domingo, dezembro 31, 2017

Aprovação de medidas de ajuste é desafio para equipe econômica em 2018

Apesar da recuperação da economia no segundo semestre de 2017, a equipe econômica do governo ainda tem desafios para vencer em 2018. Com discussões adiadas pelo Congresso e com a decisão do Supremo Tribunal Federal de suspender a protelação dos reajustes ao funcionalismo federal, as medidas de ajuste fiscal representam uma fonte essencial de receitas para o governo fechar as contas e cumprir a meta de déficit primário de R$ 157 bilhões para este ano que se inicia.

Originalmente, o governo pretendia que as medidas resultassem em ajuste de R$ 21,4 bilhões para 2018. Desse total, R$ 14 bilhões viriam do aumento de tributos e R$ 7,4 bilhões, de cortes de gastos obrigatórios. O adiamento das votações para o ano novo e a decisão do STF reduziram o ajuste para R$ 13,6 bilhões na melhor das hipóteses.

A maior perda, de R$ 6 bilhões, corresponde à antecipação do Imposto de Renda (IR) sobre fundos exclusivos de investimento. Por causa do princípio que estabelece que aumentos de impostos só podem entrar em vigor no ano seguinte à sanção do presidente da República, o IR só poderá ser cobrado em 2019, caso a Medida Provisória (MP) 806 seja aprovada este ano.

As demais perdas decorrem da regra da noventena, que determina que aumentos de contribuições só podem vigorar 90 dias depois da sanção. A estimativa original do Tesouro Nacional previa a aprovação em dezembro do projeto de lei que reverte a desoneração da folha de pagamentos para quase todos os setores da economia e da MP que aumentaria, de 11% para 14%, a contribuição dos servidores para a Previdência do funcionalismo, para entrarem em vigor em abril.a

Com a eventual aprovação das propostas no início de fevereiro, as contribuições para a Previdência (pública e dos trabalhadores privados) só aumentariam em maio. O adiamento em um mês reduzirá o alcance do ajuste em mais R$ 1,8 bilhão.

A conta não inclui o impacto de R$ 4,4 bilhões do reajuste para o funcionalismo público federal, que deve ser julgado em fevereiro. Isso porque os servidores terão de devolver o valor pago a mais, caso o Supremo decida favoravelmente ao governo. Se o governo for derrotado no STF, o ajuste diminuirá ainda mais.

Brasileira é detida em aeroporto na Colômbia com 320 gramas de cocaína

 Uma brasileira que transportava 320 gramas de cocaína escondidas em sua roupa íntima foi detida no aeroporto internacional de Cartagena, na Colômbia, quando pretendia deixar o país sul-americano com destino à Suíça, informou neste domingo (31) a polícia colombiana. Informações da EFE.

A mulher, identificada como Luciana da Costa Estefani, de 45 anos e oriunda de Cachoeiro do Sul, no Rio Grande do Sul, tinha como destino final a cidade de Zurique, na Suíça, relatou a polícia em comunicado.

Luciana chamou a atenção das autoridades aeroportuárias porque vestia um casaco de clima frio, incomum para as altas temperaturas da caribenha Cartagena, acrescentou a informação.

Ao ser interrogada, a mulher argumentou que tinha ficado resfriada pelo ar condicionado do hotel, uma resposta que não convenceu os policiais que a levaram à sala de raio-x, onde um exame mostrou que transportava droga em pequenas sacolas plásticas escondidas no sutiã.

Obrigado, pelo que vivemos juntos em 2017.

Em 2018, estaremos juntos novamente, contribuindo com as notícias que você precisa.

Feliz 2018, Feliz Ano Novo.

Valdemar Tibá


Neymar e Bruna Marquezine reatam namoro em Noronha

Desde que Neymar e Bruna Marquezine foram vistos aos beijos no casamento de Marina Ruy Barbosa e Xande Negrão, em outubro deste ano, fãs do casal especulavam sobre a retomada do namoro. E, na madrugada deste domingo (31), o jogador e a atriz oficializaram a reconciliação na festa Borogodó, em Fernando de Noronha. O craque do Paris Saint-Germain – que alugou uma casa milionária em Taipu de Fora, na Bahia – desembarcou na tarde de sábado no arquipélago pernambucano e foi recebido por Bruno Gagliasso, dono da pousada Maria Bonita, onde Bruna Marquezine está hospedada.

Em vídeos feitos por pessoas que estavam no evento, os dois aparecem abraçados e aos beijos. Ao posar para as fotos oficiais, não esconderam o clima de romance e deram até um selinho para a câmera. Coincidência ou não, os dois mostraram sintonia fashion e apostaram em looks pretos para a festa, promovida pela agência Carvalheira como um dos eventos de Réveillon no destino turístico. Ao participar de um vídeo do youtuber Matheus Mazzafera, o camisa 10 da seleção brasileira se mostrou disposto à reconciliação. “Voltaria. Mais pelo carinho que eu tenho por ela, por gostar muito… A gente nunca sabe o dia de amanhã”, disse à época.

Seis pessoas morrem após queda de hidroavião na Austrália

Seis pessoas morreram, neste domingo, após a queda de um hidroavião no rio Hawkesbury, cerca de 50 quilômetros ao norte de Sydney. As vítimas participavam de um voo de “sightseen” com vinho e jantar antes das comemorações para a chegada de 2018 na Austrália.

A polícia informou que não sabe as causas do acidente e nem a identidade dos cinco passageiros, mas que está colhendo o depoimento de testemunhas que estavam em barcos no momento da queda do hidroavião, num dos dias mais cheios de embarcações no local. A sexta vítima do acidente é o piloto.

Segundo a mídia local, quatro das vítimas eram ingleses, porém a informação não foi confirmada pela polícia. Em Londres, o Ministério das Relações Exteriores disse que seus funcionários estavam em contato com autoridades locais em Sydney.

“Estamos prontos para prestar assistência consular”, disse um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores britânico.

O hidroavião era operado pela Sydney Seaplanes, uma importante empresa de turismo da capital. Várias celebridades usaram os serviços da empresa visitando Sydney, incluindo os astros do pop Ed Sheeran e Sam Smith, o guru da tecnologia Bill Gates, o comediante Jerry Seinfeld e a irmã caçula de Kate Middleton, Pippa Middleton.

Ainda de acordo com a polícia, o hidroavião estava voltando com o grupo de cinco pessoas de um restaurante à beira mar ao norte da sede da Sydney Seaplanes, em Rose Bay, ao leste da capital quando caiu na água e afundou imediatamente.

“Falamos com várias testemunhas. As investigações ainda estão muito recentes então não sabemos porque o avião caiu”, disse para repórteres o superintendente interino da polícia Michael Gorman, acrescentando que a polícia forense vai examinar o avião para avaliar quando ele poderá ser erguido do fundo do mar.

Gorman disse ainda que a polícia estava em contato com a Sydney Seaplanes para identificar as vítimas e que as famílias seriam contactadas antes da divulgação dos nomes.

A Sydney Seaplanes opera voos desde 1938, originalmente voando da Austrália até a Grã-Bretanha, uma viagem que exigiu 30 paradas para abastecimento e que ficou conhecima como a rota “Canguru”.

Mensagem de Ano novo do prefeito Maurício e Família a todos os Camarenses


Fantástico promete mostrar a realidade da insegurança no RN na última edição do ano

O repórter Global Maurício Ferraz está no Rio Grande do Norte montando uma reportagem especial para a última edição do Fantástico (ano 2017) que vai ao ar nesse domingo, 31 de dezembro, e promete mostrar os bastidores da insegurança no estado.

Ao lado do Subtenente Eliabe, presidente da associação de policiais militares norte-riograndense, o repórter fez um raio-x sobre a insegurança no estado, que perpetua há meses e sempre foi o tema oposto de discurso usado pelo atual governador Robinson Faria.

EUA: Policial morre e quatro são feridos por tiros em chamado doméstico

Um policial morreu e outros quatro ficaram feridos ao serem baleados enquanto atendiam a um chamado de ocorrência doméstica neste domingo no condado de Douglas, perto de Denver, nos EUA. Não se sabe qual é o estado de saúde dos agentes, e outras duas pessoas também foram baleadas. Forças de segurança contiveram a pessoa armada responsável pelo crime, que ocorreu num complexo de apartamentos, e acredita-se que ela esteja morta.

Oito ambulâncias foram encaminhadas ao local. Os vizinhos do apartamento onde aconteceu o crime foram alertados a não sair das suas casas, chegar perto de janelas ou permanecer em áreas a céu aberto.

A polícia pediu pelas redes sociais que os moradores de outras ruas não chegassem perto da área.

"Nesta manhã, vice-xerifes responderam a um chamado de ocorrência doméstica no complexo de apartamentos Cooper Canyon", dizia uma mensagem no Twitter da polícia local.

Um abrigo de emergência foi disponibilizado para as pessoas que, por conta do incidente, não puderam acessar as suas casas.

Usuários relatam problemas no WhatsApp

Usuários relataram problemas no WhatsApp através de suas redes sociais. Na tarde deste domingo (31), o nome do aplicativo estava entre os mais citados no Trending Topcs do Twitter.

Muitos usuários ao redor do mundo usaram o Twitter para questionar e confirmar se a falha era mesmo no aplicativo ou no serviço de internet.

O site Down Detector registrou um aumento no número de avisos de problemas com o aplicativo desde às 14h54 (horário de Brasília), atingindo um pico de mais de 1800 relatos sobre dificuldades no acesso.

Questionada sobre uma possível falha, a assessoria de imprensa do WhatsApp informou que "ainda não há posicionamento oficial sobre o assunto".

Sem Lula, Dilma aparece bem em pesquisas eleitorais

Com a aproximação do julgamento de Lula pelo TRF-4, o instituto Paraná fez um levantamento trocando o nome do ex-presidente por outros candidatos do PT.
 
De acordo com essa pesquisa, caso Lula não possa concorrer, o maior beneficiado será Jair Bolsonaro. O ex-militar lidera em todos os cenários, sempre acima dos 20 pontos porcentuais.
 
Mas a maior surpresa é o desempenho de Dilma Rousseff. Sem Lula, a ex-presidente seria a candidata mais competitiva do partido. Bolsonaro é o primeiro, com 22,8%.
Ela fica em segundo na pesquisa, com 13,4% dos votos, bem à frente de Geraldo Alckmin (8,7%), Ciro Gomes (7,7%) e Joaquim Barbosa (7,6%). Jacques Wagner, por exemplo, cravou 3,9%.
 
Sem a ex-presidente na disputa, Bolsonaro aparece com 23,2%. A segunda colocação ficaria com Marina Silva (14,8%)
 
O instituto perguntou também quem seria o candidato mais forte sem Lula. Entre nomes como Fernando Haddad, Gleisi Hoffman e Ciro, deu Dilma. Quase 30% acham que a ex-presidente herdaria naturalmente a votação do padrinho político. Que pesadelo.

