sexta-feira, janeiro 18, 2019

PCdoB vai ao Supremo contra decreto sobre posse de armas de Bolsonaro.

O PCdoB entrou nesta quinta-feira (17), no Supremo Tribunal Federal (STF), com uma ação questionando o decreto do presidente da República, Jair Bolsonaro, que facilita a posse de armas de fogo. A legenda de oposição solicitou ao tribunal uma liminar (decisão provisória) para suspender vários dispositivos do decreto até que o mérito da ação seja julgado pelo plenário da Suprema Corte.

O relator da ação no STF será o ministro Celso de Mello, que retorna do recesso do Judiciário somente em 1º de fevereiro.

Segundo o partido de oposição, houve "abuso do poder regulamentar" do Executivo, pois caberia ao parlamento legislar sobre o tema.

"Esta circunstância acarreta a inconstitucionalidade formal dos dispositivos", diz trecho da ação.

O decreto assinado na última terça (15) por Bolsonaro flexibiliza as regras para obter direito à posse de armas de fogo.

A posse é a autorização para manter uma arma de fogo em casa ou no local de trabalho (desde que o dono da arma seja o responsável legal pelo estabelecimento).

O texto do decreto permite aos cidadãos residentes em área urbana ou rural manter arma de fogo em casa, desde que cumpridos os requisitos de "efetiva necessidade", a serem examinados pela Polícia Federal.

Polícia elucida homicídio de empresária potiguar e prende suspeitos em AL e SE.

Dois suspeitos pela morte da empresária potiguar Maria da Conceição de Lima Barbosa, de 56 anos, foram presos nessa quarta-feira (16). As prisões aconteceram em Sergipe e em Alagoas.

A ação foi comandada pela Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), com a Delegacia de Pedro Velho e a participação da polícia dos dois estados.

A Polícia, inicialmente, acreditava em sequestro seguido de morte. No entanto, as apurações descartaram a possibilidade. Segundo a PC, os presos possuem vasta ficha criminal.

Segundo a investigação, ainda há outros suspeitos envolvidos a serem identificados.

quinta-feira, janeiro 17, 2019

Opositores pedem que Brasil adote sanções contra governo de Maduro.

Líderes de oposição na Venezuela pediram hoje (17) que o governo brasileiro e de outros países da América Latina adotem sanções econômicas e criminais contra o governo de Nicolás Maduro, como forma de pressionar pela mudança de regime político no país vizinho. Eles também pediram que os países passem a reconhecer como líder do país o deputado Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional venezuelana. 

Após duas reuniões, que duraram quase 11 horas, no Palácio do Itamaraty, com a participação do chanceler Ernesto Araújo, de representantes dos países que compõem o Grupo de Lima, além de diplomatas dos Estados Unidos, o governo brasileiro divulgou uma nota em que reafirma a ilegitimidade do governo Maduro e classifica o "sistema" chefiado pelo presidente do país como um "mecanismo de crime organizado". Durante a tarde, o presidente Jair Bolsonaro recebeu, no Palácio do Planalto, o presidente do Tribunal Supremo de Justiça da Venezuela em exílio, Miguel Ángel Martins, e o assessor de Assuntos Institucionais da Organização dos Estados Americanos (OEA), Gustavo Cinose. Ambos estavam acompanhados pelo ministro brasileiro das Relações Exteriores. Em um vídeo sobre o encontro, divulgado pelo Palácio do Planalto, Bolsonaro chama o governo Maduro de "desgoverno" e diz acreditar que solução para o país virá em breve.

Homem morre após ficar preso em 'areia movediça' e afundar em canavial de Passos/MG.

Um homem morreu após afundar em uma espécie de 'areia movediça' na tarde desta quinta-feira (17), em Passos (MG).

A vítima e mais duas pessoas entraram no canavial, onde funciona uma usina açucareira. Segundo testemunhas, era por volta de 14h quando os três tiveram acesso ao local por uma estrada rural, supostamente para pegar abóboras. Ao tentar atravessar, a vítima acabou ficando presa e afundou no canal de irrigação.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e o corpo foi resgatado cerca de três horas depois. De acordo com o representante da usina, a entrada no local é proibida.

Bolsonaro repudia ataque terrorista na Colômbia.

O presidente Jair Bolsonaro repudiou o ataque terrorista ocorrido hoje (17) na Colômbia. Pelo Twitter, Bolsonaro expressou sua solidariedade ao país vizinho e se colocou à disposição do presidente Ivan Duque.

"Repudio e condeno veementemente o atentado terrorista ocorrido hoje na Colômbia, que deixou pelo menos 9 mortos e dezenas de feridos. Toda solidariedade aos nossos irmãos colombianos neste momento difícil, em especial aos familiares das vítimas. Fuerza", escreveu Bolsonaro na rede social.

Um carro-bomba foi detonado no estacionamento da Academia-Geral de Polícia Francisco de Paula Santander, onde se formam os oficiais da Polícia Nacional colombianos, em Bogotá. Pelo menos nove pessoas morreram e 54 ficaram feridas.

"Estamos acompanhando atentamente a apuração dos fatos. Estendo a mão ao Presidente Ivan Duque e reafirmo o compromisso do Brasil em combater duramente o terrorismo e o crime organizado. Conte conosco!", completou o presidente brasileiro.

O governo colombiano identificou José Aldemar Rojas Rodríguez como autor do atentado. Segundo a imprensa local ele é um dos mortos. Segundo o procurador-geral, Néstor Humberto Martínez, Rodríguez entrou na escola em um carro cinza, por volta das 9h30. Foram usados 80 quilos de material explosivo no ataque.

Padrasto é denunciado à polícia por agredir enteado de 3 anos no rosto com sandália em Teotônio Vilela/AL.

A mãe de um menino de três anos procurou a polícia para denunciar que o companheiro dela agrediu a criança com chineladas no rosto, no bairro Benedito de Lira, em Teotônio Vilela, no Agreste de Alagoas.

O caso aconteceu na última quarta-feira (16), mas o Boletim de Ocorrência (B.O) foi feito nesta quinta (17), conforme confirmou ao G1 o delegado do 79º Distrito Policial, Arthur César.

