quarta-feira, janeiro 31, 2018

Governo federal e Rio assinam acordos de cooperação para centros de pesquisas

Os governos federal e do Rio de Janeiro assinaram hoje (31) dois acordos de cooperação para o repasse de recursos para centros de pesquisa no estado, entre eles cinco centros nacionais de equipamentos multiusuários na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal Fluminense (UFF), PUC-RJ, Inmetro e no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas.

Os laboratórios devem receber os recursos de 2018 a 2022 da Financiadora de Estudos e Projetos e da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj. Ao todo, estão previstos R$ 25 milhões.

Os acordos foram assinados pelo ministro de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab, e o governador Luiz Fernando Pezão.

Em cinco anos, devem ser destinados ainda R$ 100 milhões para 19 institutos nacionais de ciência e tecnologia no estado do Rio de Janeiro. Outro acordo prevê que, em três anos, R$ 24 milhões serão repassados para a implementação do Programa de Núcleos de Excelência (Pronex).

O presidente da Faperj, Ricardo Vieiralves de Castro, que fez a abertura do evento, disse que "investir em ciência é afirmação de soberania, possibilidade de investir em bem-estar e um ato de humanidade". E disse esperar que o evento seja um "rito de passagem", uma vez que o setor foi afetado de forma dura pela crise enfrentada pelo estado.

‘Às vezes as pessoas não vão com a minha cara’, diz Temer

O presidente Michel Temer atribuiu, nesta quarta-feira, parte da rejeição ao seu governo ao fato de que algumas pessoas “não vão com a sua cara”. A declaração foi feita durante entrevista à Rádio Metrópole, de Salvador, enquanto Temer comentava sobre políticos que, segundo ele, são beneficiados pelas decisões do Planalto, mas mesmo asism podem deixar de apoiar o governo nas eleições.

— Às vezes as pessoas não vão com a minha cara. Dizem: ‘Esse Temer, não vou com a cara dele’. Aí tudo bem, não tem problema nenhum. O problema é analisar o que está sendo feito. Vamos analisar friamente. Nós pegamos uma recessão medonha, uma recessão extraordinária. O país estava à beira do colapso. E nós estamos recuperando, pouco a pouco — disse o presidente.

Segundo pesquisa Datafolha divulgada hoje, Temer é o cabo eleitoral mais impopular das opções estudadas pelo instituto: 87% dos eleitores rejeitam um candidato apoiado pelo presidente, apenas 4% acolheriam a indicação e 8% avaliaram a possibilidade.

— Não foi fácil passar os primeiros meses de governo. Depois enfrentamos aquela questão das denúncias. E vou usar os microfones aqui para dizer que não vou mais tolerar dizerem que eu me envolvo em falcatruas, peço licença para dizer que este ano não vou tolerar mais essas acusações porque elas são falsas e os acusadores estão presos. Quando houve essas denúncias, havia uma pessoa na porta do Congresso pedindo a minha saída, pode pegar fotos e olhar. A história vai reconhecer o que foi feito no nosso governo — defendeu o presidente.

Governador do Rio defende criação de grande campanha de desarmamento

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, disse no início da tarde de hoje (31) que tem conversado com movimentos sociais e líderes religiosos para iniciar uma grande campanha de desarmamento no estado do Rio de Janeiro.

Iniciando seu último ano de mandato no Palácio Guanabara, Pezão afirmou que pretende lançar a campanha o mais rápido possível.

“A gente tem que fazer uma grande campanha de desarmamento. Ninguém aguenta mais ver tanta arma. É lamentável o que a gente vê no país. Se entra fuzil no país como entra arma de brinquedo”, disse o governador. “Vou trabalhar muito nesses 11 meses que faltam para a gente fazer uma grande campanha de desarmamento”.

Pezão disse que já tratou do assunto com líderes evangélicos e de outras denominações religiosas, e que deve discutir a campanha com o arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, nos próximos dias. O governador também afirma que conversou com entidades como o Viva Rio, a Central Única de Favelas e o Afroreggae. 

“Não tenho a utopia de que vou acabar com o consumo de drogas. Enquanto existir consumidor, vai existir fornecedor. Isso é uma chaga da sociedade. Agora, o armamento, eu vou trabalhar muito [para combater]”, disse. “Quero começar rapidamente a fazer isso”.

O governador afirmou que, desde o início de seu mandato, pede o reforço da fiscalização das estradas federais, para impedir a entrada de drogas e armas no estado do Rio e enfraquecer o crime organizado. “A gente paga um preço hoje pela omissão anterior que a gente teve”.

SBT dá resposta após Grupo Globo comprar o “Chaves”

Na terça (30), o UOL revelou que o Grupo Globo adquiriu os direitos para a transmissão dos seriados Chaves Chapolin. Segundo a publicação, a Globosat firmou parceria com a rede mexicana Televisa e o Grupo Chespirito e comprou os direitos de exibição dos programas, que estão no ar há 33 anos pelo SBT.

A estreia será no canal pago Multishow. No entanto, os fãs não precisam se desesperar: Chaves segue firme e forte na rede comandada por Silvio Santos. Os episódios também estarão disponíveis no serviço de streaming da Globosat. Não à toa, após tantos anos na grade do SBT, fãs foram surpreendidos pela novidade — e não faltaram piadas. 

Temer diz que reforma da Previdência "não é bicho-papão"

O presidente Michel Temer disse hoje (31), durante cerimônia de assinatura de contratos de concessão de áreas do pré-sal, que a reforma da Previdência, cujos debates no Congresso começarão dia 19 de fevereiro, "não é um bicho-papão". Segundo ele, o governo ainda busca o número mínimo de votos para aprovar a matéria.

“Toda vez que se fala em reforma da Previdência, inicialmente há uma resistência. Mas logo depois, quando se faz a revisão previdenciária, as pessoas veem que não é, se me permitem a expressão, nenhum bicho-papão. Na verdade, o que se deu foi para melhorar o país.”

Temer disse ainda que alguns estados já passaram por dificuldades financeiras por conta de sua Previdência Social e que isso serve de exemplo para mostrar a urgência de uma reforma no setor.

“A proposta inicial [de reforma] foi amplamente examinada e ajustada. Enquanto o país discutia a Previdência, a situação em alguns estados se deteriorou, exatamente em função da Previdência. E quase que o Brasil, por isso, se transformou em um estado unitário, porque todos vinham à União para pedir socorro”, disse o presidente. “Tivemos um vislumbre do que poderá acontecer no Brasil se a Previdência não for consertada. Repito, atraso no pagamento de salários, serviços públicos precários, aposentadorias em risco”, completou Temer.


Prestador de serviços da UERN e amigo são encontrados mortos após serem raptados em Mossoró/RN

O funcionário da Acrópoles, prestador de serviços a UERN, Edson Cosmo da Silva, de 32 anos, e um amigo ainda não identificado foram encontrados mortos na manhã desta quarta-feira, 31/01, na estrada carroçável que liga o Sítio Santana à BR 110, na zona rural de Mossoró, sentido Upanema. As vítimas foram raptadas por homens encapuzados na noite de ontem quando saíam de um bar no Dom Jaime Câmara.

No local, onde os corpos foram encontrados há vários documentos que não são das vítimas espalhados no chão. Quatro policiais militares estão fazendo o isolamento da área para perícia e remoção dos corpos para exames na sede do Instituto Técnico-científico de Polícia (ITEP).

Além deste duplo homicídio, a Polícia Civil confirmou outra ocorrência de assassinato. Uma mulher foi assassinada a tiros no bairro Belo Horizonte.