Governo negocia liberação de brasileiro detido na Venezuela

O Ministério das Relações Exteriores está em negociação com o governo da Venezuela na tentativa de obter a liberação de um brasileiro preso no país vizinho essa semana. De acordo com o governo brasileiro, o Consulado do Brasil em Caracas mantém contato com as autoridades locais e com a família do jovem detido.

Segundo agências internacionais, a prisão do brasileiro Jonatan Moisés Diniz, de 31 anos, ocorrida essa semana, foi anunciada pelo deputado Diosdado Cabello, um dos principais nomes do governo Nicolás Maduro. De acordo com o ministério das Relações Exteriores, informações pessoais sobre o caso não serão divulgadas em respeito à privacidade do brasileiro.

Jonatan Diniz seria membro de uma ONG filantrópica que atua na Venezuela, mas de acordo com o deputado chavista, a entidade atua, na prática, como uma organização criminosa com “tentáculos internacionais”.

Os governos brasileiro e venezuelano estão em crise diplomática desde a semana passada, quando o embaixador do Brasil em Caracas foi declarado persona non grata pela Assembleia Nacional Constituinte.

Justiça autoriza remanejamento de R$ 225 milhões para pagamento de salários da segurança

Decisão do desembargador Cornélio Alves, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, autorizou o remanejamento de R$ 225 milhões de recursos destinados pelo Fundo Nacional de Saúde para o pagamento de salários dos policiais militares, civis e bombeiros.

A decisão atendeu mandado de segurança interposto pelas associações militares e dos policiais civis e delegados.

O Estado terá o prazo de dez meses para repor o valor aos cofres públicos. O valor remanejado poderá ser utilizado para quitar os salários de novembro, dezembro e 13º salário dos profissionais de segurança que estão parados desde o dia 19 de dezembro.

Número de militares que atuarão no Rio Grande do Norte sobe para 2.600

Para garantir a segurança nas ruas das cidades do Rio Grande do Norte durante o réveillon e os primeiros dias do ano, o governo federal colocará em operação, até este domingo (31), cerca de 2.600 homens das Forças Armadas no estado. A previsão inicial era de que 2.000 integrantes do Exército, da Aeronáutica e da Marinha, além da Força Nacional, reforçassem a segurança no estado após a paralisação de policiais militares e civis.

De acordo com o governo no estado, 1.100 militares já estão atuando na Operação Potiguar III. Nas próximas horas, centenas de homens, procedentes de Pernambuco, Alagoas e Paraíba, devem reforçar os trabalhos. Além de Natal, a região metropolitana de Mossoró também receberá os efetivos militares.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que a ação durará 15 dias e poderá ser prorrogada caso necessário para garantir a “ordem e a segurança”. Desde o último dia 19, membros das polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros paralisaram parcialmente as atividades em protesto contra o atraso no pagamento do décimo terceiro e de salários atrasados.

“Podemos afirmar que a virada de ano no Rio Grande do Norte será tranquila, e podemos assegurar também aos turistas que podem vir aproveitar todas as belezas e cultura que o estado oferece”, disse, neste sábado (30), em entrevista coletiva na capital do estado, o ministro da Defesa. Já o governador Robinson Faria voltou a fazer um apelo para que os bombeiros e membros das polícias civil e militar voltem o mais rápido às ruas.

O governo do estado informou que 86% dos policiais receberam os vencimentos de novembro. Os demais devem receber na semana que vem. Após o início da Garantia da Lei e da Ordem no Rio Grande do Norte, o governador transferiu para o Exército o controle dos órgãos de segurança pública do estado.

Atletas etíopes e quenianos vencem a São Silvestre 2017

Atletas da Etiópia e do Quênia tomaram conta o pódio da São Silvestre 2017. O etíope Dawit Fikadu Admasu venceu a corrida com o tempo de 44 minutos e 15 segundos, acompanhado do também etíope Belay Tilahun Bezabh que conquistou o segundo lugar com 44 minutos e 33 segundos. O terceiro lugar foi para o queniano Edwin Kipsang Rotich que fez o percurso em 44 minutos e 43 segundos. A quarta colocação foi para o atleta do Bahrain (Oriente Médio), Birhanu Yemataw Balew, que concluiu a prova com 45:06. O melhor brasileiro na São Silvestre deste ano foi Ederson Vilela Pereira, de Caçapava (SP) que chegou no décimo primeiro lugar.

Entre as mulheres, a queniana Flomena Cheyech Daniel, de 33 anos, venceu o percurso com o tempo de 50 minutos e 18 segundos. Ela foi a vencedora da Maratona de Paris de 2014 e ficou em terceiro este ano. Em segundo lugar, chegou a etíope Sintayehu Lewetegn HaileMichael com o tempo de 50 minutos e 55 segundos. A terceira colocação ficou para a também etíope Birhane Dibara Adugana, que fez o tempo de 50 e 57 segundos.

O quarto e quinto lugar também foi para as africanas: a etíope Wude Ayalew Yemir conquistou a quarta posição com 51:35 e a queniana Paskalia Chepkorir a quinta colocação com 51:55. A melhor colocação do Brasil foi da paranaense Joziane da Silva Cardoso que conquistou a décima segunda posição. Enquanto ocorre a premiação, quase 30 mil corredores continuam o percurso para tentar concluir a prova de 15 quilômetros.

Antes da prova dos atletas de elite, cadeirantes também disputam a São Silvestre. Nesta categoria, Leonardo de Melo, ficou em primeiro lugar. Ele foi seguido por Carlos Pierre Silva de Jesus. O terceiro lugar foi de Heitor Mariano dos Santos. As mulheres campeãs nesta categoria foram Vanessa Cristina de Souza e Aline dos Santos Rocha.

Governo considera 2017 um ano excepcional na produção agrícola brasileira

O ano de 2017 está sendo considerado excepcional para a agricultura brasileira. A surpressafra de 238 milhões de toneladas de grãos produzida em 2017 é um marco histórico, segundo Neri Geller, Secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Ele atribuiu o resultado a uma conjunção de fatores positivos que ajudou a consolidar o Brasil como um dos mais importantes players do agronegócio no mercado global. Geller lembra ainda que o Plano Agrícola e Pecuário "propiciou os instrumentos necessários para o produtor trabalhar com tranquilidade e segurança”.

Ao fazer o balanço da Politica Agrícola em 2017, o secretário destacou que a mobilização de recursos alcançou o total de R$188,3 bilhões para o crédito rural em operações de plantio, comercialização e custeio para a safra 2017/18. Para o Seguro Rural foram destinados R$ 550 milhões e R$ 1,4 bilhão no apoio à comercialização da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM).

Também estão garantidos recursos de investimentos em armazenagem de R$ 1,6 bilhão. Além disso, o Pronamp (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural) disponibilizou um total de R$ 21,7 bilhões, sendo R$ 18 bilhões para custeio, e R$ 3,7 bilhões para investimentos". disse o secretário.

Caixa eleva estimativa do prêmio da Mega-Sena da Virada para R$ 300 milhões

Trezentos milhões de reais. Este é o valor mínimo a ser pago aos ganhadores da Mega-Sena da Virada, que será sorteada a partir das 20h50 (horário de Brasília) de hoje (31). Segundo a Caixa Econômica Federal, a quantidade de bilhetes vendidos superou as expectativas horas antes do encerramento das apostas, que podem ser feitas até as 14 horas de hoje, em qualquer casa lotérica do país.

Ontem (30), a Caixa calculava que o valor do prêmio atingiria R$ 280 milhões, o que já representaria o maior valor pago na história das loterias brasileiras.

De acordo com a Caixa, se aplicados integralmente em uma conta-poupança, os R$ 300 milhões renderiam o equivalente a cerca de R$ 1,3 milhão mensais. O valor integral ainda é o suficiente para a compra de 130 imóveis de R$ 2,3 milhões cada ou de 20 iates de luxo.

A aposta simples custa R$ 3,50 e pode ser feita nos volantes especiais da Mega da Virada ou nos volantes comuns da Mega-Sena. Já quem tem conta corrente na Caixa pode fazer suas apostas pelo computador, tablet ou smartphone, utilizando o Internet Banking. O sorteio será transmitido ao vivo, pelas principais emissoras de tv do país.

Ataque a funeral no Afeganistão causa 17 mortes

Um atentado com uma motocicleta-bomba durante a realização do funeral de um político local na província de Nangarhar, no leste do Afeganistão, deixou 17 mortos e 13 feridos neste domingo (31), segundo a Agência EFE.

Uma carga explosiva colocada em uma motocicleta foi detonada perto de onde uma multidão assistia ao funeral por volta das 14h15 (horário local, 7h45 de Brasília) no distrito de Behsud, segundo o porta-voz do governador provincial, Attaullah Khogyanai.

"A detonação foi causada por explosivos colocados em uma motocicleta, estacionada perto da reunião. A explosão matou 17 pessoas e feriu outras 13, algumas das quais estão em estado crítico", detalhou.

A cerimônia velava o corpo do ex-governador do distrito de Haska Mena, Gul Wali, também em Nangarhar.

Nenhum grupo insurgente reivindicou, por enquanto, a autoria do ataque, que ocorreu em uma região onde tantos os talibãs como o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) estão muito ativos e controlam várias localidades.

Os seguidores do mulá Haibatullah negaram sua participação no atentado através de uma mensagem de seu porta-voz, Zabihullah Mujahid, em sua conta do Twitter.

Na quinta-feira passada (28), um atentado suicida em Cabul contra um centro cultural da minoria muçulmana xiita, reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), deixou 41 mortos e 84 feridos.

Desde o final da missão de combate da Otan em janeiro de 2015, Cabul foi perdendo terreno perante os talibãs até controlar apenas 57% do país, segundo o inspetor especial geral para a reconstrução do Afeganistão (SIGAR) do Congresso dos Estados Unidos.

Crescimento será "mais forte e melhor distribuído" em 2018, diz diretora do FMI

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou que a recuperação da economia mundial no ano que vem será "mais forte e melhor distribuída", para voltar aos níveis médios que precederam à crise financeira de 2007 e 2008. A informação é da Agência EFE.

"Em 2017, pela primeira vez em muito tempo, revisamos em alta as nossas previsões de crescimento no mundo. A recuperação será mais forte, melhor distribuída", disse Lagarde em entrevista publicada hoje (31) pela revista francesa Le Journal du Dimanche.

Esta robustez do crescimento, segundo sua opinião, "é propícia para prosseguir as reformas estruturais, quando já foram empreendidas, ou para decidir-se a lançá-las".

A taxa de crescimento mundial de 3,6% prevista pelo FMI para o ano que começa amanhã (2º) significa, segundo Lagarde, "voltar aos níveis médios das duas décadas que precederam à grande crise financeira de 2007 e 2008".

Lagarde acredita que a zona do Euro está "fortemente consolidada" em comparação a uma década atrás e a moeda "vai bem", embora tenha defendido que a união monetária – "uma criação magistral única que constitui uma alternativa à China e aos Estados Unidos" – se traduza em outros projetos sociais e de cooperação fora da Europa.