De acordo com o Conselho Tutelar do município, o companheiro dela, que é padrasto do menino, foi identificado como Neudo José da Silva Alves Júnior, 24.

Em entrevista à reportagem do G1, a mãe do menino, que pediu para não ser identificada, contou que havia deixado a criança com o padrasto para ir ao posto de saúde com um outro filho, de sete meses.

"Eu deixei ele com o meu esposo porque eu confiava. Eu disse até assim: 'Quando você der comida a ele e der banho, leve ele para o posto', só que eu esperei e nada. Quando eu cheguei era quatro [horas] e um pouquinho. Ele disse: 'hoje eu fiz uma coisa que nunca tinha feito'. Quando eu entrei pra dentro de casa, ele disse que deu duas chineladas no menino e ficou a marca. Achei que era nos braços ou nas pernas, mas, quando eu entrei no quarto, era no rosto", disse a mãe da criança.

Nas imagens, é possível ver os hematomas provocados pela sandália na região do queixo e da bochecha do menino. De acordo com o delegado, o inquérito já foi instaurado e Alves vai responder por maus-tratos. 

Ainda de acordo com a mãe, o padrasto não contou o porquê de ter agredido a criança.

"Eu não sei o motivo. Até agora eu não sei o que dizer. Ele nunca fez isso. Acho que o motivo dele foi porque o menino estava chorando demais", disse ela ao afirmar que pediu para que Alves saísse de casa por medo dele fazer algo pior.

"Ele não queria sair de casa. Fui para o conselho [tutelar] e me levaram para [delegacia] Civil. Eu senti ódio, fui na delegacia e denunciei. Até o próprio pai dele nunca triscou no menino".

Ainda de acordo com o Conselho Tutelar, a agressão chegou a ser denunciada à polícia no mesmo dia, mas, por conta da demora na emissão do Boletim de Ocorrência (B.O), o delegado deu uma guia para que o menino fosse levado ao Instituo Médico Legal (IML) do município de Arapiraca para fazer o exame de corpo de delito e a mãe retornasse nesta quinta (17) para fazer o B.O. Via G1.

Jovem que morreu protegendo a mãe em assalto é enterrado no Rio.

O corpo de Matheus dos Santos Lessa, de 22 anos, foi enterrado hoje (17), no Cemitério de Campo Grande, na zona oeste do Rio, em um clima de grande comoção. O estudante de psicologia morreu após ser ferido na terça-feira (15), durante um assalto no mercado da família, em Guaratiba, também na zona oeste. Ele tentou proteger a mãe, foi atingido no pescoço e morreu a caminho do hospital.

Durante o enterro, muito emocionada, a mãe, acompanhada de parentes que carregavam fotos do rapaz, conseguiu forças para falar de Matheus. “Em 22 anos eu convivi com um anjo. Ele veio à terra com a missão de me proteger e fez, perfeitamente, do primeiro dia que nasceu até o último dia”.

O Centro Universitário IBMR, onde Matheus estudava, mandou uma coroa de flores em homenagem ao jovem. “Sinceras condolências dos coordenadores e professores do curso de psicologia do IBMR”.

Um suspeito de participação no assalto foi preso ontem (16) à noite e agentes da Delegacia de Homicídios da Capital, responsável pelas investigações continuam nas buscas para identificar e prender outros envolvidos no crime.

Corinthians leva elenco do Visão Celeste à Arena e banca passagens de volta de rival da Copinha.

Um dia depois de eliminar o Visão Celeste da Copa São Paulo de Futebol Júnior com goleada por 8 a 0, o Corinthians levou os jogadores do clube potiguar a uma visita à Arena e informou que vai bancar as passagens de volta do rival, que é de Parnamirim, no Rio Grande do Norte.

Jogadores e comissão técnica do Visão Celeste fizeram o tour da Arena Corinthians e ganharam camisas do Timão.

O Corinthians vai cobrir os custos de toda a delegação em um voo na manhã desta sexta-feira ao Recife, capital de Pernambuco. De lá, um ônibus da prefeitura de Parnamirim vai buscar o grupo. No início da semana, o Palmeiras teve atitude semelhante com a delegação do Galvez, do Acre, bancando o voo de volta da equipe.

Classificado às quartas de final da Copinha, o Corinthians enfrenta o Grêmio nesta sexta-feira, às 21h (de Brasília), em Barueri.

Desafio dos 10 anos levanta debate sobre reconhecimento facial.

Se você é usuário da rede social Facebook, dificilmente ainda não viu na sua linha do tempo alguma publicação de um amigo com duas fotos, uma de 2009 e outra de 2019. O jogo, apelidado de “desafio dos 10 anos” (ou #10yearchallenge, na hashtag do termo em inglês), viralizou desde ontem (16) e tornou-se a principal “brincadeira” do momento na plataforma.

O desafio ganhou toda forma de adaptação, desde pessoas postando fotos comparando suas imagens nos últimos dez anos até um gancho para comparação de artistas, políticos, locais e situações. O meme tornou-se um recurso para debates desde a evolução pessoal dos usuários até discordâncias políticas no site.

Contudo, a popularidade do desafio provocou também debate por parte de especialistas em segurança da informação e proteção de dados pessoais. A consultora e autora de livros em tecnologias digitais norte-americana Kate O’Neill publicou questionamentos nas redes sociais e na mais importante revista de tecnologia do mundo, Wired, apontando até que medida as imagens publicadas não poderiam estar sendo usadas para “treinar” o sistema do Facebook que realiza o reconhecimento facial dos usuários.

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 33 milhões.

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 2.116 da Mega-Sena e a estimativa para o prêmio do próximo concurso é de R$ 33 milhões, segundo estimativa da Caixa. O sorteio foi realizado na noite de hoje (17).

As dezenas sorteadas foram: 01 - 09 – 19 – 21 – 34 - 54

A quina saiu para 91 apostas; cada ganhador vai receber R$ 24.748,67. A quadra registrou 5.468 bilhetes vencedores; cada um vai pagar um prêmio de R$ 588,39.

