério do Desenvolvimento Social anunciou, por meio de nota enviada à imprensa, que a data limite estava sendo prorrogada para 21 de agosto.

A prorrogação foi divulgada um dia após a 20ª Vara Federal de Porto Alegre (RS) conceder liminar favorável à Defensoria Pública da União (DPU), que pedia que o INSS restabelecesse o pagamento de benefícios por incapacidade cancelados antes que os segurados tivessem passado por nova perícia.

Segundo Ana Luisa Zago de Moraes e Thales Arcoverde Treiger, respectivamente defensores públicos federais no Rio Grande do Sul e no Rio de Janeiro, beneficiários procuraram o órgão com a queixa de que não conseguiam agendar a data da perícia pela central telefônica do instituto e, mesmo assim, estavam tendo seus benefícios suspensos.

Na ação, os defensores públicos citam nominalmente exemplos de segurados que, embora só tenham conseguido agendar a perícia para novembro, tiveram o auxílio-doença suspenso. A liminar judicial tem abrangência nacional.

Quem recebe o seguro por incapacidade e não recebeu, pelo Correio, a convocatória para agendar a perícia, deve conferir se seu nome consta da lista publicada no dia 1º de agosto.

Os convocados devem entrar em contato com a Central de Teleatendimento do INSS, no número 135, e agendar a reavaliação. No momento da perícia, o segurado deve apresentar toda documentação médica que justifique o recebimento do benefício, como atestados, laudos, receitas e exames.

Caso o segurado se encontre internado ou enfermo e não puder comparecer à perícia, deverá pedir a uma pessoa de sua confiança que informe, em uma agência do INSS, sobre o impedimento. É necessário que esse representante apresente a identidade do segurado e um documento que comprove o impedimento. Com isso, ele poderá solicitar uma perícia hospitalar ou domiciliar.

O não atendimento à convocação ou o não comparecimento na data agendada pode levar o auxílio a ser suspenso ou cancelado.

Até meados de julho, foram realizadas quase 200 mil perícias em todo o país. Como resultado, 160 mil pessoas tiveram o benefício cancelado por não precisarem mais recebê-lo.

Primeiro grande avião de passageiros chinês é um expoente do “Made in China".

O primeiro avião comercial de grande porte de fabricação chinesa está em fase de testes de voo e é um dos expoentes do plano do governo central chamado “Made in China 2025”, que tem por objetivo promover a produção interna de bens de alta tecnologia, como robôs, medicamentos, carros elétricos e equipamentos aeroespaciais.

Batizado como C919, o avião, com capacidade para transportar entre 158 e 168 passageiros, começou a ser desenvolvido em 2008 pela empresa estatal Commercial Aircraft Corporation of China (Comac), com sede em Xangai. No início de maio deste ano, fez seu voo inaugural no Aeroporto Internacional Pudong de Xangai, de onde decolou e posou.

De acordo com o responsável pela área de montagem do C919, Wang Hai, mais dois jatos estão em fabricação. Segundo ele, a empresa precisa ter pelo menos oito aeronaves construídas para conseguir a certificação da Administração da Aviação Civil da China e, assim, ter autorização para fazer voos domésticos.

“Pelo nosso plano, devemos conseguir o certificado de aeronavegabilidade do C919 até 2020 e entrar no mercado chinês em 2021”, disse. “As companhias aéreas chinesas já fizeram encomendas do novo avião”.

Em uma etapa posterior, está previsto o lançamento do C919 no mercado internacional. Com autonomia de voo de até 5,5 mil quilômetros, o jato chinês deverá disputar espaço em um mercado dominado pelas gigantes Airbus e Boeing. “É um avião que terá preço competitivo, é seguro, confortável e menos poluente, pois emite 12% a menos de dióxido de carbono”, afirmou Wang Hai.

Mercosul não reconhece Constituinte venezuelana.

O Ministério das Relações Exteriores divulgou no dia (18) uma nota em que diz que os países fundadores do Mercosul – Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina – condenam e não reconhecem a decisão da Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela de “usurpar” as atribuições do parlamento venezuelano.

“Os países fundadores do Mercosul não reconhecem essa medida ou qualquer outra adotada pela Assembleia Constituinte, cuja convocação foi feita ao arrepio da ordem constitucional venezuelana”, diz o comunicado.

A nota destaca que a Assembleia Nacional da Venezuela (Parlamento) foi eleita democraticamente pela maioria dos venezuelanos e “é a única e exclusiva titular” do Poder Legislativo no país.