Por outro lado, julgou que os EUA alcançaram seu potencial de crescimento, em torno de 2%, mas que somente poderiam superá-lo com uma maior produtividade, algo que é "difícil" no atual ambiente de robotização e de novas tecnologias.

Ao mesmo tempo, reiterou os pedidos do FMI às autoridades chinesas para que controlem a expansão do crédito a empresas "que nem sempre são sólidas, ao ponto de alguns as qualificarem como 'zumbis'".

Lagarde considerou como "o grande paradoxo de 2017" o fato de que a China tenha se convertido na defensora da globalização, que se explica porque "a natureza fica horrorizada com o vazio" deixado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nesse campo.

A respeito da África, previu que pode ser tanto "o continente do futuro como o dos dramas", e muito disso dependerá do controle da demografia e das políticas de desenvolvimento.

"O desenvolvimento econômico em relação ao crescimento demográfico é uma corrida contra o relógio que se perderá se não se controla a demografia, o que acontece em primeiro lugar pela educação das mulheres e por uma tomada de consciência geral nesses países", ressaltou.

Desembargador manda prender policiais

O desembargador Claudio Santos, em plantão judicial neste domingo (31), determinou que sejam efetuadas prisões em flagrante de todos os integrantes ativos e inativos da segurança pública, que, a partir da publicação da decisão, “promovam, incentivem, estimulem, concitem ou colaborarem, por qualquer meio de comunicação, para a continuação da greve no sistema de segurança pública do RN, pelo cometimento de crimes de insubordinação, motim (PM) ou desobediência”.

A determinação foi dada aos responsáveis pela Polícia Militar, Civil e Corpo de Bombeiros.

De acordo com a decisão, a secretária estadual de Segurança Pública, delegada Sheila Freitas, deverá acompanhar pessoalmente a efetivação dessas medidas, inclusive coordenando a eventual utilização da Força Nacional ou forças federais.

O magistrado determinou que o secretário estadual de Planejamento e Finanças Gustavo Nogueira deverá realizar, no dia 2 de janeiro de 2018, o pagamento de todos os funcionários estaduais, especialmente os policiais, com os recursos da ordem de R$ 225 milhões, oriundos da liberação contida na decisão judicial expedida anteriormente pelo desembargador Cornélio Alves, do TJRN.

A decisão autoriza ainda a contratação de até 50 veículos, caracterizados ou não, sem necessidade de licitação prévia, para uso imediato no trabalho de patrulhamento das polícias, pelo prazo de até 90 dias.

O desembargador Claudio Santos determinou ainda que todas as empresas concessionárias ou permissionárias do serviço de transporte público urbano ou intermunicipal devem conceder a gratuidade de transporte para policiais civis e militares, fardados ou não, notadamente nas cidades de Natal e Mossoró, sob pena de sanções civis e criminais.

A decisão deve ser cumprida de imediato, sob pena de multa diária no valor de R$ 100 mil, em caso de comprovado descumprimento, devendo o montante ser rateado entre todas as entidades representativas declinadas na ação protocolada pela Procuradoria Geral do Estado no dia 28 de dezembro.

Em caso de descumprimento, o Estado do RN deve reter as contribuições sindicais/associativas mensais pagas a tais categorias.

O magistrado ressaltou ainda que ficam cientes ou notificados da decisão todos os policiais militares, civis e bombeiros militares, ativos e inativos, bem os órgãos e respectivas pessoas físicas responsáveis, a partir de sua publicação por qualquer meio da mídia convencional ou redes sociais, devidamente cientificados ou notificados para urgente e imediato cumprimento, sob pena de sanções civis, administrativas e criminais, independente de notificação judicial pessoal.

O desembargador Claudio Santos observa ainda que as autoridades responsáveis deverão abrir, imediatamente, processos administrativos para apuração de responsabilidade pelo cometimento de eventuais crimes, seja de motim, insubordinação e/ou desobediência, a serem concluídos no prazo máximo de 30 dias, enviando cópias ao Ministério Público e tomando as demais medidas legais administrativas de sua competência.

sábado, dezembro 30, 2017

Suspeito de atirar em agente penitenciário é morto a tiros dentro de hospital no RN

O suspeito de balear um agente penitenciário durante um assalto em Mossoró, na região Oeste potiguar, foi morto dentro do maior hospital da cidade durante a madruga desta sexta-feira (30). Adson Lincoln Severiano da Silva, de 34 anos, foi executado com sete tiros na cabeça enquanto era levado para a sala de Raio-X da unidade. O assassino fugiu em seguida.

O Rio Grande do Norte vive uma crise na segurança pública desde a última terça-feira (19), quando policiais militares e bombeiros paralisaram atividades em protesto contra atraso de salários. Eles também afirmam que só voltarão às ruas com viaturas e equipamentos em condições adequadas de uso. Desde a quarta-feira (20) policiais civis só trabalham em escala de plantão. Nesta sexta-feira (29), homens das Forças Armadas começaram a fazer patrulhamento em Natal. O reforço também chegará a Mossoró.

Segundo a Delegacia de Plantão de Mossoró, Adson atirou em um agente penitenciário durante uma tentativa de assalto na noite desta sexta (29) no bairro Planalto 13 de Maio. A vítima reagiu e na troca de tiros quatro balas atingiram o agente, que foi socorrido ao Hospital Tarcísio Maia. O suspeito também ficou ferido com tiros nas pernas e chegou a ser espancado pela população antes da chegada da Polícia Militar. Ele foi encaminhado para a mesma unidade hospitalar em que a vítima estava.

No inicio da madrugada, quando Adson era conduzido para a sala de Raio-X, dentro do hospital, um homem se aproximou com o rosto coberto por uma máscara hospitalar e atirou várias vezes.

Nenhum policial acompanhava o suspeito do assalto dentro da unidade. Agentes da Delegacia de Plantão ainda iriam ao local para realizar a prisão em flagrante do suspeito. A reportagem não conseguiu contato com a direção da unidade, porém, segundo a polícia, a unidade conta com segurança armada. Ainda assim, o suspeito conseguiu fugir.

Em noite com Exército nas ruas, Natal registra tiroteio, assaltos e roubos de carros

Na primeira noite de patrulhamento do Exército nas ruas de Natal, a cidade registrou confronto armado entre grupos criminosos rivais, além de homicídios, assaltos e roubos de carros em vários bairros. Segundo o Ministério da Defesa, 720 homens das Forças Armadas começaram a atuar nesta sexta-feira (29) para reforçar a segurança no Rio Grande do Norte. Desde a terça-feira (19), a PM está fora das ruas, em protesto contra atraso de salários e condições das viaturas e equipamentos.

Por volta das 21h30, um tiroteio entre criminosos parou o trânsito na avenida Felizardo Moura, próximo à ponte de Igapó, que liga as zona Oeste e Norte da capital potiguar e é um dos principais acessos ao Aeroporto de Natal. De acordo com o comandante da Guarda Municipal de Natal, Michel Dantas, entre oito e 10 homens que pertencem a uma facção criminosa tentaram tomar o controle da comunidade do Mosquito, que fica às margens da avenida.

Durante o tiroteio, várias pessoas abandonaram os carros na pista e se esconderam no mangue que margeia o Rio Potengi. Houve colisões e motoristas chegaram a voltar pela contramão. O tiroteio foi suspenso com a chegada da Guarda Municipal ao local. Logo em seguida, houve reforço do policiamento com o Batalhão de Choque da Polícia Militar e equipes das Forças Armadas.

Os envolvidos no tiroteio conseguiram fugir. Porém, um suspeito de envolvimento no caso, baelado na perna foi preso e levado ao hospital. Os carros usados pelos criminosos eram roubados e foram abandonados no local. 

Ainda durante a noite, foram registrados assaltos e tentativas de crimes no bairro Guarapes, na Zona Oeste e em ruas da Zona Sul da capital. A Delegacia de Plantão da Zona Norte registrou ainda 17 roubos de carros e motos. Na central de flagrantes, foram registrados 13 crimes do mesmo tipo.

No bairro Cidade da Esperança, zona Oeste, um homem de 58 anos morreu ao tentar reagir a um assalto quando chegava ao seu carro. No bairro das Quintas, um homem também foi morto a tiros no meio da rua, mas a polícia ainda não sabe a motivação do crime.

Em São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal, um homem de 27 anos foi morto a tiros dentro de sua casa, invadida pelos criminosos por volta das 23h.

Um cabo da PM teve sua arma roubada durante um arrastão realizado por quatro criminosos em um churrasquinho de Parnamirim, na região metropolitana de Natal. Três homens e uma mulher levaram bens de várias pessoas que estavam no local.

No fim da noite também houve correria durante um suposto arrastão próximo ao maior shopping da cidade, o Midway Mall, no bairro Tirol. Pessoas que estavam no local relataram pânico dentro do estabelecimento. Porém, segundo o shopping, o estabelecimento já estava fechado. O crime não foi confirmado pela polícia.  Via  G1.

Mega-Sena paga amanhã maior prêmio da história: R$ 280 milhões

Com o maior prêmio da história das loterias brasileiras, a Mega-Sena da Virada sorteará um prêmio estimado em R$ 280 milhões neste domingo (31), a partir das 20h, com transmissão ao vivo pelos principais canais de televisão.

Caso somente um apostador leve o prêmio, o novo milionário poderá se aposentar com uma fortuna equivalente a outro prêmio de loteria por mês, cerca de R$ 1,2 milhão, apenas investindo na poupança. O rendimento é suficiente para comprar um apartamento de luxo ou uma frota com 40 carros populares.

A apostadora Nayara Dias, que já ganhou em uma quadra, apostou com confiança na Mega da Virada. Pensando no prêmio, a assistente administrativa torce para ganhar sozinha. “Largar o emprego, viajar e dar um futuro bom para os filhos” são os sonhos dela ela.

Bolão reúne apostadores que sonham com milhões

Para ter mais chances de ganhar na Mega-Sena, um grupo de colegas de trabalho fez um bolão de dez pessoas, entre vigilantes, recepcionistas, seguranças, auxiliares da limpeza e servidores do Fórum Júlio Leal Fagundes, em Brasília, para o concurso de amanhã da Mega-Sena. Eles fizeram 54 apostas. Um dos participantes do bolão, Carlos Alberto de Andrade contou que, se ganhar, irá ajudar parentes.

Em uma lotérica da 306 Norte, em Brasília, a funcionária Rayda Melissa disse que o faturamento das lotéricas durante o fim do ano aumenta muito. “É o triplo do movimento da lotérica e a gente vende muitos bolões”, afirmou. Rayda também participou do bolão dos funcionários da lotérica e do bolão da família. “Assim, eu acredito que possa ganhar”, disse ela.

As apostas na Mega da Virada podem ser feitas até as 14h (horário de Brasília) deste domingo (31) , em qualquer lotérica do Brasil. A aposta simples custa R$ 3,50 e pode ser feita tanto nos volantes específicos da Mega da Virada quanto nos volantes comuns da Mega-Sena.