O sorteio do concurso 2.118 será realizado neste sábado (19). As apostas poderão ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50.

Ceará pede mais reforço contra ataques de facções.

O governador do Ceará, Camilo Santana, pediu ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o reforço do apoio dado pelo governo federal no combate aos ataques promovidos por facções desde o início do mês no estado. A ofensiva teria começado em reação à nomeação do secretário de Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, e às medidas anunciadas como a não separação de presos em presídios por facção.

Santana solicitou mais 90 agentes penitenciários para as ações nos presídios do estado, além da manutenção da Força Nacional e dos agentes enviados pelo governo federal. No dia 4 de janeiro, o ministro da Justiça enviou inicialmente 300 homens, efetivo que foi acrescido de outros 106 dois dias depois.

“A gente foi fazer um diagnóstico da situação e solicitações de reforço de agentes penitenciários para as unidades prisionais do Ceará e a necessidade de manter, mesmo com a queda significativa das ações, o estado de alerta e monitoramento tanto das forças do estado quanto como também a presença da Força Nacional”, informou o governador do Ceará, após encontro com Moro.

Quanto ao prazo da presença da Força Nacional no estado, Santana disse que não houve acerto para a prorrogação. A permanência inicial definida foi de 30 dias, cujo encerramento seria no início de fevereiro. De acordo com o governador, a situação será avaliada até o fim desse período para ver se haverá necessidade de prorrogação.

Medidas
Camilo Santana disse que os ataques diminuíram, citando como exemplo o dia de ontem (16), quando foram registradas duas ocorrências. Contudo, a onda chegou hoje ao 15º dia sem perspectiva de encerramento.

O governador defendeu as ações adotadas pelo governo estadual, como a implantação da Lei de Execução Penal nas penitenciárias, a transferência de líderes de facções para presídios federais, o policiamento ostensivo nas ruas e o emprego de inteligência para evitar ataques. Santana adicionou a sanção da lei da recompensa, a convocação de militares da reserva e o aumento do limite de horas extras para oficiais e agentes.

China e commodities lideram aumento das exportações brasileiras.

As exportações para a China e as commodities são os principais responsáveis pelo superavit de US$ 58,7 bilhões nas transações comerciais com o exterior. Embora inferior ao de 2017, quando o superavit fechou em US$ 67 bilhões, foi o segundo maior valor na série histórica da balança comercial brasileira.

Os dados fazem parte do Indicador de Comércio Exterior (Icomex) de janeiro divulgado hoje (17) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV).

A FGV destacou três resultados que mais chamaram a atenção quanto ao comportamento da balança comercial em 2018: além da liderança da China e do crescimento das commodities.

Segundo a FGV, a China atingiu a sua maior participação como destino das exportações brasileiras, ao responder por 26,8% do total, o que resultou numa diferença de mais de 10 pontos percentuais em relação ao segundo maior parceiro, os Estados Unidos, responsável por 12% das vendas externas do Brasil. Já o terceiro principal parceiro, a Argentina, reduziu a sua participação nas exportações de 8,1% para 6,2% em 2018.

“A participação da China supera a dos principais parceiros países/blocos do Brasil, desde 2014. Chama atenção o aumento da participação entre 2017 e 2018, de 21,8% para 26,8%, explicado por um crescimento de 35,2% puxado pelas três principais commodities exportadas para esse país. Soja em grão, petróleo bruto e o minério de ferro que, juntas, explicam 82% das exportações brasileiras para aquele país asiático”, diz o documento.

Por sua vez, o petróleo superou a participação do minério de ferro pela primeira vez nas vendas externas brasileiras para a China. A importância da China para as exportações brasileiras é reafirmada quando analisamos os 10 principais produtos exportados pelo Brasil.

Assim, o segundo principal produto exportado pelo Brasil é o óleo bruto de petróleo e a participação da China no total exportado passou de 44,2% para 57%, entre 2017 e 2018. As exportações de carne bovina, oitavo principal produto, o percentual da China foi de 18,3%, em 2017, e de 27,2%, em 2018.

Intenção de consumo das famílias cresce 5,1% de dezembro para janeiro.

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF), medida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), cresceu 5,1% de dezembro de 2018 para janeiro deste ano. Na comparação com janeiro do ano passado, o avanço foi 14,7%.

Com a alta, o indicador chegou a 95,9 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. A pontuação, ainda abaixo de 100 pontos, demonstra uma insatisfação dos consumidores.

Na comparação com dezembro, os sete componentes do ICF tiveram alta, sendo a maior delas na avaliação dos consumidores sobre se eles consideram que momento é bom para a compra de bens duráveis (11%). Também tiveram crescimentos importantes os quesitos perspectiva de consumo (5,8%) e perspectiva profissional (5%).

Na comparação com janeiro de 2017, também foram registrados aumentos nos sete componentes, com destaques para o nível de consumo atual (24,6%), a perspectiva de consumo (20,5%) e momento para duráveis (15,9%).

Anac diz que está acompanhando situação operacional da Avianca.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou hoje (17) que está acompanhando a situação operacional da companhia aérea Avianca. Nesta quinta-feira, a empresa, que passa por recuperação judicial, anunciou a suspensão dos voos internacionais para Santiago, no Chile, Miami e Nova York, nos EUA, com saída de Guarulhos (SP), a partir do dia 31 de março. A medida deve afetar cerca de 40 mil passageiros.

"A Anac continua acompanhando com atenção a situação operacional da empresa, sempre em constante vigilância quanto ao cumprimento dos requisitos de segurança exigidos nos Regulamentos Brasileiros de Aviação Aeronáutica (RBAC) e os deveres de prestação de serviço aos passageiros", informou a agência reguladora. 

Em nota, a Avianca disse que entrará em contato com os clientes que comparam voos posteriores à data mencionada para resolver cada caso individualmente. Com o anúncio do cancelamento das operações, apenas Bogotá, na Colômbia, permanece como destino internacional atendido pela companhia e informou que os outros destinos contemplados continuam em operação normal. 