Composta por aliados do presidente Nicolás Maduro, a Assembleia Nacional Constituinte decidiu hoje, por unanimidade, que vai assumir competências do Parlamento da Venezuela, controlado pela oposição. A decisão foi anunciada após o conselho da Assembleia Nacional (Câmara dos Deputados) não comparecer a uma reunião convocada pela ANC para hoje.

“Com essa medida, restringe-se ainda mais o espaço para o convívio institucional na Venezuela e agudizam-se os conflitos, em sentido oposto ao necessário restabelecimento da democracia.”, avalia o comunicado do Itamaraty.

A oposição venezuelana critica a Constituinte e a acusa de ser um instrumento do governo de Maduro para consolidar uma ditadura no país.

O Parlamento da Venezuela, de ampla maioria opositora, rejeitou hoje (18) a sua “dissolução” ordenada pela plenipotenciária Assembleia Nacional Constituinte (ANC), integrada unicamente por chavistas, e convocou os deputados e o povo para uma sessão neste sábado.

Escola de SP marca mão de alunos para evitar repetição de merenda.

Escola Municipal de Ensino Fundamental João Amós Comenius, na Brasilândia, Zona Norte de São Paulo, adotou uma prática polêmica tornada pública pelo jornal Agora. Para evitar que os alunos repitam a merenda quando são servidos alimentos industrializados, como bolachas e iogurtes, os estudantes recebem uma marcação na mão feita com um canetão.

Acionada pelo jornal, a Secretaria de Educação da gestão João Doria condenou a prática, mas disse que a repetição de alimentos industrializados por parte dos alunos não é recomendada por “questões nutricionais”, para que seja garantida “uma alimentação mais saudável e equilibrada”.

A secretaria garantiu que a repetição da merenda composta por itens como grãos, frutas e verduras, servida no almoço e na janta, é permitida.

FHC incluiu termo polêmico em peça do PSDB na TV.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é o autor da inclusão do termo “presidencialismo de cooptação” usado no programa do PSD que causou o mais novo capítulo do racha no partido.
 
Indagado pela Folha, o tucano disse que viu o roteiro antes da gravação e fez “uma correção”. “Como havia uma crítica ao presidencialismo de coalizão, eu corrigi, dizendo que a crítica deveria ser ao ‘presidencialismo de cooptação'”, afirmou.
 
“Qual é a diferença? É que, neste último, dá-se uma relação com pessoas, mediada por nomeações e interesses pessoais, chegando aos financeiros”, explicou.
 
“O outro [presidencialismo de coalizão] supõe uma convergência de pontos programáticos em consequência de apoio aos quais se abrem espaços no governo.”
 
A corruptela incomodou tucanos e também políticos que viram na crítica ao sistema político mais uma deixa para pedirem cargos que hoje estão com o PSDB.
 
A peça de dez minutos foi ao ar na quinta-feira (17) em rádio e televisão e imediatamente agravou a crise interna no partido.
 
Ao fazer uma autocrítica e dizer que o PSDB errou ao deixar de lado suas origens e “ceder” ao fisiologismo, o vídeo despertou reação de três dos quatro ministros tucanos no governo de Michel Temer.

Três corpos são encontrados na zona rural de Rio do Fogo/RN.

A Polícia Militar de Rio do Fogo no litoral Norte Estado,  registrou na manha deste sábado um triplo homicídio no Distrito da Vila Punaú.  Três homens foram assassinados em um terreno baldio. Os corpos tinham marcas de tiros.

A polícia Militar informou ao G1 RN que populares haviam informados que um quarto corpo teria sido jogado no rio Punaú. A polícia não tem detalhes de como o triplo homicídio aconteceu, se as vítimas foram mortas no local onde os corpos foram encontrados ou se foram levados já mortos. Até o início da tarde, as vítimas ainda não haviam sido identificadas.

Oito pessoas são baleadas e dono de bar morre durante festa na Zona Norte.

Oito pessoas ficaram feridas e um homem morreu durante um atentado que aconteceu durante uma festa no conjunto Soledade 2, Zona Norte de Natal.

O caso aconteceu por volta das 22h30 de ontem, 19. Cinco homens pararam um carro no local, uma festa aberta em frente à um bar, e dispararam contra a multidão.

Francisco das Chagas Ferreira do Nascimento, 53 anos, dono do bar, morreu no local. Francisco tinha ido a frente do estabelecimento para servir bebidas e ficou na linha de tiros.

O caso será investigado pela DHPP. Segundo o delegado, já há uma linha de investigação, mas ela não será divulgada para não atrapalhar a apuração do caso.

Ministro mantém prisões de assessores do governador Robinson.

O Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Raul Araújo, que determinou a Operação Anteros, deflagrada pela Polícia Federal no Rio Grande do Norte na terça-feira (15), manteve as prisões dos dois assessores do Governador Robinson Faria (PSD): Adelson Reis e Magaly Cristina.

Adelson segue preso no Quartel da Polícia Militar. Já Magaly, está no Complexo Penal João Chaves, na Zona Norte de Natal.
 
A Operação Anteros tem como principal alvo o Governador Robinson Faria, que teve mandados de busca e apreensão cumpridos em suas residências na Praia de Areia Preta, em Natal, e no Condomínio Porto Brasil, em Pirangi. E ainda em seu gabinete na Governadoria, bem como em um anexo da Assembleia Legislativa.

sexta-feira, agosto 18, 2017

Foragido na lista dos mais procurados do Norte e Nordeste do país é preso em Rio das Ostras, no RJ.

O traficante Caio Wellington Cardoso dos Santos, de 26 anos, apontado pela Polícia Civil como o responsável pelo massacre na Penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte em janeiro de 2017 foi preso na manhã desta sexta-feira (18) em Rio das Ostras, na Região dos Lagos do Rio. O chefe da facção criminosa que teria iniciado a rebelião mais violenta do Estado do RN, deixando 26 mortos, estava foragido e foi localizado em um prédio no bairro Costa Azul. Uma mulher e um homem também foram presos em flagrante por tráfico de drogas na ação.

Caio é um dos criminosos mais procurados das regiões Norte e Noroeste do país por crimes como homicídio - pelo menos 25 são investigados, roubo de carga e tráfico de drogas. De acordo com a Polícia Civil, ele é "considerado o criminoso mais temido do Amazonas".

A operação foi realizada em conjunto entre a Força Nacional, a Delegacia Especializada em Armas Munições e Explosivos (Desarme) e a Delegacia de Homicídios do Amazonas. Pelo menos 10 policiais participaram da ação registrada pelo repórter cinematográfico da Inter TV, Cadu Alves. Não há informações sobre há quanto tempo ele estava foragido da prisão.

"Já estávamos monitorando essa quadrilha", afirmou Marcus Rezende, delegado comandante da operação.

Caio foi levado para a Cidade da Polícia, no Rio de Janeiro, ainda na manhã desta sexta. Segundo informações dadas pela Força Nacional no local da prisão, ele viajou de carro de Manaus para a Região dos Lagos por medo de morrer, devido a uma briga entre facções criminosas que atuam no Norte. Ainda de acordo com o órgão, a explicação foi dada pelo próprio Caio no momento da abordagem.

Suspeitos planejavam ‘ataque de maior alcance’ em Barcelona, diz polícia.

Os suspeitos pelos ataques em Barcelona e Cambrils, na Espanha, preparavam um “atentado de maior alcance”, afirmou nesta quarta-feira o chefe da polícia regional da Catalunha, Josep Lluís Trapero.

“Estavam preparando um ou vários atentados em Barcelona. A explosão em Alcanar (na noite de quarta-feira) foi o que evitou um ataque de maior alcance”, afirmou Trapero, se referindo ao incidentes neste município 200 km ao sul de Barcelona.

Segundo a polícia, uma quantidade ainda não determinada de pessoas estava nesta casa em Alcanar na quarta-feira preparando explosivos quando o imóvel explodiu, matando uma pessoa.

Governo amplia público-alvo de vacinas de HPV para adultos até 26 anos.

Municípios que tenham vacina de HPV em estoque com prazo de validade até setembro poderão, a partir de hoje (18), aplicá-la em homens e mulheres com até 26 anos. Terminado o estoque que está prestes a vencer, as vacinas deverão voltar a ser administradas apenas para o público-alvo, de 9 a 15 anos.

As orientações são do Ministério da Saúde e foram aprovadas ontem (17), em Brasília, durante a reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), composta por representantes do governo federal, estados e municípios. A medida é de caráter temporário e tem, segundo a pasta, o objetivo de evitar um possível desperdício de doses que permaneçam nos estoques dos municípios.
Para a faixa etária de 15 a 26 anos, a orientação do Ministério da Saúde é o esquema vacinal com três doses, com intervalo de dois e seis meses. As pessoas que tomarem a primeira dose neste período, excepcionalmente, terão as duas doses subsequentes garantidas no Sistema Único de Saúde (SUS).

O Ministério da Saúde repassa mensalmente as vacinas aos estados, conforme solicitação local. Os estados, por sua vez, são responsáveis por distribuir as doses aos municípios para garantir a vacinação da população.