Pesquisa diz que 46% dos alemães querem renúncia de Merkel

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Civey para o jornal Die Welt indica que 46% dos alemães querem a renúncia imediata da chanceler Angela Markel.

Outros 17% dos entrevistados afirmam que Merkel deveria renunciar ao comando do governo do país caso haja fracasso nas negociações de janeiro entre o grupo parlamentar comandado pela União Democrata-Cristã (CDU) e o Partido Social-Democrata (SPD), liderado por Martin Schulz, para a formação de uma nova grande coalizão.

Além disso, 8% dos alemães consideram que Merkel deveria deixar o cargo no meio do mandato. Apenas 15% defendem que a chanceler permaneça mais quatro anos na chefia de governo.

O apoio à renúncia é maior no leste da Alemanha, onde 54% dos consultados pela pesquisa defendem a renúncia da chanceler. No oeste, 44% querem que a líder da CDU deixe o cargo.

Números definem pesquisa

Considerando os partidos com representação parlamentar após as eleições gerais de setembro, os eleitores da Alternativa para a Alemanha (AFD) são, com 87%, os principais defensores da renúncia de Merkel. Na seqüência, vêm os simpatizantes do Partido Democrático Liberal (FPD), com 58%, e os da Esquerda, com 51%.

No entanto, menos da metade dos sociais-democratas (43%) deseja a saída imediata de Merkel do poder. Entre os eleitores dos Verdes, apenas 28% querem a renúncia da chanceler.

Para a pesquisa, com margem de erro de 2,8%, os alemães foram perguntados se Ângela Merkel deveria deixar o cargo. O Instituto Civey ouviu 5.120 pessoas entre 28 e 30 de dezembro.

As negociações entre a CDU e o SPD para a repetição de uma coalizão ocorrerão após cem dias de governo interino. Os diálogos entre conservadores, liberais e verdes, uma aliança batizada como Jamaica por causa das cores dos três partidos, não evoluíram após discordâncias entre os grupos parlamentares.

Sábado tem chuvas, acidentes e queda de árvores no Rio

O Rio de Janeiro continua sofrendo com as chuvas. Desde cedo, hoje (30) houve registro de chuvas fortes e rajadas de vento em vários pontos da cidade.

A previsão para as próximas horas inclui ainda descargas atmosféricas. Tudo está sendo monitorado pelo Sistema Alerta Rio da Prefeitura, que informa - em tempo real - as condições do tempo para a cidade, por meio das redes sociais.

Conforme o Alerta Rio, núcleos de chuva moderada a forte, associadas a áreas de instabilidade em altos níveis, atuam na zona oeste da cidade.

Quedas de árvores na Zona Sul

De acordo com o Centro de Operações (COR) da Prefeitura, os ventos provocaram quedas de árvores em alguns bairros da zona sul e interrupção no trânsito na Rua Prudente de Morais, em Ipanema, e na Rua Marques de São Vicente, na Gávea. Elas já foram liberadas.

As pistas escorregadias causaram acidentes na estrada Grajaú-Jacarepaguá, na altura do Lins, na zona norte, e no quilômetro 14 da Rodovia Washington Luiz na direção da Baixada Fluminense um carro capotou. Não há informações de vítimas.

O Centro de Operações informou ainda que devido ao calor e por conta das áreas de instabilidade, a previsão de chuvas a qualquer momento com pancadas isoladas continua de pé, principalmente para a tarde e noite de amanhã (31), quando três milhões de pessoas devem estar na praia de Copacabana na festa de réveillon.

A temperatura máxima deve ficar em 34º C com a mínima de 22ºC. Também permanece a previsão de ventos. Para a segunda-feira (1º), a previsão aponta tempo nublado a parcialmente nublado com temperatura máxima de 32ºC e mínima de 21ºC.

Autor de ataque a supermercado em São Petersburgo é detido

O serviço de segurança da Rússia, o FSB, informou neste sábado (30) que a pessoa que organizou e atacou a bomba um supermercado em São Petersburgo nesta semana, ferindo 13 pessoas, foi detido, segundo agências de notícias do país.

O grupo militante Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque, que ocorreu na quarta-feira (27) em uma unidade da rede de supermercados Perekrestok.

Força Nacional permanecerá no RN até junho de 2018

O governo federal prorrogou a presença da Força Nacional em quatro estados: Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Sergipe. As equipes vão permanecer nesses estados até junho de 2018. Organizada pelo Ministério da Justiça, a Força Nacional é formada por agentes das instituições de segurança dos governos estaduais, como policiais civis e militares, além de bombeiros.

Os integrantes da força recebem treinamento específico e ficam em uma base centralizada em Brasília, denominada Batalhão Escola de Pronto Emprego (Bepe).

Em Aracaju, Natal e Porto Alegre, a permanência da força está sendo prorrogada pela segunda vez. Os agentes contribuem em ações de policiamento nas ruas, na polícia judiciária e em atividades de perícia. Segundo o Ministério da Justiça, a motivação para a manutenção das tropas é o combate a assassinatos e a casos de violência contra a mulher.

Como a presença da Força Nacional nesses locais teria contribuído para a redução de índices de criminalidade, os governadores dessas unidades da Federação solicitaram a permanência dos agentes. O Ministério da Justiça, contudo, não informou o comparativo dos índices.

Ancine anuncia investimento em 23 novos projetos de longa-metragem

Vinte e três projetos de longa-metragem foram contemplados pela chamada pública Prodecine 05, quarta edição da linha de investimento do Programa Brasil de Todas as Telas, da Agência Nacional do Cinema (Ancine). O resultado final da seleção, que investe em projetos de linguagem inovadora e relevância artística, foi anunciado hoje (29) pela agência e pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Os 23 projetos selecionados dividirão R$ 30 milhões, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). São 12 filmes de ficção e 11 documentários, que serão realizados por produtoras independentes sediadas em nove estados (Amazonas, Bahia, Goiás, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo) e no Distrito Federal

De acordo com a presidente em exercício da Ancine, Debora Ivanov, “o edital tem trazido muito orgulho ao cinema nacional, revelando talentos e construindo obras que têm se destacado em festivais no Brasil e em inúmeros países”. A lista completa dos contemplados está disponível no site www.ancine.gov.br.

A comissão de seleção foi composta pelo cineasta Eryk Rocha, pela jornalista especializada em cinema Clarissa Kuschnir, e por três servidores da Ancine. A chamada pública recebeu um total de 343 inscrições no sistema, sendo que 302 propostas foram habilitadas. Nas três primeiras edições, 55 longas-metragens foram contemplados.

LotoFácil tem quatro acertadores com R$ 520 mil para cada um

Quatro apostadores acertaram o concurso 1605 da LotoFácil, cujas dezenas foram sorteadas ontem (29) à noite, na cidade de Medianeira, no Paraná.

Eis os números sorteados:

02 – 04 – 05 – 08 – 09 – 10 – 11 – 14 – 16 – 17 – 18 – 19 – 21 – 23 - 25

Cada um dos ganhadores do prêmio maior receberá R$ 520.128,92. Os acertadores são das cidades de Belém (PA), Barra Velha (SC), Buritama (SP) e Campinas (SP).

Robinson transfere controle da segurança para general do Exército

Em decreto publicado no Diário oficial do Estado de sexta-feira, 29, o governador Robinson Faria transferiu o controle operacional dos órgãos de segurança do RN para o General de Brigada, Ridauto Lúcio Fernandes, Comandante da Operação Potiguar III, autoridade encarregada das operações das Forças Armadas para a garantia da Lei e da Ordem na Região Metropolitana do Município de Natal e no Município de Mossoró.

O general permanecerá sob o comando no estado do Rio Grande do Norte, no período de 29 de dezembro de 2017 a 12 de janeiro de 2018.

São esperados 2 mil militares do Exército, Marinha e Aeronáutica nas próximas horas para o patrulhamento das ruas.

Campanha estimula inclusão do CPF em notas fiscais

Para aumentar as receitas do Estado e estimular o combate à sonegação, o Governo do RN tem optado por recorrer ao consumidor como um aliado. Para isso lançou por meio do decreto nº 27.550, de 29 de novembro, publicado na edição de 30 de novembro do Diário Oficial do Estado, a campanha Nota Fiscal Potiguar, de incentivo à emissão de documentos fiscais e de inserção do CPF nas notas, podendo resultar em premiações para os consumidores e entidades sociais.

A medida funciona tanto para ajudar na fiscalização do comércio, no momento em que os compradores pedem a nota fiscal e o comerciante é obrigado a registrar a venda da mercadoria, impedindo-o de sonegar o imposto; quanto também é uma maneira de ter controle sobre as compras efetuadas por pessoas físicas e assim confrontá-las com o que é alegado na declaração de imposto de renda.

A contadora e diretora da Rui Cadete Consultores e Auditores Associados, Karina Dias, explica que o comprador que tem boa-fé em suas transações comerciais não tem com o que se preocupar. Ao contrário: a campanha pode beneficiar o consumidor, tanto pela possibilidade de ganhar prêmios, pecuniários ou não, quanto pelo estímulo à regularização e pagamento dos impostos corretamente, beneficiando os que já o fazem e provocando os que não o fazem a mudar o comportamento.

Segundo o decreto publicado, os objetivos da campanha “Nota Fiscal Potiguar” são conscientizar a população sobre a importância do tributo e sua função social; promover a participação direta dos cidadãos em ações que tenham por finalidade contribuir para o incremento da arrecadação tributária do Estado; incentivar atividades assistenciais, desportivas e de saúde; estimular a emissão voluntária do documento fiscal por parte do contribuinte do ICMS; e estimular a regularização cadastral das empresas perante a Secretaria de Estado da Tributação (SET).

Os prêmios que serão sorteados pela campanha são mensais, aos cidadãos e às entidades cadastradas e indicadas pelo consumidor, e ainda premiações não pecuniárias, que serão definidas pela SET. Os sorteios serão realizados pela Secretaria de Tributação, por meio de sistema informatizado e o resultado das premiações será publicado no Portal da Educação e Cidadania Fiscal. O pagamento dos prêmios aos contemplados será efetuado com recursos do Fundo Estadual de Incentivo à Educação e Cidadania Fiscal.

Para concorrer às premiações, além do cidadão precisar estar regularmente inscrito no Cadastro de Pessoas Físicas – CPF da Receita Federal do Brasil, é preciso cadastrar-se por meio de aplicativo móvel ou no site da Campanha, no endereço eletrônico , e indicar uma entidade sem fins lucrativos, dentre as credenciadas. “É necessário não se esquecer de solicitar ao estabelecimento comercial a inclusão do número de seu CPF no documento fiscal eletrônico da compra realizada”, explica Karina Dias. A contadora também coloca que é responsabilidade dos estabelecimentos informar ao cidadão a possibilidade de incluir seu CPF no documento fiscal eletrônico, no ato de sua emissão. “O cidadão só participa da campanha se a nota contiver o CPF”, lembra.