"A empresa segue focada em garantir a sustentabilidade do negócio e em manter a excelência do atendimento, que está em seu DNA. Reforça que todos os demais 26 destinos estão preservados e que continua operando normalmente, com mais de 240 voos diários", disse a nota.

Índice que mede atividade da economia no Brasil recua em dezembro.

O Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace) para o Brasil fechou o mês de dezembro do ano passado em queda 0,8%, em relação a novembro. Apesar da retração, o indicador fechou dezembro em 115,8 pontos, o terceiro maior registrado ao longo de 2018.

O Iace agrega oito componentes econômicos que medem a atividade da economia no Brasil. A queda de 0,8% reflete a contribuição negativa de cinco dos oito componentes de novembro em comparação com dezembro.

Os dados fazem parte da pesquisa Sondagens e Índices de Confiança Iace e ICCE, divulgados hoje (17), pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV), em parceria com o The Conference Board (TCB).

O Indicador Coincidente Composto da Economia (ICCE) do Brasil, que mede as condições econômicas atuais, também fechou em queda, recuando 0,7% em dezembro em comparação com novembro. Neste caso, a queda reflete retração em três dos seis componentes.

Na avaliação do professor e pesquisador da Ibre-FGV Paulo Picchetti, os resultados do Iace e ICCE em dezembro representam oscilações em torno da tendência de recuperação gradual, e não sinais de reversão do ciclo de atividades. “As expectativas positivas com relação à trajetória de retomada continuam condicionadas à aprovação das reformas [econômicas] necessárias”, disse.

Governo Bolsonaro quer limitar acúmulo de pensão com aposentadoria.

A proposta de reforma da Previdência da equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, quer impor um limite para o acúmulo de aposentadoria e pensão, segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo, com fontes que acompanham a elaboração do texto. Um terço dos pensionistas (2,4 milhões de pessoas) acumula a pensão com a aposentadoria. O custo é de R$ 64 bilhões por ano.

A ideia que está em estudo e deve ser apresentada ao presidente Jair Bolsonaro é criar um mecanismo redutor desses benefícios quanto maior for o valor da soma da aposentadoria e da pensão. A medida entraria em vigor com a promulgação da reforma da Previdência e não deve afetar os benefícios já em vigor para evitar uma judicialização do tema.

Atualmente não há restrição ao acúmulo de benefícios – o que tem agravado o déficit nas contas da Previdência. A previsão é que o rombo do INSS chegue a R$ 218 bilhões em 2019.

Há casos já identificados de uma única pessoa que recebe seis benefícios ao mesmo tempo. Todos eles dentro da lei. O Brasil é o único país do mundo que ainda permite acumular vários benefícios, inclusive pensões. Na proposta do ex-presidente Michel Temer, o acúmulo de aposentadoria e pensões estaria limitado a dois salários mínimos (R$ 1.996).

De acordo com o Estadão, a proposta também deve incluir o fim do pagamento integral de pensão por morte. A ideia é que as regras no Brasil se aproximem das de países europeus, onde o valor do benefício é dividido em cotas e leva em conta o número de dependentes deixados pelo segurado falecido. Uma possibilidade, de acordo com uma fonte, é manter o benefício integral apenas para viúvas com três ou mais filhos menores.

As pensões por morte respondem por cerca de 25% dos gastos do INSS com benefícios. Em novembro de 2018, elas custaram R$ 14 bilhões num total de R$ 59,4 bilhões em benefícios.

O limite para acúmulo de pensão e aposentadoria é uma das medidas com potencial de gerar economia para os cofres públicos no curto prazo, segundo técnicos do governo. Isso traria um alívio mais imediato que as demais mudanças nas regras da Previdência, cujo impacto é de mais longo prazo.

O texto em estudo mescla mecanismos sugeridos por diferentes autores. Uma possibilidade é seguir a linha da proposta feita pelo ex-presidente do Banco Central Arminio Fraga com o economista Paulo Tafner, que foi formulada com a ajuda do atual secretário adjunto de Previdência, Leonardo Rolim.

Essa proposta prevê que o pagamento dos benefícios será integral até um salário mínimo. Se a soma dos benefícios ficar acima do mínimo e chegar a até três mínimos, o corte seria de 20%. Entre três e cinco salários mínimos, corte de 40%. No intervalo entre cinco e oito mínimos, somente a metade da soma seria paga. Para quem ganha mais de oito salários mínimos, o corte chegaria a 60%.

Ministério da Economia: Brasil quer diversificar vendas para China.

Na reunião hoje (17) do embaixador da China, Yang Wanming, com o ministro da Economia, Paulo Guedes, eles conversaram sobre possibilidadesde de diversificação da pauta comercial entre os dois países. De acordo com negociadores, Guedes disse que pretende fechar mais parcerias bilaterais, principalmente na área de tecnologia, com o principal destino das mercadorias brasileiras.

Segundo o Ministério da Economia, Guedes reafirmou a disposição do Brasil de fazer negócios com o maior número possível de países, sem viés ideológico. Segundo a fonte do ministério, a orientação está em linha com os discursos de posse do presidente Jair Bolsonaro no Congresso Nacional e no parlatório do Palácio do Planalto, em 1º de janeiro.

O Ministério da Economia informou que o governo preservará o pragmatismo econômico em meio à “nova filiação brasileira de ver o modo de civilização ocidental”. A pasta não pretende deixar de fechar parcerias bilaterais por causa de questões ideológicas, declarou a fonte.

A equipe econômica quer diversificar as exportações, estimulando a venda de produtos de maior valor agregado para o mercado chinês e diminuindo a participação das commodities (bens primários com cotação internacional).

No ano passado, o Brasil exportou US$ 64,2 bilhões para a China (26,8% do total vendido para o exterior) e importou US$ 34,7 bilhões (19,2% do total). Os principais produtos vendidos para o país asiático foram soja em grão, petróleo bruto e minério de ferro.

Em contrapartida, as importações brasileiras da China concentraram-se em produtos manufaturados e em bens de capital, como plataformas de perfuração ou de exploração de minérios.

Após prisão de Battisti, Bolsonaro diz que pretende ir à Itália.