O delegado Rafael Arraes, da Divisão de Homicídio e Proteção a Pessoa, informou que não tinha como enviar policiais a dois locais de crime, pois não têm agentes suficientes para cumprir a missão. Avalia como resolver a questão com a Delegacia Regional.
 
Ainda durante a madrugada, a Policia Militar acredita que se confrontou com os assassinos. Nas imediações de onde foram encontrados os corpos, o veículo usado para rapta-lo foi alcançado e teria havido troca de tiros. Os bandidos abandonaram o veículo e fugiram.

Neymar nega "ser o cara" do PSG, revela cobrança por gols e garante: "É só o início"

Com pouco mais de meia temporada disputada com a camisa do Paris Saint-Germain, Neymar está surpreso. Segundo ele, o início da sua trajetória no clube francês vem superando as próprias expectativas. Chuva de gols, assistências, dribles e atuações brilhantes... Apesar da surpresa, o craque brasileiro garante que "é só o início".

Em entrevista ao site oficial do PSG publicada nesta quarta-feira, o camisa 10 falou um pouco sobre os primeiros meses em Paris. 

- Não, não esperava ter um começo tão bom em números aqui pelo Paris. Mas eu vim para isso, vim para ajudar a equipe, ajudar meus companheiros, para tentar tirar o melhor de mim. Me superar a cada dia, a cada jogo. É o mais importante - garantiu ele.

O início avassalador é comprovado nos números. São 26 gols marcados em 25 partidas disputadas - média superior a um por jogo, portanto. Em janeiro, o craque balançou as redes nove vezes e igualou o mês mais artilheiro da carreira (abril de 2013), quando ainda defendia o Santos. A busca por gols é uma cobrança dele mesmo.

Neymar, por outro lado, negou "ser o cara" do PSG, apesar de reconhecer a responsabilidade que tem em campo.

- Não é um objetivo que eu tenho ser "o cara" do time, o cara que mais ajuda em forma de gls, de passes. Estou ali para jogar futebol. Meu futebol é esse, de criar jogadas, fazer gols, das assistências. É para isso que eu vim, para criar jogadas para que meu time possa fazer gols. Nós atacantes, o Cavani, o Mbappé, Di María, somos jogadores que estão ali para isso. Para criar jogadar, situações de gols para que a gente possa ganhar as partidas.

PM registra duplo homicídio e o assassinato de uma mulher em Mossoró/RN

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte confirmou a ocorrência de um duplo homicídio e o assassinato de uma mulher na manhã desta quarta-feira (31) em Mossoró, na região Oeste do estado. Ninguém foi preso.

Segundo a PM, os corpos de dois jovens foram encontrados por volta das 7h no Sítio Santana. As vítimas foram levadas de casa ainda na noite da terça (30) por homens armados em um HB20 de cor branca. Um dos mortos foi reconhecido como Edson Cosmo da Silva. O outro ainda não foi identificado.

Ainda na manhã desta quarta (31), também em Mossoró, uma mulher foi assassinada a tiros. O crime aconteceu por volta das 9h no bairro Belo Horizonte. Os criminosos, dois homens, fugiram em uma moto. A vítima, ainda de acordo com a PM, ainda não foi identificada, mas seria mulher de um traficante morto no ano passado na cidade.

Homem marca encontro no Tinder e é esfaqueado em casa, na Barra da Tijuca




O empresário Roberto Del Cima, de 69 anos, foi esfaqueado diversas vezes, dentro de casa, no Condomínio Santa Mônica Jardins, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, na noite desta terça-feira. Ele está internado no Hospital Barra D'Or, no mesmo bairro, e teve cortes superficiais pelo corpo.

A principal suspeita do crime é uma mulher identificada apenas como Vivian, de 22 anos. O empresário conheceu a jovem por meio do aplicativo Tinder e marcou um encontro com ela na residência dele. A suspeita foi reconhecida por testemunhas do crime graças às fotos publicadas pela jovem no aplicativo de relacionamento.

— Ela é a autora do crime. Ela estava com um comparsa, que a gente está investigando e não chegamos à identificação ainda, mas já temos alguns indícios de quem ele é — disse o delegado Marcus Neves, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), responsável pelas investigações.

De acordo com a Polícia Civil, Vivian teria chegado de carro à casa de Roberto com um homem escondido dentro do porta-malas do veículo. O suspeito, que está sendo investigado pela polícia, teria auxiliado no crime. Eles levaram jóias, relógios e um laptop da residência. O crime foi registrado como latrocínio tentado.

Em depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca), a empregada doméstica de Roberto contou que a suspeita chegou por volta das 22h e jantou com a vítima. Depois, ambos seguiram para o quarto dele. Por volta de 1h30, ela afirmou ter ouvido o patrão gritar por socorro e dizer que estava sendo esfaqueado pela mulher. 

O quarto onde o crime aconteceu ficou completamente revirado e repleto de sangue. As marcas estão também no closet do cômodo e no banheiro. Há manchas também na banheira de hidromassagem. A Polícia Civil informou que já solicitou imagens de câmeras de segurança do local e que investiga se a vítima foi dopada. A perícia já foi realizada na residência. A vítima ainda não foi ouvida pela Polícia Civil.  Via G1,

Setor turístico prevê aumento de 20% de norte-americanos no Rio com novo visto

Com a entrada em vigor, na quinta-feira passada (25), do novo sistema eletrônico para a concessão de visto para turistas dos Estados Unidos, a expectativa do setor de receptivo do Rio de Janeiro é incrementar em 20% o número de visitantes norte-americanos à cidade. Além dos naturais dos Estados Unidos, o novo sistema está disponível para cidadãos do Japão, Canadá e Austrália.

Segundo a presidente do Rio Convention & Visitors Bureau, Sonia Chami, os norte-americanos eram os que mais visitavam a cidade, mas atualmente foram superados pelos argentinos. “Há dez anos, o americano era o número um, o que mais recebíamos no Rio de Janeiro, hoje está o argentino. Mas a gente pretende que o americano volte a ser o primeiro do ranking, porque a estada média é maior que a dos hermanos e o gasto médio deles também é maior do que o dos argentinos”.

De acordo com Sonia Chami, o Rio recebe, em média, 250 mil turistas norte-americanos por ano. Esses visitantes gastaram na cidade US$ 248 milhões durante 2016, “então isso é uma receita bem interessante para o Brasil”. Ela explica que o setor de turismo do Rio de Janeiro já começou a investir em campanhas de promoção e divulgação em Nova Iorque e que, até o fim do ano, o trabalho será ampliado para outras cidades dos Estados Unidos. Sua previsão é que o número de turistas dos Estados Unidos cresça 20%.

O novo modelo de e-Visa (visto de visita por meio eletrônico) foi apresentado hoje (31) pela Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, em solenidade no Forte de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro. O sistema está em funcionamento para australianos desde 21 de novembro Para os japoneses, o visto eletrônio está disponível desde 11 de janeiro e os canadenses passaram a ter acesso ao serviço a partir de 18 de janeiro.

Governo fará censo de migrantes venezuelanos no Brasil

O governo federal decidiu realizar um censo dos migrantes venezuelanos que entraram no Brasil em razão da crise política e econômica no país vizinho. Diante das informações do levantamento, o Palácio do Planalto analisará novas medidas a serem tomadas.

Com a deterioração da economia do país presidido por Nicolás Maduro, venezuelanos têm cruzado a fronteira e se estabelecido no Brasil, principalmente no estado de Roraima, nas cidades de Pacaraima e Boa Vista. O governo não informou quando será iniciado o censo.

O tema foi discutido em reunião interministerial realizada ontem (30), coordenada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. Participaram os ministros Torquato Jardim (Justiça), Raul Jungmann (Defesa), Ricardo Barros (Saúde), Osmar Terra (Desenvolvimento Social), Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional) e do secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Marcos Galvão.