Dois acidentes matam 10 pessoas no Estado do Rio

Dez pessoas morreram e pelo menos duas ficaram feridas em estado grave em dois acidentes na rodovia BR 101, na madrugada de hoje (30), no Estado do Rio de Janeiro, em direção ao Espírito Santo. O primeiro choque ocorreu por volta das 3 horas da madrugada, em Itaboraí, na região metropolitana do Rio. De acordo com a assessoria da concessionária Autopista Fluminense, um ônibus fretado saiu de São Paulo com 45 passageiros em direção às praias da Região dos Lagos – Cabo Frio, Arraial do Cabo, Búzios e outras localidades.

Na altura do quilômetro 283, o motorista do ônibus não conseguiu parar o veículo em um congestionamento e bateu violentamente contra a traseira de uma caminhonete Frontier. Com o choque, o utilitário atingiu outros seis carros que estavam à frente. Todos os 4 mortos estavam na Frontier, com placa de Angra dos Reis, sendo três mulheres e um homem. Uma criança, com apenas um corte na testa, que estava no mesmo veículo, foi levada para o Hospital Leal Júnior, em Itaboraí e está fora de perigo.

O tráfego nesse trecho da rodovia ficou interditado por mais de 4 horas e só foi liberado às 7h30, pelo acostamento, porque o ônibus ainda permanece na pista. De acordo com a concessionária, ainda há um congestionamento no trecho por cerca de 20 quilômetros que se estende até a altura da Niterói-Manilha, em São Gonçalo.

Perseguição deixa seis mortos na estrada

O outro acidente foi por volta das 5h40, altura de Rio Bonito. Um carro, modelo Parati, cor vinho, em atitude suspeita, vinha sendo perseguido por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal. Na perseguição, o veículo entrou num posto de gasolina e, para fugir, voltou na contramão, na rodovia BR 101, e 1,5 km depois, bateu de frente, em alta velocidade, num Ford Fiesta preto, no sentido Campos. No choque, seis pessoas morreram na hora, sendo três homens que ocupavam a Parati e dois homens e uma mulher que estavam no Fiesta.

Duas crianças que iam no mesmo carro foram levadas para o Hospital Darcy Vargas, em Rio Bonito, em estado grave. Uma delas - com  múltiplas fraturas - teve de ser removida às pressas para o Hospital de Trauma, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio. A rodovia continua interditada no sentido Campos e o trânsito está sendo desviado com grande congestionamento.

A Polícia Rodoviária Federal liberou o acostamento há pouco, com passagem para um carro de cada vez, porque muita gente está seguindo viagem para passar as festas da virada do ano nas praias da Região dos Lagos e também nas cidades do norte e noroeste fluminense e também no Espírito Santo.

A BR 101 - no trecho que atravessa o estado do Rio de Janeiro - tem 320 quilômetros de extensão, ligando Niterói à divisa com o Espírito Santo.

Centro de Zoonoses dá dicas de cuidados durante final do ano e veraneio

Com a chegada das festas de final de ano e veraneio é comum as famílias deixarem suas residências e passarem longos períodos nas praias. Mas nem por isso os cuidados para a não proliferação do Aedes aegypti deve ser deixado de lado.

Pensando nisso, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) traz uma série de dicas que a população pode seguir para não deixar que o mosquito aproveite esse período para se reproduzir. Lembrando que o Aedes é responsável pela transmissão de doenças como: dengue, zika e chikungunya.

Cuidados ao deixar as residências durante as viagens

– Verificar se não existem recipientes que possam acumular água, como pneus, garrafas e vasos de plantas

– Tampar/fechar vasos sanitários e ralos

– Verificar se a caixa d’água está bem fechada

– Mantenha as calhas sempre limpas;

– Mantenha lixeiras bem tampadas;

– Antes de viajar, limpe os potes de água para animais

Cuidados nas casas de veraneio

– Verificar se não existem recipientes que possam acumular água, como pneus, garrafas e vasos de plantas

– Verificar se a caixa d’água da residência tem alguma abertura

– Não deixar recipientes para animais com a mesma água por muito tempo

– Em caso da utilização de reservatórios para a prevenção de possível falta de água, lembrar de deixá-los bem fechados

– Assim como nas residências de moradia, lembrar de deixar as calhas sempre limpas e as lixeiras bem tampadas, principalmente se a coleta de lixo na região não for regular.

Polícia Federal apreende 660 quilos de cocaína no Rio de Janeiro

Em apenas dois dias, agentes da Polícia Federal (PF) apreenderam 660 quilos de cocaína no Rio de Janeiro. Durante uma operação, ontem (29), além da prisão em flagrante de três homens, os policiais apreenderam aproximadamente 380 quilos de cocaína, que estavam escondidos em um barco de pesca na Baía de Guanabara.

A abordagem ao barco foi feita pela Capitania dos Portos, que acionou agentes do Núcleo de Polícia Marítima (Nepom) da PF. Naquele momento, a Capitania fazia fiscalização de embarcações na Baía de Guanabara.

Um dos ocupantes do barco informou aos agentes que havia uma arma a bordo. Os agentes verificaram que o revólver calibre 38 era ilegal e estava com a numeração raspada.

Cão farejador ajudou a descobrir droga

Depois disso, a embarcação foi levada para o cais do Núcleo de Polícia Marítima, onde, após uma revista, que contou com apoio de policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da PF (DRE) e com o auxílio do cão farejador Black, os policiais descobriram a droga dentro da caixa d'água no interior da embarcação.

Encaminhados à Superintendência de Polícia Federal, no centro do Rio, os três presos, que disseram ser pescadores, foram indiciados por tráfico de drogas. Para lá, ainda foram levadas a droga e a arma apreendidas.

Um dos homens, indiciado também por porte de arma com numeração adulterada, foi transferido após procedimentos de praxe, para o sistema prisional, para onde foram levados os outros dois presos.

Em outra operação feita na quinta-feira (28), os agentes apreenderam 280 quilos de cocaína na Alfândega do Porto do Rio de Janeiro. De acordo com a PF, as investigações continuam.

sexta-feira, dezembro 29, 2017

Morre o Monsenhor Lucena Dias.

João Câmara perdeu uma das maiores reservas morais da sua história, Monsenhor Lucena, Um homem que dedicou toda sua vida ao sacerdócio, marcou várias gerações em nossa João Câmara.

O mesmo estava internado em natal há alguns dias,  devido algumas complicações de saúde o mesmo não resistiu e veio a óbito nesta sexta(29).

Este homem vai deixar muitas lembranças no meio do nosso povo, apesar de ter pouco conhecimento com o mesmo, mas ouço falar da sua ótima reputação ao longo da sua vida neste município.

Descanse em paz meu amigo, que Deus lhe coloque em um bom lugar.

Réveillons das principais capitais turísticas devem movimentar R$ 5 bilhões

As festas de Réveillon das quatro capitais com maior movimento turístico do país nesse período – Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza e Florianópolis – devem ter impacto econômico de R$ 5 bilhões nas economias locais. A estimativa é do Ministério do Turismo, a partir do levantamento de expectativa dos órgãos públicos da área de turismo de cada uma das prefeituras.

São Paulo, que também está entre os destinos mais procurados, não foi incluída no estudo por não ter elaborado projeções neste sentido. O montante estimado pelas prefeituras envolve gastos com hospedagens, alimentação, ingressos para festas e eventos, compras em comércios locais e outras formas de dispêndio dos turistas no período de virada do ano.

Na capital carioca, a previsão da Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur) é de uma movimentação de cerca de R$ 2,2 bilhões gerada pela presença de cerca de 2,7 milhões de turistas. Um exemplo da alta temporada é a ocupação da rede hoteleira, que deve atingir até 90%. A capital carioca foi eleita pelo site de viagens Kayak o destino preferido dos brasileiros para o fim de ano.

Em Salvador, a perspectiva é que as atividades dos visitantes resultem em R$ 405 milhões na economia local. É esperada a participação de 2 milhões de pessoas, sendo 410 mil turistas, para os cinco dias de festa previstos para o feriado. A prefeitura acredita que os hotéis ficarão lotados durante o período.

Em Fortaleza, a estimativa é da participação de 1,3 milhão de pessoas nos festejos no aterro da Praia de Iracema, sendo 650 mil visitantes. A expectativa da prefeitura é que a injeção de recursos nas empresas e comércios da cidade chegue a R$ 1,5 bilhão. Assim como no caso da capital baiana, a ocupação da rede hoteleira deve beirar os 100%.

A prefeitura de Florianópolis espera que a temporada da virada do ano, com a festa na Avenida Beira Mar, reúna 1 milhão de turistas e acresça R$ 780 milhões à economia local. A programação vai trazer 12 minutos de queima de fogos e bandas de estilos diversos.

Rodrigo Maia diz que trabalha para votar reforma da Previdência em fevereiro

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (29) que trabalha para ter condições de votar a reforma da Previdência até 19 de fevereiro, como prevê o governo. Segundo o deputado, é necessário explicar com calma para que a sociedade entenda a questão.

“Vamos trabalhar e explicar com calma para o trabalhador. É só prestar atenção: quem ganha um salário mínimo no Brasil se aposenta com 65 anos. Quem ganha R$ 20 mil a R$ 30 mil se aposenta com 55 anos. A gente quer acabar com essa distorção. Não queremos tirar um real de ninguém, não queremos tirar a aposentadoria de ninguém. Mas não é justo o trabalhador brasileiro financiar a aposentadoria dos que ganham mais no serviço público e dos que ganham mais também no regime geral, porque esses são os que aposentam mais jovens", afirmou Maia. O deputado reforçou que é preciso acabar com essa distorção e ressaltou que há "um passivo muito grande e crescente”.

Maia conversou com a imprensa após participar da cerimônia de assinatura da liberação de recursos do Ministério da Educação para escolas das redes estadual e municipal do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (29) no Palácio Guanabara, sede do governo do estado.

Sobre o deputado Paulo Maluf (PP-SP), preso em Brasília, Maia disse que o Departamento Jurídico da Câmara está analisando o caso e que o plenário vai deliberar sobre o mandato do parlamentar paulista na volta do recesso.

Questionado sobre a polêmica a respeito do decreto de indulto natalino, assinado na semana passada pelo presidente Michel Temer e parcialmente suspenso pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, o presidente da Câmara disse que faltou uma explicação prévia sobre a questão. O decreto sofreu críticas de diversos setores.

“Tudo que você tem que explicar é ruim. E tudo que você coloca, que é polêmico, sem explicar antes, gera confusão. Acho que foi isso que aconteceu. Se tivesse explicado antes, com calma, com tempo, não teria gerado essas dúvidas. Eu tenho certeza que, de forma nenhuma, o presidente Temer está querendo beneficiar ninguém, é apenas uma linha jurídica em relação a um dever do presidente, que dá o indulto”.

Força Nacional tem operações prorrogadas em quatro estados

O governo federal prorrogou a presença da Força Nacional em quatro estados: Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Sergipe. As equipes vão permanecer nesses estados até junho de 2018. Organizada pelo Ministério da Justiça, a Força Nacional é formada por agentes das instituições de segurança dos governos estaduais, como policiais civis e militares, além de bombeiros.