De descendência italiana, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que tem a intenção de visitar a Itália no dia 8 de maio, data conhecida como o Dia da Vitória dos aliados na 2ª Guerra Mundial. Segundo ele, será a oportunidade para visitar a terra dos antepassados, que são da região de Lucca, na data que é celebrada a derrota da Alemanha nazista.

A entrevista do presidente foi concedida à RAI, emissora pública de televisão da Itália, durou quase 5 minutos, e foi compartilhada por ele em sua conta no Twitter com legenda em português.

“Vendo nossa agenda, gostaria muito de participar dessa comemoração que é sempre realizada. E saúdo nosso querido Exército Brasileiro e farei o possível para estar lá. E pela primeira vez visitarei a terra dos meus avós”, disse Bolsonaro.

Antes da visita à Itália, Bolsonaro deve se reunir, em Davos, na Suíça, com o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, que coordenou o processo de captura e extradição do ex-terrortista Cesare Battisti, de 64 anos, preso na Bolívia no último sábado (12). O presidente viaja no próximo domigo (20) para Europa.

“Direi ao Conte que não deve me agradecer [pela extradição de Battisti]. Nós que somos muito gratos a ele, porque nos livrou de um elemento que incomodava a maioria dos brasileiros. Será um belo momento, minha origem é italiana, minha família é originária de Lucca e será um prazer encontrá-lo em Davos.”

A prisão de Battisti, que havia fugido para a Bolívia, foi seguida do seu retorno para a Itália, onde ele cumprirá sentença pelo assassinato de quatro pessoas, na década de 1970, quando integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo, um braço das Brigadas Vermelhas.

Médico é preso após tentar matar a mulher grávida de 7 meses.

Um homem de 38 anos foi preso em flagrante após tentar matar a companheira grávida de sete meses, na madrugada desta quinta-feira (17), na Rua Santana, bairro Santa Rosália, em Sorocaba (SP). De acordo com a Polícia Civil, o agressor e a vítima, de 37 anos, são médicos na cidade.

A polícia seguiu para a casa após uma denúncia anônima e, assim que chegou ao local, Luis Claudio Pitanca Alcantara recebeu a equipe tranquilamente dizendo que não havia nada de errado, enquanto Karen Lilian Moraes Figueiredo de Mendonça gritava por socorro aos fundos.

Luis Claudio tentou impedir os policiais de entrarem no imóvel e foi necessário acionar o reforço de quatro viaturas.

Karen disse aos PMs que estava sendo agredida com socos na cabeça há uma hora e que o suspeito ameaçou matá-la e fazê-la perder o filho para que “saísse da vida dele”. A discussão teve início quando ela descobriu diversas ligações do homem para a ex-mulher.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima relatou que o homem tentou sufocá-la e chegou a jogá-la no chão, aplicando-lhe uma chave de braço. A mulher só conseguiu fugir do marido após mordê-lo.

Em seguida, Luis Claudio teria pego uma faca de cozinha e dito que iria matá-la, fazendo com que a mulher saísse correndo. Ele foi encontrado pelos policiais com a faca na mão.

Já na delegacia, o médico voltou a ameaçar a mulher, dizendo que “a perseguiria até o inferno se ela o fizesse ser preso”. Em audiência de custódia realizada durante a manhã, o acusado teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

O caso foi registrado como tentativa de feminicídio, lesão corporal e ameaça. Ainda segundo a polícia, a médica chamou colegas e foi atendida em casa mesmo.

Metade dos usuários do Facebook não gosta de uso de dados para anúncio.

Metade dos usuários do Facebook entrevistados em uma pesquisa afirmou que não se sente confortável com a forma como seus dados são usados para a construção de perfis pela rede social. A sistematização de preferências é chave do modelo de publicidade da empresa, que vende aos anunciantes a difusão de conteúdos promocionais com alta capacidade de segmentação.

O levantamento foi feito pelo Pew Research Center, um dos mais conhecidos institutos de pesquisa sobre tecnologias da informação e comunicação do mundo, sediado nos Estados Unidos. O estudo analisou o conhecimento e o sentimento de usuários da plataforma quanto ao tratamento de seus dados para diversas finalidades, como a segmentação de anúncios.

Além do desconforto com o tratamento de seus dados, 74% das pessoas ouvidas relataram não saber que o site mantinha a lista dos seus interesses disponível a eles. Esse conjunto de gostos e opções sistematizados pode ser acessada pelo recurso chamado “Suas preferências de anúncios”. Essa página elenca os interesses registrados pelo Facebook e que são usados para o direcionamento de conteúdos pagos a cada usuário.

Quando direcionados a essa página, 59% dos entrevistados informaram que as preferências guardavam relação com suas atividades, e 27% não viram qualquer semelhança entre os tópicos e seus estilos de vida e gostos. No caso de dois tipos de preferências, “aprendizados políticos” e “afinidades étnico-raciais”, mais pessoas concordaram com a caracterização da rede social nesses casos do que discordaram. Ainda assim, mesmo com o conjunto de informações coletadas, 27% das pessoas relacionadas a algum partido na lista de preferências disseram que a leitura estava equivocada.

Na categoria de afinidades étnico-raciais (que mede não a cor ou identidade étnico-racial da pessoa, mas sua “afinidade” com grupos), 61% dos usuários enquadrados nessa categoria relataram que a classificação realizada pela rede social corresponde às suas preferências. Já o restante apontou uma leitura incorreta da plataforma sobre suas inclinações em relação a este tema.

Por outro lado, quando perguntados se haviam ajustados suas configurações de privacidade, 61% informaram que sim, contra 38% negando. Isso pode indicar que apesar do desconhecimento da classificação, parte importante dos usuários consultados já incorporou a prática de utilizar esses comandos. Já a iniciativa de baixar os dados armazenados pelo Facebook, recurso disponibilizado pela plataforma, ainda é pouco comum. Apenas 10% dos ouvidos relataram ter feito isso no último ano.

STF suspende investigação sobre Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, diz MP.

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) informou que uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o procedimento investigatório criminal que apura movimentações financeiras atípicas de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), e de outros assessores da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), “até que o Relator da Reclamação se pronuncie”.