A situação tem sido monitorada pelo governo federal, que dá apoio técnico e financeiro ao estado de Roraima para atender a essa população. Durante a reunião ministerial, ficou decidido que serão intensificadas as ações na região.

No ano passado, foram repassados R$ 793 mil para abrigos destinados a migrantes indígenas e não indígenas. Além disso, foram destinadas 82 toneladas de alimentos para os venezuelanos abrigados em Pacaraima e Boa Vista, além de um repasse de R$ 42,4 milhões pelo Ministério da Saúde.

Oportunidade: Vende-se casa de repasse no condomínio Vila verde em João Câmara/RN.

Pra você que quer realizar o sonho da casa própria, tá aqui uma grande oportunidade para adquirir a sua casa que está localizado numa das áreas que mais cresce e mais valorizada na cidade, o Condomínio Vila Verde. 

A casa têm garagem, 2 quartos, sala, cozinha, banheiro social, área de serviço e é toda murada.

Valor a negociar.  

Contato: 99158-6004.

Com taxa de incidência ainda alta da doença, país faz campanha contra hanseníase

“Hanseníase: Identificou. Tratou. Curou”. Com essas quatro palavras, o Ministério da Saúde objetiva comunicar à população a possibilidade de combater e curar a hanseníase. Nesta quarta-feira (31), último dia do chamado Janeiro Roxo, que marca a busca por sua eliminação, foi lançada a campanha que pretende, segundo o órgão, alertar sobre sinais e sintomas da doença, estimular a procura pelos serviços de saúde e mobilizar profissionais de saúde na busca ativa de casos, a fim de obter diagnósticos precoces, tratamento e prevenção de incapacidades.

Entre 2007 e 2016, o número de casos novos de hanseníase caiu 37% no Brasil, passando de 40,1 mil diagnosticados no ano de 2007, para 25,2 mil em 2016. Apesar da queda, o país continua sendo o único das Américas a ter a doença como um problema de saúde pública, segundo a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS). Para mudar esse quadro, é preciso reduzir os níveis de incidência a menos de um caso por grupo de 10 mil habitantes ou 10 a cada 100 mil, de acordo com a OPAS.

No país, a taxa de detecção, que representa o número de casos novos confirmados de hanseníase, era de 21,19 casos por 100 mil habitantes em 2007. Em 2016, diminuiu para 12,29 casos por 100 mil habitantes. A situação é mais grave no Tocantis e em Mato Grosso, que são considerados hiperendêmicos para a doença. Maranhão, Piauí, Pará, Rondônia, Roraima e Pernambuco também apresentam taxa de detecção em nível muito alto.

Hungria ameaça abandonar o Pacto sobre Migração da ONU

O Governo da Hungria advertiu nesta quarta-feira (31) que abandonará o Pacto Mundial sobre a Migração da ONU, que deve ser aprovado em setembro, se o texto final não se adequar aos seus interesses. A informação é da EFE.

Segundo o ministro húngaro de Relações Exteriores, Péter Szijjártó, a Declaração de Nova York, texto que serve de fundamento ao futuro acordo, descreve a imigração como algo bom e imparável. “Não estamos de acordo com isto, que é contrário aos interesses húngaros", disse Szijjártó à imprensa sobre o documento assinado em setembro de 2016, no qual 193 países se comprometem a negociar uma série de medidas para garantir movimentos migratórios “mais seguros, ordenados e legais".

O ministro lembrou que o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, defende a inclusão dos refugiados nos lugares de acolhimento, o que, a julgamento de Szijjártó, "limita a soberania dos países membros da ONU".

Brasil poderá observar esta noite dois fenômenos lunares

Dois dos três fenômenos lunares que ocorrem hoje (31) poderão ser observados esta noite no Brasil. A Super Lua, que dará mais brilho ao único satélite natural da Terra, será também Lua Azul – nome dado à segunda lua cheia de um mesmo mês. Quem estava do outro lado do planeta, na região do Pacífico, pôde observar, enquanto ainda era dia no Brasil, o terceiro fenômeno: um eclipse lunar.

O que torna a lua deste 31 de janeiro rara é o fato de os três fenômenos ocorrerem simultaneamente. “A próxima coincidência [da Super Lua que é, ao mesmo tempo, Lua Azul em meio a um eclipse] só vai acontecer em 2037. Depois, só após 2100, ano limite da tabela que tenho aqui em mãos”, explicou à Agência Brasil o astrofísico da Sociedade Astronômica Brasileira Gustavo Rojas.
Lua Azul é o nome dado à segunda lua cheia de um mesmo mês ou à quarta lua cheia de uma mesma estação. No caso desta Lua Azul, ela carrega uma outra coincidência, a de se enquadrar nessas duas situações.

Já a Super Lua ocorre quando a lua cheia coincide com o período em que o satélite natural está mais próximo da Terra. “A órbita da Lua é oval. Em média ela está a 384 mil quilômetros da Terra. Quando mais distante, está a cerca de 400 mil km; e quando está mais perto, está a cerca de 360 mil km”, explicou Rojas, que é também do Observatório Astronômico da Universidade Federal de São Carlos.

“Esse termo [Super Lua] é meio enganoso por fazer com que as pessoas achem que a Lua ficará gigante. Na verdade, em termos de tamanho, ela fica apenas 10% maior do que quando está na posição mais distante. O que fica mais perceptível é o brilho, que fica 30% maior [na mesma base de comparação]. No entanto, isso fica pouco perceptível quando a observação é feita das cidades, onde há luz artificial”, disse o astrofísico, sugerindo que as pessoas se afastem das cidades para uma melhor observação.

Segundo ele, a simultaneidade da Lua Azul com a Super Lua representa uma coincidência de calendários. “Muitos calendários têm a Lua como referência. É o caso dos calendários judaico e muçulmano, por exemplo. A Lua tem um intervalo de 29 dias. Nosso calendário é dividido em meses que, em geral, são de 30 dias. Não à toa as palavras moon e month (lua e mês, em inglês) têm a mesma raiz. A lua influencia inclusive festas cristãs como a Páscoa, que ocorre no primeiro domingo após a [primeira] lua cheia [do outono, no Hemisfério Sul]”.

Rojas lembrou que a influência da lua nas civilizações antigas é notória. “Essas civilizações [as antigas] perceberam a ocorrência de ciclos regulares a partir dos movimentos celestes. É o caso da rotação da Terra [ao redor de si] e do movimento que ela faz ao redor do Sol. Foi a partir dessas observações que os calendários foram montados. As civilizações antigas não tinham visões avançadas do Universo, mas tinham entendimento bastante preciso da regularidade dos corpos celestes”.

De acordo com o astrofísico, a partir desses calendários, foi possível, ao ser humano, passar a fazer planejamentos, o que mudou de forma definitiva diversos hábitos e culturas. “Com o calendário, desenvolvemos, entre outras coisas, a agricultura, que foi fundamental para que deixássemos de ser nômades”, exemplificou.

Já o eclipse ajudou a ciência a explicar diversos fenômenos que vão além do nosso planeta e do Sistema Solar. “O eclipse é a projeção da sombra da Terra na Lua. Por meio da espectroscopia, ao observarmos esse evento – que funciona como uma lente, ao jogar uma luz diferente sobre a Lua – podemos obter várias pistas sobre a atmosfera do nosso planeta”, explicou.

Dessa forma, acrescentou Rojas, é possível, durante o eclipse, encontrar indícios de que há vida na Terra. “E se aplicarmos esse mesmo conhecimento em outros planetas, quando passam à frente de uma estrela, poderemos saber se há ou não material orgânico em sua atmosfera”, completou.