Os integrantes da força recebem treinamento específico e ficam em uma base centralizada em Brasília, denominada Batalhão Escola de Pronto Emprego (Bepe).

Em Aracaju, Natal e Porto Alegre, a permanência da força está sendo prorrogada pela segunda vez. Os agentes contribuem em ações de policiamento nas ruas, na polícia judiciária e em atividades de perícia. Segundo o Ministério da Justiça, a motivação para a manutenção das tropas é o combate a assassinatos e a casos de violência contra a mulher.

Como a presença da Força Nacional nesses locais teria contribuído para a redução de índices de criminalidade, os governadores dessas unidades da Federação solicitaram a permanência dos agentes. O Ministério da Justiça, contudo, não informou o comparativo dos índices.

Rio de Janeiro
O Rio de Janeiro apresenta quadro diferente. O estado recebe o reforço não apenas da Força Nacional, mas também das Forças Armadas. Hoje (29) o ministro da Defesa, Raul Jungmann, informou que o apoio do Exército será estendido até o fim do ano que vem. Jungmann justificou a presença de mais agentes no estado pelo que chamou de “um passo adiante em termos de criticidade de [falta de] segurança, do nível de degradação em nível de violência”.

A ação da Força Nacional será focada em contribuir com as polícias e demais instituições do Rio de Janeiro no combate ao crime organizado, ao tráfico de drogas e armas e contrabando. O reforço já vem desde maio e ganhou o auxílio da Polícia Rodoviária Federal em agosto.

2018 começa com maior ‘superlua’ do ano

Um espetáculo está reservado para o dia 1º de janeiro. A primeira noite de 2018 terá a maior “superlua” do ano, que chegará ao auge às 18h56 (horário de Natal).

O fenômeno acontece quando a lua cheia coincide com o ponto de maior aproximação com a Terra. A lua ficará a 356 mil km do planeta, 100 km mais perto do último fenômeno, em 3 de dezembro.

O mês de janeiro ainda vai ter mais uma superlua, no dia 31. Esse fenômeno será chamado de Superlua Azul.

A lua azul acontece quando são registradas duas luas cheias no mesmo mês.

A Nasa descreve as últimas superluas como “Trilogia da Superlua”.

Onda de frio extremo atinge EUA e sinaliza Ano-Novo gelado

Uma corrente de ar ártico que fluiu por muitas partes dos Estados Unidos nesta semana se fortaleceu nesta sexta-feira (29) e levou um frio recorde para vários locais. Meteorologistas alertaram visitantes e moradores de sul a norte do leste do país para esperarem condições congelantes na véspera do Ano-Novo. A informação é da Reuters.

Em lugares tão ao sul quanto Charleston, na Carolina do Sul, uma chuva congelante revestiu o campanário da histórica igreja da cidade, enquanto uma capa de gelo cobriu rochas próximas de Niagara Falls, conforme as trovejantes cataratas na fronteira do estado de Nova York com o Canadá congelavam no ar intensamente frio.

Pelo segundo dia consecutivo, os estados da Dakota do Norte e Minnesota ficaram entre os locais mais frios do país, fazendo com que o Serviço Meteorológico Nacional dos EUA emitisse um alerta para a região. As temperaturas na Dakota do Norte, no norte do país, são esperadas para variar em torno de -34,4 graus Celsius neste sábado, com uma sensação térmica de cerca de -45,5 graus, disse o meteorologista Ken Simosko, do Serviço Meteorológico na Dakota do Norte.

As centenas de milhares de pessoas que vão para a Times Square, em Nova York, para celebração de Ano Novo no domingo podem testemunhar a segunda noite mais fria já registrada, disseram meteorologistas. A expectativa é de temperaturas em torno de -12 graus Celsius ou ainda mais frio no centro de Manhattan, segundo meteorologistas.

Operação Vertente beneficia mais de 100 mil potiguares

O Rio Grande do Norte enfrentou, em 2017, seu sexto ano consecutivo de seca, com 153 municípios em situação de emergência. A fim de minimizar os efeitos da estiagem prolongada, o Governo do Estado, através do Gabinete Civil e da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil deu continuidade as ações iniciadas em 2016, com a realização da Operação Vertente, destinando água potável a cerca de 110 mil potiguares, nas regiões Alto Oeste e Seridó.

Para garantir o abastecimento regular, somente neste ano foram investidos cerca de R$ 7 milhões, advindos de recursos do Ministério da Integração. Atendendo a uma média mensal de 22 municípios, a Operação conta com aproximadamente 90 caminhões-pipa circulando nas áreas urbanas das cidades em colapso, com a distribuição mensal de 17 mil m3 cúbicos e quase 44 mil atendimentos diários. No total, nesta fase da Operação, já foram entregues a população mais de 106 milhões litros de água.

A captação, distribuição e itinerário dos caminhões são monitorados em tempo real pela Defesa Civil, e a população também participa da fiscalização, confirmando o recebimento da água através de um cartão de leitura ótica. Outra preocupação da Operação é quanto a qualidade da água levada às cidades.

Segundo o coordenador Estadual da Defesa Civil, Elizeu Dantas, toda a água distribuída passa por testes e não oferece riscos à saúde dos norte-rio-grandenses, sendo destinada ao consumo humano. “A água é captada em locais indicados pela CAERN, que realiza georreferenciamento de áreas e laudos de potabilidade, indicando sua viabilidade. Hoje, a captação acontece nos mananciais de Apodi e Vera Cruz”, explica.

Atualmente, os carros-pipa abastecem 19 cidades do Rio Grande do Norte: Cruzeta, Bodó, Jardim do Seridó, Acari, Cerro Corá, Currais Novos, Paraná, Luis Gomes, Tenente Ananias, Almino Afonso, Francisco Dantas, João dias, José da Penha, Serrinha, Marcelino Vieira, São Miguel, Pilões, Rafael Fernandes e Alexandria.

Dantas explica ainda que a Defesa Civil segue critérios técnicos para quantificar o abastecimento de uma cidade em colapso, obedecendo a parâmetros da população a ser atendida. “Quando a CAERN nos notifica sobre o colapso, os agentes identificam os pontos de captação, de distribuição e iniciam o processo de contratação dos carros-pipa com a verba enviada pelo Ministério da Integração”.

Sistema Estadual

Em 2017 também foram iniciadas as articulações para formação do Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil, que pretende tornar mais ágil e eficaz o atendimento à população em situações de emergência e desastres ocorridos em todo Rio Grande do Norte, por meio de uma atuação integrada entre o órgão estadual e as Coordenadorias Municipais de Defesa Civil de todo o estado, divididas em 10 Unidades Regionais (UR).

Para qualificar o trabalho dos agentes municipais de Defesa Civil, a equipe da Coordenadoria Estadual realizou treinamento em todas as regiões do Estado. Foram feitos nove cursos de capacitação, ensinando os agentes a utilizar o Sistema integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), da Defesa Civil Nacional, que integra dados regionais e nacionais essenciais para proteção, prevenção, resposta e reconstrução de áreas afetadas.

Casos de reclamação contra serviços de telecomunicação caem 15% em novembro

O número de reclamações de usuários contra serviços de telecomunicação apresentou redução de 15,2% no mês de novembro, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Os dados divulgados hoje (29) pela Agência Nacional de Telecomunicação (Anatel) mostram que o mês registrou um total de 263,3 mil reclamações de usuários contra prestadoras dos serviços de banda larga fixa, de telefonia móvel, de telefonia fixa e de TV por assinatura, com 47,1 mil a menos do que no ano anterior.

De acordo com a Anatel, a telefonia móvel apresentou queda de 27,7 mil reclamações (17,9%), seguida da telefonia fixa com redução 13,7 mil queixas (19,3%), da banda larga fixa com diminuição de 3,9 mil reclamações (8,8%), e da TV por assinatura com menos 2,3 mil queixas (6,1%).

Em relação às empresas de telefonia móvel, a Vivo apresentou a maior redução no número de queixas. Foram registradas 13,4 mil reclamações a menos do que no mesmo período do ano passado.

Em seguida, aparece a Claro, com menos 4,6 mil. Depois a Tim, com menos 3,9 mil reclamações. Com redução de 3,3 mil, a Nextel aparece em quarto lugar. A Oi vem logo atrás, com redução de 2,6 mil reclamações.

Contas de luz terão bandeira verde em janeiro, diz Aneel

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que as contas de luz terão bandeira verde no mês de janeiro. Com isso, os consumidores não terão que pagar taxa adicional no próximo mês. Em dezembro, vigorou a bandeira vermelha em seu primeiro patamar, cuja taxa é de R$ 3,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

A mudança da bandeira foi possível em razão do aumento das chuvas nas últimas semanas, que ajudaram a recuperar o nível dos reservatórios das hidrelétricas.

“O acionamento dessa cor indica condições favoráveis de geração hidrelétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN). Mesmo com a bandeira verde é importante manter as ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício de energia elétrica”, informou a Aneel.

O sistema de bandeiras tarifárias leva em consideração o nível dos reservatórios das hidrelétricas e o preço da energia no mercado à vista (PLD). Essa metodologia está em audiência pública e pode ser alterada no início de 2018.

No novo sistema, a bandeira verde continua sem taxa extra. Na bandeira amarela, a taxa extra é de R$ 1,00 a cada 100 kWh. No primeiro patamar da bandeira vermelha, o adicional é de R$ 3,00 a cada 100 kWh. E no segundo patamar da bandeira vermelha, a cobrança é de R$ 5,00 a cada 100 kWh.

O sistema de bandeiras tarifárias é uma forma diferente de cobrança na conta de luz. O modelo reflete os custos variáveis da geração de energia. Antes, esse custo era repassado às tarifas uma vez por ano, no reajuste anual de cada empresa, e tinha a incidência da taxa básica de juros, a Selic. Agora, esse custo é cobrado mensalmente e permite ao consumidor adaptar seu consumo e evitar sustos na conta de luz.

Movimento nos aeroportos da Infraero no período de festas deve crescer 4%

Até a próxima terça-feira (2), cerca de 3,8 milhões de pessoas devem circular pelos aeroportos da Infraero. O pico de movimentação nos terminais da rede, que começou na última sexta-feira (22), é 4% maior que o realizado no período passado, quando 3,6 milhões de viajantes circularam nos aeroportos da empresa.

Para toda a alta temporada, entre os dias 15 de dezembro próximo até 19 de fevereiro de 2018, depois do Carnaval, os 59 terminais da empresa deverão receber 21,9 milhões de passageiros, entre embarques e desembarques.

Para o período, a empresa preparou um plano de ação para garantir a fluidez, o conforto e a segurança de quem vai viajar de avião, com a priorização das atividades de manutenção preventiva nos equipamentos dos aeroportos.

Desde o dia 15 de dezembro, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) intensificou a fiscalização nos 13 principais aeroportos do país, na prestação dos serviços aeroportuários e de informações sobre os direitos e deveres dos passageiros.