No entanto, o MP-RJ não informou o que motivou a decisão cautelar proferida nos autos da Reclamação de nº 32989. “Pelo fato do procedimento tramitar sob absoluto sigilo, reiterado na decisão do STF, o MP-RJ não se manifestará sobre o mérito da decisão”, informou o órgão, por meio de nota. O pedido ao STF foi movido pela defesa de Flávio Bolsonaro e foi distribuído ao ministro Marco Aurélio Mello.

O caso
O policial militar Fabrício José Carlos de Queiroz trabalhava como motorista de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeira (Coaf), órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública, apontou que R$ 1,2 milhões foram movimentados na conta de Queiroz entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. O documento foi anexado à Operação Furna da Onça, que prendeu dez deputados estaduais no Rio.

A maioria dos depósitos feitos em espécie na conta do ex-motoristas coincidiam com os dias de pagamento da Alerj. Nove assessores e ex-assessores de Flávio Bolsonaro repassaram dinheiro para Queiroz.

O relatório ainda identificou que Queiroz depositou R$ 24 mil na conta da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. De acordo com o presidente, Jair Bolsonaro (PSL), o depósito seria parte do pagamento de uma dívida.

O documento não necessariamente aponta alguma irregularidade, mas aponta que os valores e o tipo de transação envolvidos não seguiram o padrão esperado para o tipo de cliente.

O MP-RJ instaurou 22 inquéritos criminais para o esclarecimento da suposta participação de parlamentares da Alerj em movimentações bancárias não compatíveis com seus salários.

Governador do Ceará pede a Moro reforços contra ataques.

O governador do Ceará, Camilo Santana, pediu ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o reforço do apoio dado pelo governo federal no combate aos ataques promovidos por facções desde o início do mês no estado. A ofensiva teria começado em reação à nomeação do secretário de Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, e às medidas anunciadas como a não separação de presos em presídios por facção.

Santana solicitou mais 90 agentes penitenciários para as ações nos presídios do estado, além da manutenção da Força Nacional e dos agentes enviados pelo governo federal. No dia 4 de janeiro, o ministro da Justiça enviou inicialmente 300 homens, efetivo que foi acrescido de outros 106 dois dias depois.

“A gente foi fazer um diagnóstico da situação e solicitações de reforço de agentes penitenciários para as unidades prisionais do Ceará e a necessidade de manter, mesmo com a queda significativa das ações, o estado de alerta e monitoramento tanto das forças do estado quanto como também a presença da Força Nacional”, informou o governador do Ceará, após encontro com Moro.

Quanto ao prazo da presença da Força Nacional no estado, Santana disse que não houve acerto para a prorrogação. A permanência inicial definida foi de 30 dias, cujo encerramento seria no início de fevereiro. De acordo com o governador, a situação será avaliada até o fim desse período para ver se haverá necessidade de prorrogação.

Operação desarticula grupo que fornecia armas e drogas ao crime no Rio.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu hoje (17) ao menos 13 membros de uma quadrilha responsável pelo fornecimento de armas e drogas para líderes criminosos que atuam em favelas. O grupo é liderado por Edson Ximenes Pedro, conhecido como Pelincha. Ele, sua esposa e seus familiares são proprietários de uma fazenda em Paranhos, no Mato Grosso do Sul, próximo à fronteira com o Paraguai, de onde chegavam os produtos ilícitos. 

"Era uma família que atuava no fornecimento de armas, drogas e munições exclusivas para a principal facção criminosa que atua no Rio de Janeiro, assim como para criminosos do Espírito Santo e do Mato Grosso do Sul", disse o delegado responsável pela operação, Fábio Asty. Segundo Asty, Pelincha era um dos principais fornecedores dos traficantes do Rio e disputava o mercado com Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, preso em 2017.

As investigações mostraram que a família usava sua atuação no setor agropecuário para esconder as movimentações ilícitas. Drogas foram transportadas camufladas em caminhões que carregavam grãos, como soja. O delegado diz que Pelincha e seus familiares cuidavam de toda a logística, desde a aquisição até a entrega das drogas e armas. "Eles depositavam os materiais na fazenda e depois faziam um fretamento por meio de transporte rodoviário até os destinatários finais".

A operação foi apelidada de Bad Family e envolvia 19 mandados de prisão preventiva e 18 de busca e apreensão. A Polícia Civil informou ter prendido oitos pessoas no Rio de Janeiro, três no Espírito Santo e duas no Mato Grosso do Sul. Pelincha e sua esposa não foram localizados até o momento. "Pode ser que ele tenha se evadido para o Paraguai", disse Asty.

Também foi feito o bloqueio de nove contas bancárias ligadas à família. A investigação buscará saber o destino final dos recursos. De acordo com Asty, é possível chegar a uma estimativa de movimentação de R$200 milhões por ano. Uma única negociação no Complexo do Lins em junho do ano passado teria envolvido 900 quilos de cocaína.

RN imuniza 94% do rebanho contra febre aftosa.

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Norte, em 2018, terminou com mais um saldo positivo. A cobertura do rebanho foi de 94,52% e se manteve entre uma das maiores coberturas do Brasil segundo o balanço final da campanha divulgado no dia 02, pelo IDIARN – Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN.

Os resultados foram bastante positivos para a pecuária do Estado, indicando que a adesão dos produtores continua efetiva mesmo na segunda etapa quando somente os animais de 0 a 24 meses precisam ser vacinados.

A febre aftosa é uma doença causada por vírus que provoca febre e aftas, principalmente na boca e entre os cascos dos animais, causando enorme perda na produção de leite e carnes.

A primeira etapa da campanha de 2019 contra a aftosa será durante todo o mês de maio em todos os municípios do Rio Grande do Norte e os produtores terão até o dia 15 de junho para enviar a declaração dos rebanhos. O produtor que deixar de declarar seu rebanho, pagará multa e ficará impedido de movimentar seus animais, além de não ter acesso às linhas de créditos rurais e aos benefícios de órgãos estaduais e federais.