CIA localiza submarino do traficante Pablo Escobar que pode esconder R$ 222 bilhões

Membros da CIA descobriram um submarino que era usado pelo colombiano Pablo Escobar para transportar toneladas de cocaína do seu país de origem até Porto Rico, onde a droga era distribuída de várias formas para os Estados Unidos. A embarcação, segundo investigações, pode esconder R$ 222 bilhões. As informações são do Metro.

O vídeo, divulgado como um documentário pelas autoridades norte-americanas, mostra mergulhadores da agência de inteligência ao encontrar a embarcação, naufragada em uma região da costa colombiana. O submarino pode ajudar a dar pistas, de acordo com os agentes, de um local onde estaria um tesouro perdido de Pablo Escobar.

Segundo a publicação, a fortuna do traficante atingiu mais de dois bilhões de libras. Mas, muitos ainda acreditam que grandes porções de dinheiro permanecem enterradas ou escondidas.

Escobar usava as embarcações para levar até sete toneladas cocaína de alta qualidade da Colômbia para Porto Rico.

Pablo Escobar era o chefe de uma das organizações criminosas mais poderosas do mundo e o fugitivo mais procurado da Colômbia. Milhares de pessoas morreram em violência desencadeada pelo seu cartel de Medellín.

Ministro garante que há vacina para imunizar brasileiros contra a febre amarela

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou nesta quarta-feira, 31, que há estoque de vacina contra a febre amarela para toda a população brasileira que ainda não foi imunizada. No entanto, o ministério manterá a estratégia de vacinar apenas a população das áreas afetadas pela doença.

Em entrevista à Rádio Eldorado, Ricardo Barros, disse que o País está enfrentando o ciclo de febre amarela com absoluta tranquilidade, com a melhor técnica de imunização e que segue todos os protocolos da Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Este ano de fato tivemos 81 óbitos, sendo que no ano passado tivemos 147 óbitos e 213 casos da doença contra 468 na mesma semana epidemiológica em 2017. Este episódio de febre amarela, deste ano de 2018, está muito mais controlado do que aquele do ano passado,” disse Barros.

De acordo com Ricardo Barros, há recomendação para vacinar 70% da população do território nacional. “O ano passado vacinamos a população do Espírito Santo, esse ano vacinaremos Rio de Janeiro e Salvador integralmente e grande parte da população de São Paulo já foi vacinada”, explicou.

O ministro da Saúde prevê que a campanha de vacinação contra a febre amarela deste ano, cujo slogan é “Informação para todos, vacina para quem precisa” alcançará excelentes resultados. “Estamos com a vacinação em andamento, não temos mais filas, está tudo devidamente organizado e as unidades de saúde já estão preparadas para receber o público. Nós vacinaremos a população em área de risco sem nenhuma dificuldade e na maior velocidade, disse.

Ensino fundamental perde 1,8 milhão de matrículas em 5 anos no Brasil, diz censo

O número de crianças e adolescentes nas escolas públicas e privadas brasileiras caiu nos últimos cinco anos. Dados do Censo Escolar 2017, apresentados nesta quarta-feira, 31, pelo Ministério da Educação, mostram uma queda global de 45 milhões para 43,7 milhões de matrículas, na comparação com 2013.

As reduções ocorreram no ensino fundamental (queda de 1,8 milhão de matrículas) e no ensino médio (383 mil). Só ocorreu expansão de matrículas nos estabelecimentos infantis, que registraram um aumento de 902 mil matrículas, chegando a 8,5 milhões no ano passado. A evolução reflete uma mudança na legislação em 2016, que tornou obrigatória a presença de 100% das crianças de 4 e 5 anos em escolas.

Os números do Censo Escolar repassados à imprensa indicam que a estrutura física é um dos gargalos da educação. Um porcentual de 61,1% das creches não têm banheiro adequado à educação infantil. No ensino fundamental, o levantamento registrou escolas sem vasos sanitários (8,2%), salas de leitura e bibliotecas (45,7%) e laboratórios de ciências (88,5%).

Os problemas de estrutura ocorrem também no ensino médio. Nessa etapa, há escolas sem água da rede pública (10,7%), biblioteca (12%), banheiro adequado para estudantes com deficiência ou mobilidade reduzida (37,%) e laboratórios de ciências (54,6%).

Uma análise dos dados indica que há deficiências tanto na rede pública quanto na privada. Os problemas de estrutura são mais acentuados nas escolas municipais. Na questão da falta de biblioteca no ensino fundamental, por exemplo, as escolas federais estão em melhor situação (95,7% têm salas de livros) – as escolas particulares aparecem com 82,2%, seguidas das estaduais (81,1%) e das municipais (38,9%).

Janeiro de 2018 é o segundo mais violento da história do RN

Em apenas 28 dias do mês de Janeiro de 2018 o OBVIO ( Observatório da Violência Letal Intencional no Estado) contabilizou 190 homicídios em todo o Rio Grande do Norte. Os dados mostram que os primeiros dias do ano já estão em segundo lugar no ranking dos mais violentos da história. Em relação ao ano de 2015 a diferença no número de casos de assassinatos é de 36,7% a mais. Em 2017 foram 212 mortes.

A onda de homicídios vem deixando o potiguar com um sentimento contínuo de preocupação. Segundo Ivênio Hermes, pesquisador do OBVIO, muitos desses casos são motivados pela ação de bandidos durante a prática de outros crimes, como o roubo seguido de morte, por exemplo. "O governo afirma, mesmo sem uma investigação prévia, que a maioria das vítimas de assassinatos tinha envolvimento com o tráfico de drogas, mas isso tráta-se de uma colocação precipitada. Cada caso é um caso e nem todo mundo que é morto nesse Estado é bandido", disse.

A violência chegou na porta de quem cuida da segurança, o policial militar Darlan Santana Carvalho, de 40 anos foi o quinto agente assassinado em 2018, o Cabo reagiu a um assalto em uma farmácia, na zona Oeste, na manhã desta segunda-feira (29) e acabou baleado nas costas e na cabeça, Darlan, morreu na frente do filho e era um profissional exemplar, de acordo com os colegas. Para frear a sequência de mortes que aterroriza o Rio Grande do Norte as autoridades da Secretaria de Seguranca Pública prometem ações enérgicas.

Educação realiza formação com novos professores e gestores do tempo integral

A Secretaria de Educação do RN realiza, entre os dias 5 a 9 de fevereiro, a Formação Inicial para as Escolas em Tempo Integral do RN. A expectativa dos organizadores é reunir em torno de 300 participantes das equipes pedagógicas das onze novas escolas que vão ofertar esse sistema de ensino esse ano. Em parceria com o Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE), acontece no Hotel Praia Mar, em Natal.

A formação terá duração de 40h e tem como objetivo apresentar aos educadores o modelo da Escola da Escolha, metodologia de ensino onde os estudantes são levados a refletir sobre seu projeto de vida. “Serão cinco dias de intensas atividades onde vamos ajudar os professores, gestores e técnicos se apropriarem do modelo de trabalho da Escola da Escolha, trazendo para discussão temas como a diversificação do currículo, a abordagem das disciplinas eletivas e noções sobre a gestão da escola”, explicou Jaqueline Dantas, professora da equipe de implantação do Tempo Integral da SEEC.

Aeroporto de Natal é eleito o melhor com fluxo de até 5 milhões de passageiros por ano

Pelo segundo trimestre consecutivo, o Aeroporto de Natal foi eleito por seus usuários o melhor Terminal aeroportuário com capacidade de fluxo de até cinco milhões de passageiros por ano. O levantamento foi realizado pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e avaliou o último trimestre do ano passado.