É dever das empresas aéreas, por exemplo, informar aos passageiros sobre atrasos e cancelamentos de voo e o motivo. Além disso, as companhias devem oferecer facilidade de comunicação (ligação telefônica, internet e outros) para atrasos superiores a uma hora; alimentação, de acordo com o horário, para atrasos superiores a duas horas; e, para atrasos superiores a quatro horas, a empresa deverá oferecer hospedagem quando houver necessidade de pernoite.

De acordo com a Anac, caso o passageiro se sinta lesado, ele deve registrar sua reclamação, primeiramente, na empresa aérea, que pode ser por meio do site www.consumidor.gov.br. Pela ferramenta, o consumidor pode se comunicar diretamente com as companhias, que têm o compromisso de responder às manifestações em até dez dias. Se a empresa não estiver cadastrada na plataforma, o passageiro poderá registrar sua manifestação no sistema de atendimento da Anac.


Trump exige muro com México e reforma em vistos para mudar política imigratória

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira (29) que não cogitará restaurar o programa imigratório de Ação Diferida para Chegados na Infância (Daca, na sigla em inglês) que protegia jovens da deportação dos EUA, sem um compromisso dos democratas de construir um muro na fronteira com o México e encerrar certos programas de imigração. A informação é da Reuters.

O debate sobre a imigração será um tema central em Washington no início de 2018, ano em que eleições de meio de mandato para o Congresso serão realizadas em novembro. Em setembro, Trump encerrou o Daca, que blindava da deportação jovens que chegaram aos EUA ilegalmente na infância, e instruiu o Congresso a elaborar uma solução de longo prazo até março.

Os democratas pressionaram pela continuidade do Daca, mas o presidente republicano disse que isso não acontecerá sem o encerramento de vários programas de concessão de vistos e a construção do muro na fronteira sul dos EUA.

"Os democratas foram informados, e entendem plenamente, que não pode haver Daca sem o MURO desesperadamente necessário na fronteira sul e o FIM da horrível migração em cadeia e do ridículo sistema de loteria de imigração etc", tuitou Trump hoje.

Representantes do líder democrata no Senado, Chuck Schumer, e da líder democrata na Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, disseram que eles não negociarão a questão na mídia, mas que esperam ter conversas sérias depois que os parlamentares voltarem ao trabalho em Washington no início do mês que vem.

Em praia de Natal, hotel coloca placas para alertar hóspedes sobre risco de assaltos

A falta de segurança pública fez um hotel de Natal fixar placas alertando hóspedes e visitantes para o risco de assaltos durante caminhadas na orla. A ausência de salva-vidas na Via Costeira, principal corredor hoteleiro da cidade, também é uma preocupação.

No Rio Grande do Norte, principalmente na região metropolitana da capital potiguar, policiais e bombeiros militares estão aquartelados há 11 dias. O protesto é por falta de salários e melhores condições de trabalho. Nesta sexta (29), o governo federal anunciou que vai mandar 2 mil homens das Forças Armadas para o estado para reforçar a segurança da população.

Gerente do eSuites Vila do Mar, Emanuele Barreto disse ao G1 que as placas foram fincadas em frente ao hotel em razão das rebeliões e fugas de presos que aconteceram em Alcaçuz, ainda em janeiro. "Muitos bandidos à solta, né? Então a ideia foi de alerta mesmo, para dizer que em nosso hotel as pessoas têm segurança. Mas, que ao saírem em caminhadas, que tomem cuidado", explicou. 

Ainda de acordo com a gerente, a crise na segurança pública potiguar não afetou os negócios do hotel. "Estamos com 100% de ocupação. E aqui, nossa segurança é eficiente. Além de particulares, contamos com equipes terceirizadas. Policiais civis à paisana também nos ajudam", afirmou.

Times do RN enfrentam paraibanos em amistosos antes do Estadual

Três times potiguares entram em campo para amistosos de pré-temporada nesta sexta-feira (29) e no sábado (30). Todos eles enfrentam equipes da Paraíba.

Hoje, o Santa Cruz de Natal encara o Campinense-PB, às 15h15, no estádio Renatão, em Campina Grande.

Já amanhã, o América enfrenta o Botafogo-PB, às 16 horas, no estádio Almeidão, em João Pessoa.
 
O Baraúnas terá pela frente o Atlético de Cajazeiras. O jogo será às 18h30, no estádio Perpétuo Corrêa Lima, em Cajazeiras.

O Campeonato Potiguar começa no dia 13 de janeiro.

Reajuste do salário mínimo em 2018 é o menor em 24 anos

O reajuste de 1,81% no valor do salário mínimo para o ano de 2018, de R$ 937 para R$ 954, é o menor desde o Plano Real, anunciado em 1994 e que controlou a hiperinflação na economia brasileira, aponta série histórica do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Isso significa que o reajuste que será aplicado no salário mínimo no ano que vem o menor em 24 anos.

Até então, o menor aumento havia ocorrido em 1999, quando o salário mínimo, que serve de referência para 45 milhões de pessoas no Brasil, havia avançado 5,79%. 

Para fazer esse cálculo, o G1 considerou o salário mínimo médio de cada ano. Isso porque, antes de 2012, de uma forma geral, havia um valor para o salário mínimo diferente nos primeiros meses do ano e só depois era feito o reajuste.

A explicação para a variação de 1,81% está na forma de correção do salário mínimo em vigor, que leva em consideração a soma da variação do PIB de dois anos antes e a variação do INPC do ano anterior.

Para o caso específico de 2018, portanto, está sendo somado o resultado do PIB de 2016, que foi de queda de 3,6%, com o INPC de 2017. Como o resultado do PIB de 2016 foi negativo, o reajuste do salário mínimo é feito apenas pela variação do INPC.

Além disso, o 1,81% de variação do INPC é uma estimativa do governo, já que o percentual exato só será conhecido em janeiro. Vai G1.

PRF alerta para trechos de rodovias federais no RN com buracos

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) alertou nessa quinta-feira (28) para que os motoristas redobrem a atenção em alguns trechos de rodovias federais no Rio Grande do Norte.

Segundo o órgão, em publicações no perfil oficial no Twitter, na BR-226, entre as cidades de Jucurutu e Campo Grande, e na BR-427, entre Acari e Serra Negra do Norte, existem muitos buracos no asfalto.

Além delas, a PRF confirmou irregularidades no pavimento asfáltico da BR-405, entre Apodi e Pau dos Ferros.

“Reduza a velocidade e redobre a atenção!”, pediu o órgão federal.

Incêndio em Nova York deixa 12 mortos

Pelo menos 12 pessoas morreram nesta quinta-feira (29) por causa de um incêndio em um prédio de apartamentos do distrito nova-iorquino do Bronx. As informações são da EFE.

O fogo começou às 19h horário local (22h em Brasília) e se espalhou rapidamente. Quase 200 bombeiros foram chamados para combater as chamas.

O prefeito da cidade, Bill de Blasio, confirmou a morte de 12 pessoas e afirmou que, além disso, há quatro feridos em estado crítica.

"Este é o pior incêndio que vimos na cidade em pelo menos um quarto de século", acrescentou de Blasio em declaração aos jornalistas perto do local do incêndio.

Segundo o chefe dos bombeiros, Daniel Nigro, o mortos têm enre um ano e 50 anos de idade. Três das vítimas eram membros de uma mesma família, segundo as fontes oficiais.

O Bronx é um distrito de Nova York com forte presença de residentes da comunidade latina.

Nigro, que acompanhava o prefeito, disse que ainda é cedo para determinar o que deu início às chamas.

O incêndio, que se prolongou durante duas horas antes que pudesse ser controlado pelos bombeiros, aconteceu perto do zoológico do Bronx, em uma noi

Desemprego volta a cair e taxa chega a 12% em novembro, diz IBGE

A taxa de desemprego no país fechou o trimestre encerrado em novembro em 12%, uma retração de 0,6 ponto percentual em relação ao trimestre anterior, quando a taxa estava em 12,6%. Na comparação com o mesmo trimestre do ano passado, quando a taxa foi estimada em 11,9%, o quadro foi de estabilidade.

Os dados fazem parte da Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgada hoje (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo a publicação, no trimestre encerrado em novembro a população desocupada do país era de 12,6 milhões, registrando queda de 4,1% em relação ao trimestre anterior – menos 543 mil pessoas desocupadas.

Em comparação com igual trimestre do ano passado, quando havia 12,1 milhões de desocupados, houve alta no desemprego de 3,6% (mais 439 mil de pessoas).

A Pnad Contínua mostra que, no trimestre encerrado em novembro, a população ocupada era de 91,9 milhões, tendo crescido 1% em relação ao trimestre anterior – o equivalente a mais 887 mil pessoas empregadas.

Em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, quando a população ocupada era de 90,2 milhões de pessoas, o crescimento foi de 1,9% – o equivalente a mais 1,7 milhão de pessoa.

Nova portaria é bem recebida por entidades que combatem trabalho escravo

A publicação, pelo Ministério do Trabalho, de uma portaria revendo pontos polêmicos relativos à fiscalização e divulgação de empresas cuja atividade faz uso de trabalho em condições análogas à escravidão foi bem recebida por setores que atuam contra esse tipo de prática criminosa. A portaria anterior, de outubro, foi criticada por entidades nacionais e internacionais, segundo as quais incluia regras que tornavam mais díficil a fiscalização do trabalho escravo.

Para os auditores fiscais do trabalho, a nova portaria, divulgada nesta sexta-feira (29), faz com que o Brasil “saia da marcha à ré” em que se encontrava, e volte ao posto que ocupa desde 2003, de referência mundial no combate ao trabalho escravo. Segundo o presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait), Carlos Silva, as novas regras retomam a ideia de que não é apenas liberdade o que define trabalho escravo. “É, sobretudo, a dignidade da pessoa humana”, disse ele à Agência Brasil.

“A nova portaria se refere à dignidade da pessoa humana como central no conceito do trabalho escravo. Isso é importante porque é o oposto do que a portaria anterior trazia. Ao apresentar conceitos, a nova portaria resolve o problema criado pelo [então] ministro [do Trabalho] Ronaldo Nogueira com a portaria anterior, que retirava inclusive prerrogativas dos auditores fiscais. Nossa avaliação é de que, agora, essas prerrogativas serão respeitadas”, acrescentou.

Quanto ao auto de infração e aos documentos necessários à tipificação de tal crime, na nova portaria não consta mais a previsão de outra autoridade para fazer as autuações – no caso, uma autoridade policial, a quem caberia preparar um boletim de ocorrência para que a denúncia fosse adiante. “Ela garante a atuação efetiva do auditor, cabendo a ele o resgate da pessoa vítima de trabalho escravo”.

A retirada da exigência de participação de autoridades policiais no processo de fiscalização foi também elogiada pela coordenadora nacional de Erradicação do Trabalho Escravo, do Ministério Público do Trabalho (MPT), Catarina Von Zuben. Segundo Catarina, a nova portaria “atende aos anseios do MPT e da sociedade como um todo”, apresentando regras inclusive melhores do que as que vigoravam antes da primeira portaria.