O produtor cadastrado junto ao IDIARN deverá adquirir sua vacina em uma das lojas autorizadas a comercialização, e após isso, vacinar seus animais e declarar o rebanho em um dos escritórios do IDIARN, EMATER ou Secretárias Municipais de Agricultura.

Walfredo Gurgel busca identificar pacientes internados.

O Setor de Serviço Social do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), em Natal, procura pelos amigos ou familiares de dois pacientes, até o momento, internados sem identificação. Um oriundo do município de Parnamirim e outro encontrado em via pública. Ambos permanecem com estado agravado de saúde.

O primeiro, vítima de espancamento, foi encontrado em uma área rural do município de Parnamirim. Deu entrada no Pronto Socorro Clóvis Sarinho (PSCS), no último dia 12, transferido do Hospital Deoclécio Marques de Lucena, sem portar documentos que comprovassem seus dados pessoais. Como características físicas, possui: pele morena clara, cabelo preto, cerca de 1,70, em média 70kg e uma tatuagem no braço esquerdo com o desenho de um mastro de navio.

Já o segundo paciente, até o momento, foi identificado como Raimundo Pereira Sobrinho. Contudo, também não foram encontrados documentos que atestem essa informação. Vítima de queda da própria altura, foi encontrado em via pública, na avenida Mario Negócio, no bairro das Quintas. Deu entrada no dia 23 de dezembro passado e permanece entubado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do PSCS. Como características físicas, tem: pele morena clara, calvície, cerca de 1,65m de altura, sem sinais aparentes ou tatuagens.

Segundo a chefe do Serviço Social, Sandra Moura, “para a correta assistência em qualquer unidade hospitalar do país, o porte de documentos pessoais é um fator de extrema importância. Vários exames e alguns procedimentos clínicos necessários na rede privada que atendem ao Sistema Único de Saúde (SUS), por exemplo, só são autorizados após o doente estar devidamente identificado”, alerta.

Para outras informações: Assessoria de Imprensa 3232-7595

Natal poderá reduzir número de motoristas via aplicativos.

O fluxo de passageiros no Aeroporto de Natal no mês de dezembro de 2018 alcançou a marca de 251 mil passageiros e 1.946 pousos e decolagens. A movimentação foi 8,7% maior do que a registrada no mesmo mês de 2017.

No acumulado do ano, o Aeroporto de Natal movimentou cerca de 2.43 milhões de passageiros e mais de 19 mil aeronaves, segundo a Inframerica – administradora do terminal. O 2º semestre apresentou os melhores resultados operacionais, sendo novembro e dezembro os meses com o maior fluxo de passageiros. A perspectiva é de movimento maior em 2019 com o aquecimento da economia.
 
Para o mês de janeiro estão previstos o total de 387 voos extras. Só nos primeiros 10 dias, 44 mil pessoas já desembarcaram no aeroporto para curtir as praias da região. Segundo a Inframerica, a maioria dos voos tem como origem os estados do Sudeste e Centro-Oeste e também do exterior, como Portugal e Argentina.

Tesouro Nacional recomenda corte de despesas com pessoal e privatizações para RN melhorar capacidade de pagamento,

Em relatório enviado ao Rio Grande do Norte, o Tesouro Nacional recomendou que o governo evite aumentos ou até promova corte de despesas com pessoal, além de privatizar empresas estatais, para que possa conseguir garantias da União em empréstimos, por exemplo.
 
O “Guia para o Governador”, assinado pelo ministro Paulo Guedes, apresenta uma situação do estado em relação às dívidas e metas anuais, as operações de crédito com o governo federal, além da nota sobre capacidade de pagamento. Relatórios específicos para cada estado foram enviados nesta semana aos governadores empossados no início do mês.

Após decisão do STF, MP do Rio suspende investigação contra Queiroz.

A pedido do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu, nesta quinta-feira (17/1), o procedimento investigatório criminal aberto pelo Ministério Público contra Fabrício Queiroz, ex-assessor do parlamentar. As investigações foram paralisadas por conta de uma decisão cautelar emitida pelo ministro Luiz Fux.
 
A medida tem validade até que o relator de uma reclamação apresentada à Corte, o ministro Marco Aurélio Mello, se manifeste sobre o caso. Por conta disso, o Ministério Público do Rio de Janeiro fica impedido de continuar ouvindo testemunhas e reunindo provas.

O SINE-RN oferece nesta sexta-feira (18), mais de 14 oportunidades de emprego,

Para concorrer às vagas, o candidato deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou na unidade do Sine Matriz em Natal, na Cidade da Esperança, na Rua Adolfo Gordo, s/n, prédio da Central do Trabalhador, NOVO HORÁRIO de 8h às 14h, ou em qualquer agência do Sine nas centrais do cidadão de Natal e no interior.

O interessado que não tem cadastro e acesso ao Portal Emprega Brasil, pode comparecer as Agências do SINE, com Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Número do PIS, cédula de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência. O atendimento é de acordo com o horário de funcionamento das centrais do cidadão e do SINE Matriz Cidade da Esperança no prédio da Central do Trabalhador, das 8h às 14h, de segunda a sexta.

VAGAS PERMANENTES – NATAL e GRANDE NATAL
Coordenador administrativo 1
Digitador 1
Instalador de som e acessórios de veículos 2
Padeiro 1
Pasteleiro 1
Porteiro 2
Professor de ensino fundamental – séries iniciais 1
Vendedor interno 1
Total 10

Mossoró e região
Costureira em geral 2
Desenhista industrial gráfico (designer gráfico) 1
Eletricista de instalações de veículos automotores 1
Total 4

SEITA DIABÓLICA: VOVÓ AJUDA NO ESTUPRO DE QUATRO NETINHAS PARA GANHAR NA LOTERIA.

O inquérito, que conta com 300 páginas, resultou no indiciamento do homem e da avó materna das vítimas por 10 estupros. Segundo a investigação, houve conjunção carnal com as meninas de 13 e 10 anos.

A Polícia Civil indiciou, na segunda-feira (14), o líder de uma seita por estuprar quatro meninas, com idade de 3 a 13 anos, durante rituais de magia negra em Caiapônia, no sudoeste goiano. A avó das vítimas foi indiciada pelo mesmo crime.