O Aeroporto de Natal foi também o mais bem avaliado entre os terminais aéreos nordestinos, obtendo 4,48 na nota geral de satisfação, de um total de 5 pontos. Em relação à última pesquisa feita pelo ministério, houve um crescimento. Nos quesitos avaliados, o Terminal potiguar teve desempenho bastante positivo em critérios como a limpeza geral do Aeroporto, facilidade do desembarque no meio-fio, a confiabilidade da inspeção de segurança, a disponibilidade e limpeza de sanitários e a sensação de segurança nas áreas públicas do Terminal.

Na área internacional do Aeroporto de Natal as avaliações também foram animadoras. Para os mais de 1.600 passageiros consultados, o tempo de restituição da primeira bagagem de voos internacionais foi o menor do país. O indicador apontou um tempo de 8 minutos, metade do tempo médio registrado em todos os 20 aeroportos considerados na pesquisa. Em voos domésticos operados em Natal, este indicador cai para seis minutos, quatro mais rápido que a média dos terminais aéreos avaliados.

No Aeroporto de Natal não foram registradas filas na aduana quando os passageiros alegam não possuir produtos a declarar. Em 31% dos Aeroportos avaliados pelo Ministério dos Transportes foram registradas ocorrências de aglutinação de passageiros. A Inframerica investiu mais de R$ 600 milhões no Terminal ao longo dos últimos anos.

Riqueza global aumenta 66% em 20 anos, diz Banco Mundial

Relatório lançado pelo Banco Mundial esta semana em Washington mostra que a riqueza global aumentou 66% entre 1995 e 2014. Segundo o estudo Mudança na Riqueza das Nações, a cifra passou de US$ 690 trilhões para mais de um quatrilhão de dólares. A informação é da ONU News

Depois de analisar o desempenho de 141 países, o documento concluiu ainda que a riqueza global per capita caiu nesse período. A queda foi puxada pela África Subsaariana, onde a população cresceu mais do que o investimento.

O objetivo da pesquisa não foi classificar os países de acordo com a riqueza, mas descrever tendências gerais. Entre 1995 e 2014, por exemplo, nos 20 países em que a riqueza per capita cresceu mais rapidamente, a maior parte dos beneficiados está em nações em desenvolvimento, como China e Índia, por exemplo.

Já na América Latina e Caribe, destacaram-se o Chile e o Peru, pois neles a riqueza per capita mais do que dobrou nesse período. O Brasil também registrou crescimento, embora em menor intensidade: cerca de 20%.

Fim de parcelamento sem juros diminui 10% das vendas do comércio

A notícia publicada pelo jornal Valor Econômico na última segunda feira, 29/01, de que o “Setor de cartões propõe acabar com o parcelado sem juros” foi recebida com contrariedade pelas empresas entrantes no setor de pagamentos e por setores do varejo. Elas reiteram que a sugestão não se trata de uma proposta da indústria, mas apenas de uma associação, a ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços), cuja governança reflete essencialmente a posição dos grandes conglomerados bancários do país.

Segundo Augusto Lins, presidente da ABIPAG (Associação Brasileira das Instituições de Pagamento), que representa algumas das principais novas empresas no setor, com o surgimento das fintechs e uma série de novos modelos de negócios e tecnologias, a ABECS não representa mais integralmente o setor de cartões. De acordo com ele, a proposta apresentada pela ABECS significa uma transferência de renda do consumidor e do varejo, para os grandes bancos emissores. Isto é, com um suposto fim do “parcelado sem juros” (o parcelado habitualmente oferecido pelo varejo), o consumidor deverá compulsoriamente recorrer a um crédito com os principais bancos emissores para manter seu padrão de consumo. Considerando as taxas de juros atualmente praticadas pelos bancos, estima-se que essa medida custaria aproximadamente R$ 90 bilhões no resultado do varejo, devido à redução do consumo.

Em outras palavras, o montante que os consumidores poderiam utilizar para adquirir bens ou serviços no varejo terá que ser destinado para quitar juros de suas dívidas de empréstimos ao consumo. Portanto, o aparente ganho do varejo por receber antecipado se transformará em prejuízo com perda de venda aproximada entre 10 e 15% do volume transacionado atualmente pelo comércio. Para Lins, a proposta contraria a própria Agenda BC+, estabelecida pelo Banco Central e não deve ir adiante.

Conforme informação recente, o presidente da UNECS (União Nacional das Entidades de Comércio e Serviço), Paulo Solmucci, indica que “as vendas no parcelado lojista (“parcelado sem juros”) têm peso significativo no volume total do varejo. Por meio dela, os lojistas conseguem atrair clientes para seus estabelecimentos. Seu fim fatalmente reduziria de forma significativa as bases de venda do comércio brasileiro”, conclui Solmucci.

Em conversa recente com diretores do Banco Central, o representante do varejo reiterou a importância de se reduzir o custo da transação com cartões. Nesse sentido, reforçou o empenho do regulador em reduzir nesse primeiro momento o custo nas transações de débito para estimular o uso do meio de pagamento.

Para Solmucci, “a taxa de desconto cobrada de estabelecimentos comerciais a cada operação realizada com cartões, MDR, tem caído para o varejo, mas para esse movimento continuar, o intercâmbio bancário (negociado entre bancos emissores e bandeiras sem interferência do varejo) precisa cair, uma vez que essa tarifa tem limitado o que a competição pode entregar para o varejista”.

Em complemento, Solmucci indica outra prática que tem impacto no setor varejista: o aumento arbitrário de emissão de cartões premium, cujo as tarifas de intercâmbio são mais altas, o que aumenta ainda mais o custo ao varejo. Segundo dados do Banco Central, a quantidade deste tipo de cartão no mercado mais que dobrou nos últimos anos, partindo de 13% em 2008 para 27%.

Segundo Augusto Lins, “o varejista está pagando salas vips em aeroportos, pontos e milhas para portadores que são isentos de suas anuidades. Uma redução de intercâmbio pode potencialmente entregar de R$ 3 a 10 bilhões ao ano de economia direta para varejistas”.

Pesquisa publicada pela Consultoria Tendências[1] reforça a leitura de Lins. Segundo consta no relatório, 39% dos estabelecimentos pesquisados indicam que os altos custos das tarifas são as maiores barreiras para aceitação de cartões, enfatizando o grande potencial da medida sobre o intercâmbio. Em contrapartida, dos que aceitam essas transações eletrônicas, 91% dos varejistas consultados indicaram que cartão de débito e crédito geram aumento das vendas e 82% revelaram que a aceitação dos cartões também aumenta o ticket médio de suas vendas. “A proposta do crediário já existe nas maquininhas de cartão em todo Brasil e já pode ser utilizada, não acredito que o regulador proibirá o parcelamento lojista, principalmente tendo feito uma medida que viabiliza a diferenciação de preços em função do meio de pagamento utilizado. O parcelado lojista do cartão de crédito substituiu os cheques pré-datados e por serem garantidos em cadeia pelos bancos emissores, são a forma mais barata da sociedade financiar o consumo; qualquer coisa diferente disso seria criar mais uma reserva de mercado para pouquíssimos bancos totalmente verticalizados que aumentam o custo da economia ao não reduzir seus spreads” afirma Lins.

Aumenta número de alunos do ensino médio em tempo integral

O número de alunos matriculados no ensino médio integral em todo o país aumentou 1,5 ponto percentual entre 2016 e 2017. Dados do Censo Escolar 2017 divulgados hoje (31) pelo Ministério da Educação (MEC) apontam que 7,9% dos estudantes frequentaram essa modalidade de ensino no ano passado, contra 6,4% no ano anterior.