“Em primeiro lugar, a portaria anterior tirava a fé pública do auditor fiscal [ao exigir a participação de autoridades policiais no processo e a preparação do boletim de ocorrência]. Com a nova portaria, isso volta às mãos dos técnicos investidos de fé pública. Ela traz em seu texto muito do que, na prática, já se fazia. Voltou aos trilhos do auditor fiscal”, disse a procuradora à Agência Brasil.

Para os procuradores do Ministério Público do Trabalho, as novas regras apresentam também vantagens conceituais que facilitarão a discussão de critérios no momento das autuações. “Agora existe um norte para a atuação do grupo fiscal, deixando mais claros e transparentes os conceitos. Isso representa avanço inclusive em relação ao que havia antes da primeira portaria porque, ao tratar de conceitos, torna desnecessária a necessidade de discutir critérios nos momentos de autuação”, argumentou a procuradora.

Tanto a procuradora quanto o auditor fiscal elogiaram o tratamento mais técnico e menos político que se dará para à chamada lista suja, na qual são apresentados os nomes de empresas condenadas administrativamente por fazer uso de trabalho em condições análogas à escravidão. “Essa lista dá transparência à sociedade. Com a nova portaria, essa divulgação terá de ser mais limpa e clara. Ficará mais fácil divulgar os nomes dessas empresas. Antes, sendo o ministro quem decidia, a divulgação tinha caráter mais político, quando o critério deveria ser técnico”, disse a procuradora.

Para Carlos Silva, foi positiva a despolitização do processo de alimentação, organização e divulgação da lista suja. “Isso volta para o setor de onde jamais deveria ter saído, que é o de caráter técnico: a Secretaria de Inspeção do Trabalho”, disse o presidente do Sinait. “Antes cabia ao ministro a divulgação dessa lista. Portanto, o critério era político. Agora está previsto como sendo competência da Secretaria Técnica do Ministério do Trabalho. É ela quem executa, planeja e organiza a fiscalização do trabalho. Nada mais coerente do que ser ela quem divulga a lista suja”, argumentou Silva.

Silva destaca também que, além de deixar essa tarefa a cargo da secretaria, a nova portaria deixa claro o papel que tanto a assessoria de comunicação quanto outros órgãos do ministério terão no sentido de garantir que a Secretaria de Inspeção do Trabalho consiga promover a divulgação. “Ela coloca esses órgãos para garantir a divulgação, algo absolutamente diferente e indo na contramão do que o ministério tentou fazer com a portaria anterior, que era de politizar a divulgação da lista suja”.

Um outro ponto elogiado pelo auditor fiscal é a obrigação da administração central e das superintendências regionais para garantir recursos para as fiscalizações. Ele explica que antes não havia citação expressa sobre a obrigação de destinação de recursos e de condições. “A fiscalização móvel é coordenada pela administração central. No entanto, em quase todas superintendências há grupos móveis regionais. Essas unidades móveis são mantidas também com recursos das superintendências. Agora, inclusive, vamos fazer uso desse artigo para cobrar essa obrigação não só da administração central, mas também para as superintendências nos estados”, informou o auditor do trabalho.

A nova portaria foi a última medida anunciada pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, à frente do cargo. Segundo Carlos Silva, esta é uma prova das pressões que o ministro recebeu para publicar a primeira portaria. “Certamente o ministro deixou para fazer isso no último momento para se ver livre das pressões que são feitas por todos interessados em praticar trabalho escravo no país. Ele sofreria muita pressão se continuasse no cargo. Particularmente, acho no mínimo louvável ele ter compreendido a necessidade de rever a portaria anterior, tendo em vista os efeitos nefastos dela”.

Escolas do Rio recebem recurso extra para enfrentar evasão de alunos

Escolas das redes municipal e estadual do Rio de Janeiro receberão uma verba extra para fazer pequenos reparos, comprar equipamentos e contratar monitores de português, matemática e para atividades lúdicas a serem oferecidas no contraturno e aos sábados. O dinheiro vem do Programa Dinheiro Direto na Escola, do Ministério da Educação, e integra o Programa Emergencial de Ações Sociais para o estado, criado em novembro pelo governo federal. A cerimônia de assinatura da liberação dos recursos ocorreu hoje (29) no Palácio Guanabara, sede do governo do estado, em cerimônia presidida pelo governador Luiz Fernando Pezão.

A verba, que será liberada na segunda quinzena de janeiro, varia de acordo com a quantidade de alunos da escola, e vai de R$ 16 mil a R$ 91 mil, somando R$ 27,6 milhões. Serão beneficiadas 445 escolas estaduais, de 28 municípios, além de 340 da rede municipal da capital. De acordo com o ministro da Educação, Mendonça Filho, os recursos serão administrados pelos diretores das unidades, escolhidas segundo critérios técnicos como número de alunos e necessidades da escola.

“São necessidades em termos de pequenos investimentos, tipo uma pintura, muro, parte elétrica danificada. E outra parte é para custear atividades que estendem a carga horária da escola. Dessa forma, a gente combate a evasão escolar, até porque ataca duas causas da evasão: se a gente tem uma escola mais agradável, que acolha melhor os alunos, evidentemente será um ambiente mais atrativo como um todo. De outro modo, atividades que se estendem além das atividades regulares de uma escola são muito importantes para que a gente possa reter o aluno dentro da sala de aula e da escola”, disse o ministro.

De acordo com o secretário de estado de Educação, Wagner Victer, o objetivo é oferecer melhorias nas escolas e atividades extras para que os alunos não abandonem os estudos. “Foram seis meses para escolher as escolas, em função da necessidade de reduzir o processo de evasão. A rede tem 1.249 [unidades], então essas 445 contempladas é um número elevado”.

Governo não editará novo indulto de Natal até decisão do STF

O governo decidiu não editar novo indulto natalino até que o Supremo Tribunal Federal (STF) decida sobre a suspensão parcial da medida determinada em liminar pela presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia. O caso só será levado ao plenário após o recesso do Judiciário, em fevereiro.

Em nota, o Ministério da Justiça informou hoje (29) que o vai obedecer a decisão da ministra, mas aguarda que o Supremo “possa decidir o mais breve possível sobre o tema”.

Cármen Lúcia suspendeu ontem (28) parte do decreto de indulto natalino, assinado pelo presidente Michel Temer na última sexta-feira (22), por considerá-lo inconstitucional. A decisão atendeu a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que questionou a legalidade do decreto presidencial que deixou mais brandas as regras para o perdão da pena de condenados por crimes cometidos sem violência ou ameaça, como corrupção e lavagem de dinheiro.

Na nota divulgada nesta sexta-feira, o ministério critica a suspensão de parte do decreto e afirma que “o indulto é tradição humanitária praticada todos os anos” e que a decisão da ministra Cármen Lúcia “impede que milhares de condenados por crimes sem grave ameaça ou violência à pessoa possam se beneficiar do indulto”.

Número de empresas inadimplentes cresce em novembro

Dados do Indicador de Inadimplência de Pessoa Jurídica, medido pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), mostraram que o número de empresas com contas em atraso e registradas como devedoras aumentou 3,71% em novembro, comparado ao mesmo mês do ano passado, quando essa variação foi de 6,8%. Na comparação com outubro houve crescimento de 0,53%.

“Essa desaceleração ocorre mesmo em meio à crise econômica e reflete o ambiente de maior restrição ao crédito e menor propensão a investir, que trazem redução do endividamento. Para os próximos meses, espera-se que a atividade econômica siga uma lenta recuperação, e que os empresários permaneçam cautelosos devido ao cenário de grande incerteza política e econômica, o que deve manter o crescimento da inadimplência das empresas limitado”, disse o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro.

No caso das dívidas em atraso, o crescimento foi de 2,01% na comparação com novembro do ano passado, e de 33% ante outubro.“Neste último ano, a economia esboçou sinais de melhora e, aos poucos, o ambiente econômico deve começar a mudar tanto para os consumidores quanto para as empresas. Alguns setores retomaram as vendas e as taxas de juros cederam, tornando a renegociação de dívidas menos onerosa”, disse a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Quando analisadas as regiões, o Nordeste lidera o crescimento da inadimplência das empresas, com crescimento de 3,8%, seguido pelo Centro-Oeste, que teve aumento de 3,5%. Depois aparecem as regiões Sudeste (3,30%), Sul (3,03%) e Norte (1,96%).

Entre os setores, o de serviços registrou a maior alta (5,91%) e o do comércio aumentou 2,3%, seguido da indústria (1,88%). As empresas que atuam no ramo da agricultura apresentaram um recuo de -1,70% no número de empresas negativadas.

Capitania libera balsas com fogos de artifício para o réveillon em Copacabana

As 11 balsas com 17 mil explosivos de artifício que serão detonados no réveillon da Praia de Copacabana foram liberados pela Capitania dos Portos e pela Divisão de Fiscalização de Armas e Explosivos da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Representantes dos dois órgãos disseram hoje (29) que os critérios de segurança foram atendidos.

As balsas estão atracadas na Ilha do Fundão. De acordo com a programação, elas serão rebocadas na noite de amanhã (30) e posicionadas a 500 metros das areias de Copacabana durante a madrugada do dia 31.

Na manhã do dia 31, serão posicionadas as cinco balsas da queima de fogos da Praia de Icaraí, em Niterói, e as duas que serão usadas no réveillon da Praia do Flamengo, na zona sul do Rio. Depois de preparadas, as balsas ficam isoladas, e nenhuma embarcação pode chegar a menos de 500 metros de distância.

A Capitania dos Portos fará a fiscalização das embarcações particulares que acompanham os fogos. A expectativa do órgão é que 250 embarcações estejam ao redor do cordão de isolamento no momento da virada, segundo o capitão dos portos do Rio de Janeiro, Sérgio Salgueirinho. Ele vai participar da fiscalização e da observação das condições do mar para dar a última liberação para o show, às 23h30.

"Não temos previsão de mar grosso nem de ventos intensos. Nossa expectativa é de que não haja impedimento meteorológico para prosseguir com o evento", disse.

Supermercado Favorito é saqueado por bandidos na madrugada

O supermercado Favorito da zona Norte foi arrombado por cerca de 20 criminosos que também arrombaram as lojas dentro do estabelecimento e roubaram produtos, eletroeletrônico e dinheiro.

A ação ocorreu na madrugada desta sexta-feira (29), no comércio localizado na Avenida Santarém, no bairro do Vale Dourado. No local foram subtraídos dentre eles celulares, bebidas, roupas e eletrodomésticos.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), ação foi rápida e os bandidos fugiram do local em quatro carros. A Força Nacional realizou diligências, mas ninguém foi preso até o fechamento desta edição.

A administração da Rede Favorito de Supermercados não se posicionou acerca do fato e ainda contabiliza o estrago causado pelos criminosos.