“As vítimas deixam claro que foram abusadas pelo líder da seita, induzidas ou obrigadas pela avó, da mesma forma que algumas das vítimas foram obrigadas a apontar o companheiro da avó como sendo o autor”, disse o delegado responsável pela investigação, Marlon Souza.

O líder da seita, de 42 anos, e avó das vítimas, de 49, estão presos desde o último dia 4, quando a foi realizada a Operação Anjos da Guarda 2. Durante o interrogatório, eles ficaram em silêncio.

Advogado dos suspeitos, Leonardo Couto Vilela informou, em nota, que os crimes ocorreram, mas não pelos clientes. Ele declarou ainda que, se o resultado da audiência de custódia dos indiciados não for favorável, vai reiterar o pedido de soltura de ambos no Tribunal de Justiça de Goiás.

Pai de santo é preso suspeito de estuprar casal de 13 anos usando religião para obrigar vítimas a sexo na BA.

Um pai de santo de 26 anos foi preso nesta quarta-feira (16) suspeito de abusar sexualmente de um casal de adolescentes, na cidade de Eunápolis, no sul da Bahia. Segundo a Polícia Civil, o suspeito usava a religião para obrigar as vítimas, de 13 anos, a fazer sexo com ele. O homem confessou o crime, mas nega a justificativa, conforme a polícia.

De acordo com o delegado Bernardo Pacheco, titular da cidade, Ivan de Jesus Vieira usava a casa dele para cometer os abusos. Os estupros ocorreram por cerca de cinco meses, a partir de agosto do ano passado. O suspeito era líder religioso do menino, que levava a namorada para a residência a mando dele.

O pai de santo era investigado pela Polícia Civil, após denúncia das vítimas, e teve mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça. O mandado foi cumprido na casa da irmã do suspeito, durante uma operação policial deflagrada na manhã desta quarta-feira para reprimir estupros de vulneráveis na cidade.

Conforme o delegado Bernardo Pacheco, a polícia espera que novas denúncias sejam feitas após a prisão do suspeito. O pai de santo foi encaminhado para o sistema prisional, onde está a disposição da Justiça.

Novo tratado de extradição Brasil - Argentina agiliza trâmites.

O tratado de extradição assinado hoje (16) pelos governos do Brasil e da Argentina fez alterações que desburocratizam o pedido e aumentam o prazo para a extradição.

No acordo, a documentação pode ser enviada sem passar por burocracias cartoriais e podem ser remetidas por e-mail ou outro meio eletrônico, de forma a adiantar as providências do país requerido. O tratado anterior é de 1968 e previa entrega de documentação original ou cópia autenticada do mandado de prisão ou da sentença condenatória. 

Segundo o Artigo 6º do acordo, "todos os documentos referentes a este tratado estarão isentos de qualquer tipo de legalização e poderão ser adiantados por qualquer meio eletrônico que deixe um registro por escrito". Além disso, as autoridades designadas pelos países poderão adiantar documentações relativas ao processo de extradição.

O ministro da Justiça, Sergio Moro, destacou a adaptação do tratado a meios de comunicação mais céleres. "As formas de comunicação hoje são outras, e a percepção é que há uma necessidade de sempre agilizar esses mecanismos de cooperação", disse o ministro, após a apresentação das delegações no Palácio do Planalto, onde o presidente da Argentina, Mauricio Macri, foi recebido pelo presidente Jair Bolsonaro.

Governador do Mato Grosso decretará calamidade financeira nesta quinta.

Com R$ 4 bilhões em dívidas com fornecedores e cerca de 500 obras paradas, o Mato Grosso decretará estado de calamidade financeira nesta quinta-feira (17), disse hoje (16) o governador Mauro Mendes. Ele confirmou a intenção de encaminhar o pedido à Assembleia de Mato Grosso após se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

“Amanhã nós estaremos, definitivamente, decretando estado de calamidade financeira das finanças no âmbito do governo do estado”, disse. Mendes pediu ao ministro a liberação de R$ 500 milhões do Auxílio Financeiro para Fomento às Exportações (FEX), mas foi informado de que não pode ser atendido no momento porque os recursos não constam do Orçamento da União de 2019.

No encontro, o governador mato-grossense ouviu sugestões para o estado melhorar a gestão dos recursos públicos. Ele disse estar comprometido com medidas que aumentem tributos e reduzam as despesas, mas ressaltou que os recursos do FEX são essenciais para que o estado possa sobreviver nos próximos meses.

“Nós estamos tomando medidas para também melhorar a performance da receita, tributando o agronegócio através de fundos, criando mecanismos para que possamos diminuir despesas e aumentar receitas, mas precisamos sobreviver. O FEX é um canudinho para que o estado não morra afogado financeiramente”, completou Mendes.

Rapaz que pedia fotos de abuso sexual entre mãe e bebê é preso por estupro virtual; mulher também foi detida.

Um morador de Itu (SP) de 25 anos foi preso por extorsão e estupro virtual nesta quarta (16). A Polícia Civil também prendeu em Araçariguama (SP) a mãe de uma menina de 1 ano, que enviava fotos de abusos sexuais com a criança ao suspeito. A mulher irá responder por estupro de vulnerável praticado contra a filha.

Segundo apurado pelo G1, a mãe da criança registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Araçariguama depois de ser ameaçada por um rapaz que conheceu no Facebook, e depois passou a conversar por aplicativo de mensagens.

Conforme o relato da mulher, em abril de 2018 os dois trocaram fotos íntimas e, no dia 24 de dezembro, Paulo Ricardo dos Santos pediu para que a jovem mandasse fotos da filha dela, atualmente com um ano de idade. A mulher encaminhou fotos do pé da criança, da menina tomando banho e, por fim, com a boca na vagina da criança.

Conforme apurado pelo G1, a mulher afirmou que mandava fotos dela mesma, inicialmente, sem ser ameaçada, porém Paulo começou a insistir por mais material pornográfico da mãe com a filha. A mulher teria se negado e publicações dele foram feitas na "time-line" do Facebook. Assim que ela parou, as ameaças aumentaram. Via G1.