Ampliar o tempo de permanência do aluno nas escolas é um dos objetivos do da chamada reforma do ensino médio, sancionada pelo presidente Michel Temer em fevereiro do ano passado. No último dia 17, o governo anunciou a liberação de R$ 406 milhões para o Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. O recurso será destinado às 27 unidades da federação ao longo de 2018.

“[O ensino médio] continua sendo o maior desafio da educação brasileira”, disse a ministra interina da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro, ao destacar que a Base Nacional Comum do ensino médio será encaminhada ao Conselho Nacional de Educação em março. “A reforma do ensino médio tem por objetivo torná-lo mais atrativo e mais alinhado com o ensino médio do mundo inteiro”, completou.

Prazo para Implantação da carteira de motorista eletrônica é prorrogado

O governo federal prorrogou para 1º de julho deste ano o prazo de implantação da carteira nacional de habilitação eletrônica (CNH-e) em todo o país. A obrigatoriedade de emissão estava prevista para 1º de fevereiro. Até a nova data, os departamentos de Trânsito de todos os estados e do Distrito Federal (Detrans) deverão disponibilizar o documento virtual.

Segundo o ministro das cidades, Alexandre Baldy, a alteração do prazo ocorreu porque as agências reguladoras de Aviação Civil (Anac) e de Transportes Terrestres (ANTT) enfrentaram dificuldades de implementar, junto às companhias de aviação, e de ônibus o reconhecimento da habilitação eletrônica.

“Os usuários do transporte rodoviário apresentavam seu documento digital, e não havia ali a implementação, pelas companhias de transporte de passageiros rodoviários – assim como também as do modal aéreo - de um sistema que poderia averiguar se aquela CNH digital era um documento verídico, porque não houve um diálogo por parte das agências reguladoras com o ministério”, afirmou Baldy, em entrevista à Agência Brasil.

Carnaval 2018: Prazo para pedido de ligação provisória de energia se encerra na segundsa-feira(5)

Faltando cerca de duas semanas para o início oficial do carnaval, a Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, está reforçando as orientações para quem vai fazer uso de ligações provisórias de energia elétrica durante a folia e intensificando as ações de combate a ligações clandestinas de energia como forma de prevenir acidentes com comerciantes e foliões.

O prazo limite para que os responsáveis pelas festas e os comerciantes solicitem ligações provisórias à Cosern se encerra na próxima 2ª feira (05).

As solicitações podem ser feitas em qualquer Loja de Atendimento da Concessionária e a orientação é que os clientes evitem deixar a requisição para última hora, sob o risco de não ter o serviço atendido a tempo. A Cosern ressalta que não é possível fazer ligações provisórias de cargas móveis a carroças, vans e caminhões.
Durante a realização das prévias e nos dias oficiais do carnaval, 25 equipes técnicas da Cosern farão a inspeção na rede elétrica que atenderá as ligações de energia para agremiações, camarotes, palcos, barracas e comércio temporário espalhados nos principais polos carnavalescos do estado.

Brasil registra redução de 7,6 milhões de linhas telefônicas móveis em 2017

O número de linhas telefônicas móveis (celular) no Brasil registrou uma redução de 7.578.808 em 2017, uma queda de 3,11%, segundo balanço divulgado hoje (31) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). No mês de dezembro, em relação ao mês anterior, o serviço móvel pessoal apresentou uma queda de 1,09%, com menos 2.603.234 linhas em funcionamento.

De acordo com dados divulgados pela agência, o país fechou o ano com 236.488.548 linhas em operação. Desse total, 148.509.361 são pré-pagas e 87.979.187 são pós-pagas. Em 12 meses, foi registrada uma redução de 9,83% nas linhas pré-pagas, que fecharam o ano com uma diminuição de 16.190.210 linhas. Nos pós-pago, entretanto, foi registrado aumento de 10,85%, com a adição de 8.611.402 linhas.

Quando comparado ao mês anterior, no mês de dezembro de 2017, as linhas móveis pré-pagas apresentaram queda de 3.582.840 unidades, uma redução de 2,36 %. Já o pós-pago registrou um crescimento de 1,13%, com mais 979.606 linhas.

Segundo a Anatel, nesse período, dois estados apresentaram crescimento nas linhas móveis: Roraima, com acréscimo de 5.715 linhas, um aumento de 1,19%, e São Paulo, com adição de 178.009 linhas, acréscimo de 0,29%.

Além disso, na comparação entre o último mês do ano passado com o mês anterior, três estados da Região Norte apresentaram crescimento no número de linhas móveis: Amazonas com mais 8.730 linhas; Amapá com mais 2.039 e Roraima com mais 2.810; e um estado da Região Sudeste, o Espírito Santo, com mais 5.046 linhas.

Projetos de infraestrutura do governo terão de ter certificado do Inmetro

A partir de hoje (31), os projetos que quiserem participar do programa do governo federal Avançar Parcerias, na área de infraestrutura, cujos recursos são estimados em cerca de R$ 140 bilhões este ano, terão que obter certificado de empresas credenciadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

O Programa de Acreditação para a Inspeção de Empreendimentos de Infraestrutura do Inmetro foi lançado nesta quarta-feira pelo instituto e Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (SPPI), no auditório do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no centro do Rio de Janeiro. A solenidade contou com a presença do secretário de Articulação de Políticas Públicas do Programa Avançar Parcerias da Secretaria-Geral da Presidência da República, Pedro Bruno Barros de Souza.

O presidente do Inmetro, Carlos Augusto de Azevedo, esclareceu que o programa brasileiro de acreditação para projetos de infraestrutura se baseou no modelo italiano. “É um programa para que a gente tenha projetos de qualidade”, disse à Agência Brasil.
Azevedo frisou que para ter acesso ao dinheiro do governo para fazer projetos de infraestrutura, como ferrrovias ou portos, por exemplo, as empresas deverão ter o projeto certificado por empresas creditadas pelo Inmetro, “para não ter projeto ruim”.

UFRN abre inscrições para curso preparatório do ENEM

O Programa Complementar de Estudos do Ensino Médio (Proceem) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está com inscrições abertas, até a próxima sexta-feira, 2,  para o curso preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O curso é direcionado exclusivamente para estudantes da rede pública de ensino e conta com 160 vagas.

Podem se inscrever na seleção estudantes de qualquer idade residentes do Rio Grande do Norte, que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escola pública, e que não possuam vínculo com instituições públicas de ensino superior. As inscrições devem ser realizadas online por meio do preenchimento do formulário disponibilizado neste link.

O curso oferece preparação complementar para as áreas do conhecimento em Linguagens, códigos e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, Ciências da Natureza e suas tecnologias e Ciências Humanas e suas tecnologias.

Outras informações podem ser conferidas no edital do processo ou na página do Proceem no Facebook.

Caixa prorroga campanha Quita Fácil até março

A Caixa Econômica Federal prorrogou, até 31 de março, a campanha denominada Quita Fácil, voltada para aproximadamente 2,5 milhões clientes pessoa física e 150 mil clientes pessoa jurídica com contratos de crédito em atraso. Uma das oportunidades da campanha é que os clientes poderão ter descontos de até 90% sobre o valor original da dívida, nos casos de pagamento à vista.

A superintendente de Gestão de Adimplência da CAIXA, Eugênia Regina de Melo, ressalta que a ação busca auxiliar o cliente a administrar suas finanças. “É uma campanha muito atrativa porque permite que o cliente organize sua vida, colocando em dia o que saiu do controle, e inicie 2018 sem dívidas”.

Desde maio de 2017, a campanha já regularizou contratos de mais de 467 mil clientes pessoa física e mais de 67 mil clientes pessoa jurídica.

O atendimento da campanha Quita Fácil é feito por meio do site www.negociardividas.caixa.gov.br e pelo telefone 0800 726 8068 (opção 8). Os clientes também podem procurar qualquer agência da CAIXA, que conta com empregados qualificados para orientar o cliente acerca da melhor alternativa para a regularização de dívidas em atraso.

Detran vai leiloar 262 lotes de veículos em fevereiro

O Governo do Estado por meio do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) vai leiloar na quinta-feira (08), 262 lotes de veículos que foram apreendidos nas ações de fiscalização do Órgão. Os lotes compreendem veículos que vão continuar em circulação e outros destinados exclusivamente à sucata. O leilão acontece a partir das 9h, no auditório da Escola de Governo, situado no Centro Administrativo, BR 101, no bairro de Lagoa Nova, em Natal.

No período de segunda-feira a quarta-feira (05 a 07/02) o Detran estará disponibilizando o acesso aos pátios onde se encontram os veículos que vão a leilão. Os interessados em arrematar algum dos 262 lotes podem visitar das 8h às 12h os pátios de veículos aprendidos pelo Detran localizados nas cidades de Mossoró e Pau dos Ferros, e das 8h às 14h o pátio situado no antigo galpão da Viação Guanabara, na Rua Bom Pastor, 1222, bairro das Quintas, em Natal. O total de 262 lotes está dividido nos pátios de Natal (211), Mossoró (38) e Pau dos Ferros (13). Há lotes com lance inicial de R$ 100,00.

Os interessados em participar do leilão podem se cadastrar bastando comparecer ao local do evento levando a documentação exigida, sendo pessoal física, deve apresentar RG, CPF e comprovante de residência, e sendo pessoa jurídica, o contrato social e CNPJ da empresa. A participação também pode ser feita de forma online, bastando que o interessado tenha seu cadastro validado com antecedência mínima de 48h antes de iniciar o leilão devendo obedecer às exigências cadastrais especificadas no endereço eletrônico: http://www.lancecertoleiloes.com.br/cadastro.

O candidato que for responsável pelo arremate de qualquer bem deve assinar um comprovante de arrematação contendo número, valor e descrição do lote, como também efetuar o pagamento de sinal correspondente a 20% do valor do lote adquirido e após a data do pregão, em até três dias úteis, concluir a compra quitando os 80% que restarão. O custo de cada lote arrematado deve ser acrescido de 5%, referente à comissão do leiloeiro, além de 0,90% de ICMS, se o veículo for de circulação, ou 18% se o lote for destinado à sucata.

Deverá o arrematante custear ainda licenciamento, IPVA, Seguro DPVAT, tudo que envolva a transferência de propriedade, mudança de município, referente ao exercício de 2018. Já a sucata, o arrematante tem somente a obrigação de pagar a baixa da sucata e baixa de gravame (caso haja), não pagando nenhuma outra taxa ao Detran. Nesse último caso, a arrematação dos veículos classificados como “Sucata” fica restrita as empresas de desmontagem registradas perante o órgão executivo de trânsito do Estado ou do Distrito Federal em que atuar, conforme o Artigo 3º da Lei Nº 12.977, de 20 de maio de 2014.

O diretor-geral do Detran, Eduardo Machado, explicou que os leilões contribuem para evitar a lotação dos pátios de veículos apreendidos pelo Detran em todo Estado. “Com essa iniciativa o Governo do Estado mantém controlado o fluxo de entrada e saída de veículos nos pátios do Órgão, evitando a superlotação e problemas de saúde pública com o acúmulo de água de chuva em automóveis sucateados”, comentou

O valor arrecadado com os arremates deve ser utilizado para custeio com a realização do leilão, despesas de remoção e pátio, para pagar impostos atrasados e multas, e se houver saldo remanescente será repassado ao proprietário. O Edital com todas as informações do leilão, inclusive com a relação completa dos carros e motocicletas com imagem e as especificações de marca, placa, ano de fabricação e valor do lance inicial podem ser conferidas clicando no link: http://www.lancecertoleiloes.com.br/leilao/080218VE.

Reajuste do salário mínimo abaixo do previsto gera economia de R$ 7 bi

Técnicos do governo calculam que o reajuste do salário mínimo deste ano, abaixo da inflação, vai gerar uma economia maior do que o inicialmente esperado e pode chegar a R$ 7 bilhões.

O salário mínimo sancionado pelo presidente Michel Temer (R$ 954) ficou abaixo do que previsto no Orçamento: R$ 965. A diferença de apenas R$ 11 gerará, neste ano, uma redução com despesas obrigatórias, como aposentadorias, seguro desemprego, abono.

Esse é um dos fatores que permitirá ao governo bloquear uma parcela menor do seu Orçamento em 2018. O Ministério do Planejamento pretende apresentar a revisão do Orçamento até sexta-feira (2).

O congelamento é alvo de discussão na equipe econômica, que avalia desde não bloquear nada até um contingenciamento inicial de até R$ 3 bilhões. No ano passado, o primeiro bloqueio de recursos do Orçamento foi de R$ 42 bilhões e, à época, chegou-se a ventilar um aumento de impostos para fazer frente à meta de deficit fiscal (então de R$ 139 bilhões).

A contenção de gastos no ano passado foi tão intensa que as despesas obrigatórias ficaram R$ 15 bilhões abaixo do previsto, e a projeção é justamente o parâmetro para o Orçamento deste ano.

Além disso, o forte corte nas despesas não obrigatórias permitiu que o governo gastasse R$ 50 bilhões a menos do que o limite do teto de gastos em 2017.

Governo Temer tem aprovação de 6% e reprovação de 70%, diz Datafolha

Pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta quarta-feira (31) mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente da República, Michel Temer (PMDB):
  • Ruim/péssimo: 70%
  • Regular: 22%
  • Ótimo/bom: 6%
  • Não sabe: 2%
O Datafolha fez 2.826 entrevistas entre 29 e 30 de janeiro, em 174 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

O nível de confiança da pesquisa, segundo o Datafolha, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos percentuais, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

Na última pesquisa Datafolha sobre a aprovação do governo, em dezembro de 2017, 71% avaliaram como ruim/péssimo, 23% como regular, 5% como ótimo/bom e 1% não soube responder.

Ministério da Justiça critica falta de informações sobre presos desaparecidos

O Ministério da Justiça fez duras criticas ao Rio Grande do Norte por não identificar o paradeiro dos presos desaparecidos no massacre de Alcaçuz, que completou um ano em janeiro deste ano.

Quatro membros do Comitê e do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, órgãos ligados ao Governo Federal, seguem no estado para verificando as condições de funcionamento da penitenciária. Seguem desaparecidos 16 apenados, mas o número pode ser ainda maior.

O conselho informou que não existe uma resposta oficial sobre os desaparecimentos, pois o estado não soube dizer se os presos foram recapturados, se foram a óbito, dentro ou fora do massacre e que é necessária uma confirmação oficial, documentada, sobre o que ocorreu em Alcaçuz.

Os peritos estiveram nesta segunda-feira (29) na Penitenciária de Alcaçuz e no Presídio Rogério Madruga Coutinho colhendo depoimentos de presos, funcionários, agentes penitenciários e da direção das unidades. Entre esta terça-feira (30) e quarta (31), se reuniram com representantes do Judiciário, Ministério Público Estadual e Federal, Defensoria Pública e Secretarias Estaduais de Justiça e Cidadania e da Segurança Pública.

O objetivo da visita é monitorar as medidas adotadas pelas instituições, após as recomendações emitidas em março de 2017. Um novo relatório será elaborado pela missão conjunta dentro de 30 dias. Além do RN, a equipe do Ministério da Justiça irá revisitar os estados do Amazonas e Roraima, também palco de chacinas em 2017.

Apesar de protestos, Assembleia Legislativa tem sessão

O entorno da Assembleia Legislativa passa por mais uma manhã de protestos contra as medidas de ajuste fiscal do governo que tramitam na Casa. Nesta quarta (31), sindicalistas jogaram ovos nos policiais e derrubaram grades de proteção que cercavam o prédio, mas a sessão de hoje foi mantida e está acontecendo neste momento.

O trabalho da AL foi suspenso ontem após os militantes impedirem os deputados de entrarem no prédio.

Cinco projetos serão votados hoje, entre eles, o que institui a previdência complementar dos servidores e a extinção do adicional por tempo de serviço.

Técnicos do Tesouro Nacional, em reunião com lideranças políticas do RN, sugeriram que o Estado vendesse a Caern e federalizasse a UERN, mas o governo não confirmou se iriam seguir as sugestões.

Empresas inadimplentes cresceram 5,35% em 2017, diz SPC Brasil

As empresas inadimplentes cresceram 5,35% em 2017,  com alta de 0,34% em relação a 2016, segundo o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). As dívidas em atraso tiveram alta de 3,64% na comparação anual.

Por regiões, no Sudeste, o número de empresas negativadas na comparação anual avançou mais do que em outras regiões: a alta foi de 7,37%. Em seguida, aparecem o Sul (3,18%), o Centro Oeste (2,99%), o Nordeste (2,61%) e a região Norte (2,23%).

Em termos de participação, o Sudeste concentra a maior parte do número de empresas negativadas, com 46,14% do total. O Nordeste, por sua vez, concentra 20,77%, enquanto o Sul aparece com uma fatia de 17,07%.

Por setores, serviço lidera com maior número de empresas negativadas, com variação de 8,22%. Em seguida, aparecem comércio (3,42%), indústria (2,93%) e agricultura (-0,99%). Quando se analisa os setores credores (para os quais as empresas devem), o maior avanço da inadimplência foi observado pela indústria (4,67%), seguida de serviço (4,12%) e comércio (3,24%).

“Ainda há efeitos da crise, mas também há sinais de retomada da economia. Para este ano, espera-se que, à medida que os negócios se recuperem, o fenômeno da inadimplência desacelere”, avalia o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro.

Funcionários do Hospital Regional de Acari/RN são remanejados para outras unidades de saúde

A portaria de número 11/2018, publicada no Diário Oficial do Estado, edição desta quarta-feira(31), pelo secretário George Antunes, titular da Sesap, faz a movimentação dos servidores do Hospital Regional Dr. Odilon Guedes da Silva, em Acari/RN, para outras unidades da região.

Os 71 funcionários foram relocados para o Hospital Mariano Coelho, Hemocentro em Currais Novos; Hospital Regional, Hemocentro, Laboratório Regional de Caicó e Hospital Regional Deoclécio Marques em Parnamirim.

O Hospital Regional de Acari, foi desativa pela Sesap. A justificativa foi a crise financeira pela qual o Estado do rio Grande do Norte e o estado de Calamidade na área de saúde pública.
 
Os servidores deverão apresentar-se no prazo de 72 horas a contar da data de publicação da portaria, no setor de recursos humano das unidades para onde foram remanejados.

Temer diz que até março reforma da Previdência estará "liquidada"

O presidente Michel Temer disse nesta quarta-feira (31) que acredita que a reforma da Previdência estará “liquidada” até o mês de março. A declaração foi dada em entrevista concedida pelo presidente na manhã de hoje à Rádio Metrópole, da Bahia.

Temer tem participado de vários programas de televisão e rádio para divulgar a proposta do governo de mudar as regras de acesso à aposentadoria. O presidente acredita que tem melhorado a percepção popular sobre a reforma, e isso pode levar os parlamentares a aprovar a proposta que tramita na Câmara.

“Se o povo estiver convencido de que a reforma é importante, isso vai influenciar os nossos colegas parlamentares, que poderão votar a Previdência. Então, eu acho que vamos conseguir votar em fevereiro, e, portanto, até o mês de março teremos, penso eu, liquidado a questão da [reforma da] Previdência”, disse Temer.

A emenda constitucional que trata da reforma previdenciária aguarda análise do plenário da Câmara desde o ano passado, e pode ser votada pelos deputados a partir da segunda quinzena de fevereiro. A poucos dias do início do ano legislativo, lideranças da base governista ainda buscam apoio para a proposta, que precisa de, no mínimo, 308 votos em dois turnos, para ser aprovada.

Sobre a polêmica em torno da nomeação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), como ministra do Trabalho, o presidente reafirmou que vai aguardar “serenamente” a decisão do Judiciário. Ele afirmou, no entanto, que espera que o Supremo autorize a posse da ministra, considerando que a escolha do comando de ministérios é uma prerrogativa constitucional da Presidência da República.

“Eu sou muito atento à divisão de competências. Se o Supremo, que tem a última palavra, disser que não pode, paciência, nós acolheremos essa matéria. Eu espero que não aconteça, mas, se acontecer, paciência”, disse.

Irlanda fará referendo sobre aborto

O governo irlandês fará, em maio deste ano, um referendo para consultar a população sobre a legislação que proíbe o aborto em praticamente todas as situações. Atualmente, as irlandesas só estão autorizadas a abortar em caso de risco de morte para a mulher. Em situações de estupro, incesto, ou má-formação do feto, o procedimento é proibido.

O país tem uma emenda constitucional, conhecida como 8ª emenda, que proíbe a interrupção da gravidez. O referendo definirá se essa emenda deve ser anulada ou não. Aprovada em 1983, a emenda "reconhece o direito à vida do feto" e iguala os direitos de uma mulher grávida aos de um feto ainda no ventre.
A data em que será realizado o referendo será decidida após a discussão do assunto no Parlamento irlandês.

O ministro da Saúde vai elaborar uma nova legislação que proponha o acesso irrestrito ao aborto para as mulheres com até 12 semanas de gestação e, em casos excepcionais, após esse período.
No ano passado, uma comissão parlamentar interpartidária, em parceria com um grupo da sociedade civil, se reuniu para pedir a anulação da 8ª emenda.

O primeiro-ministro, Leo Varadkar, que é favorável à anulação da emenda, afirmou ontem que reconhece que "será uma decisão difícil para o povo irlandês".

Varadkar, que foi ministro da Saúde entre 2014 e 2016, reconhece que milhares de mulheres irlandesas têm de viajar a outros países para fazer aborto ou acabam por encomendar comprimidos pela internet, tornando os procedimentos pouco seguros e ilegais. "Essas viagens não têm de acontecer, isso pode mudar e é isso que está agora nas nossas mãos", afirmou.

Em 2016, de acordo com o Departamento de Estatísticas de Saúde do Reino Unido, mais de 3 mil mulheres informaram endereços irlandeses quando buscaram serviços de aborto em clínicas da Inglaterra e do País de Gales.

Histórico
Em 2013, o aborto foi permitido pela primeira vez no país, apenas quando os médicos considerassem que havia risco de suicídio ou quando a vida da mulher estivesse em perigo devido a complicações.

A lei foi criada após o caso de Savita Halappanavar, uma mulher indiana que morreu em 2012, depois de médicos irlandeses terem lhe negado um aborto. Savita havia ido ao hospital com muitas dores nas costas e com indícios de aborto espontâneo. Os médicos se negaram a fazer o procedimento, alegando que estavam em um país católico.